Esportes Everton Ribeiro se manifesta contra racismo: 'Não quero ficar em silêncio'

05:27  02 junho  2020
05:27  02 junho  2020 Fonte:   lance.com.br

Corinthians se manifesta contra o racismo: “Nós nos importamos com essas vidas”

  Corinthians se manifesta contra o racismo: “Nós nos importamos com essas vidas” O Corinthians divulgou nesta segunda-feira um vídeo de conscientização contra o racismo. A publicação do clube integra o movimento “Vidas Negras Importam”, que tem repercutido nas ruas e redes sociais nos últimos dias, após diversos casos recentes de discriminação racial no Brasil e no exterior. O vídeo mostra imagens de pessoas que foram mortas violentamente […]O vídeo mostra imagens de pessoas que foram mortas violentamente e também destaca os diversos jogadores negros que já vestiram as cores do Timão: “Não seríamos Corinthians se a gente se calasse e aceitasse o racismo e a injustiça. Não seríamos Corinthians se a gente não se indignasse com a violência e desigualdade. Mas somos Corinthians.

O racismo precisa ser enfrentado com ações, não com silêncio . Por favor, participe ativamente, envolva e incentive outras pessoas a espalhar a conscientização. É nossa responsabilidade nos manifestar contra a injustiça. Não fique calado”.

O camisa 10 gremista reativou sua conta no Twitter e manifestou -se na campanha #vidasnegrasimportam, inclusive com postagens em inglês. Jean Pyerre, do Grêmio, se manifesta contra o racismo — Foto: Reprodução/Instagram.

Everton Ribeiro fez dois gols na estreia da Libertadores (Raul ARBOLEDA / AFP) © Fornecido por LANCE! Everton Ribeiro fez dois gols na estreia da Libertadores (Raul ARBOLEDA / AFP)

Capitão do Flamengo, o meia Everton Ribeiro se manifestou nas redes sociais sobre os protestos antirracistas mundo afora. As manifestações começaram após o assassinato de George Floyd, negro, imobilizado e asfixiado pelo joelho até a morte pelo policial Derek Chauvin, em Minneapolis, nos Estados Unidos.

Nos últimos dias, diversos esportistas têm se manifestado sobre a causa. No Flamengo, além de Everton Ribeiro, Gabigol, Gerson, Vitinho, Lázaro e Hugo Souza foram às redes sociais e se posicionaram contra o racismo. Na Europa, nomes como Vinícius Junior e Gabriel Jesus também comentaram.

São Paulo se manifesta contra o racismo relembrando vídeo de 2019

  São Paulo se manifesta contra o racismo relembrando vídeo de 2019 Nesta segunda-feira, o São Paulo publicou um vídeo se manifestando contra atitudes racistas. A ação, que resgatou uma mensagem postada no Dia da Consciência Negra de 2019, faz parte do movimento “Vidas Negras Importam”, que vem crescendo a cada dia nas redes sociais após a ocorrência de diversos casos de racismo no mundo. O vídeo […]O vídeo postado no dia 20 de novembro do último ano traz diversos jogadores relatando dados de desigualdade racial, além de nomes de atletas que foram vítimas de atos discriminatórios. Já o post desta segunda-feira apresenta os jovens Antony e Igor Gomes dizendo que “não basta não ser racista, é preciso ser antirracista”.

O racismo não se manifesta de maneira única, podendo ocorrer, principalmente, de três maneiras Também fica proibida a divulgação de mensagens racistas e de símbolos que remetam a qualquer Garoto negro e filho adotivo de um norte-americano que vive no Brasil foi proibido de ficar na calçada

"Eu vejo vocês que estão em silêncio , algumas das maiores estrelas, que, mesmo assim, ficam em silêncio em meio à injustiça", disse. No sábado, Hamilton postou um vídeo onde uma menina fala sobre o racismo e a busca por direitos iguais para a população negra.

- Estou disposto a aprender mais sobre isso a cada dia e disposto a usar minha influência para dar voz a pessoas negras que lutam por um país com mais igualdade. Não quero ficar em silêncio e compactuar com um país que mata um negro a cada 23 minutos - publicou Everton Ribeiro.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, os Estados Unidos ainda lidam com diversos protestos gerados por conta do assassinato de George Floyd. Atletas das principais ligas norte-americanas têm se posicionado e ido às ruas para protestar, casos de Karl-Anthony Towns e Jaylen Brown, jogadores da NBA. LeBron James, principal astro da liga de basquete, também tem sido ativo nas redes sociais sobre o tema.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Everton Ribeiro (@evertonri) em 1 de Jun, 2020 às 2:26 PDT

Barcelona teve sete casos positivos no plantel para o novo coronavírus

  Barcelona teve sete casos positivos no plantel para o novo coronavírus Barcelona teve sete casos positivos no plantel para o novo coronavírusQuando os resultados saíram, os casos eram passados e todos os sete indivíduos já estavam recuperados da doença. Com isso, todos os contaminados poderiam voltar a participar dos treinamentos após o aval das autoridades sanitárias da Espanha liberarem o retorno aos trabalhos de maneira gradual.

Após os assassinatos de George Floyd, nos Estados Unidos, e de dois jovens no Brasil, clubes e jogadores se unem em protesto contra o racismo .

Racismo é a denominação da discriminação e do preconceito (direta ou indiretamente) contra indivíduos ou grupos por causa de sua etnia ou cor. Nessa forma direta de racismo , um indivíduo ou grupo manifesta -se de forma violenta física ou verbalmente contra outros indivíduos ou grupos por

Jogadores do Bayern entram em campo com camisas de protesto contra o racismo .
O Bayern de Munique realizou uma manifestação contra o racismo na manhã deste sábado, antes da partida contra o Bayer Leverkusen, válida pela 30ª rodada do Campeonato Alemão. Os jogadores entraram em campo vestindo camisas brancas com o escrito de “Rot gegen Rassismus”, em português “cartão vermelho ao racismo”. A hashtag #BlackLivesMatter, que permeia as […]Os jogadores entraram em campo vestindo camisas brancas com o escrito de “Rot gegen Rassismus”, em português “cartão vermelho ao racismo”. A hashtag #BlackLivesMatter, que permeia as manifestações antirracistas, também aparecia na blusa.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!