Esportes Brilho dentro de campo e cobranças: Daniel Alves completa um ano de São Paulo

22:31  01 agosto  2020
22:31  01 agosto  2020 Fonte:   gazetaesportiva.com

Daniel Alves tem números semelhantes em primeiro ano no São Paulo e em clubes europeus

  Daniel Alves tem números semelhantes em primeiro ano no São Paulo e em clubes europeus Neste mês de agosto, Daniel Alves completa um ano como jogador do São Paulo. Até aqui, a passagem do camisa 10 é dividida entre o brilho dentro de campo e as cobranças pelos resultados que não vêm. Nos números, entretanto, o seu desempenho neste período foi semelhante ao seus primeiros anos pelos clubes europeus, onde […]Daniel Alves foi anunciado pelo Tricolor no primeiro dia de agosto de 2019, apresentado no dia 6 e realizou sua estreia no dia 18. Desde então, foram 33 partidas disputadas, com sete gols marcados e quatro assistências. Assim, totalizou 11 participações diretas em gols, com média de 0,33 por jogo.

No primeiro dia de agosto de 2019, o São Paulo anunciava um dos reforços de maior peso de sua história. Daniel Alves chegou com pompa e com um vasto currículo de títulos, com a esperança de ajudar o Tricolor a alcançar outro patamar dentro de campo e reencontrar o caminho das conquistas.

Um ano depois de ser oficializado pelo time do Morumbi, Daniel Alves conseguiu provar dentro de campo que é diferenciado tecnicamente, porém não foi capaz de conduzir a equipe ao título na primeira oportunidade que teve, já que o clube foi eliminado do Campeonato Paulista pelo Mirassol.

Capitão, Daniel Alves disputará seu primeiro jogo eliminatório pelo São Paulo

  Capitão, Daniel Alves disputará seu primeiro jogo eliminatório pelo São Paulo O São Paulo já tinha garantido a classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista antes da paralisação, porém foi só apenas vencer o Guarani que assegurou a liderança do grupo C. Como mandante, o Tricolor receberá o Mirassol na próxima quarta-feira, às 19h. A partida contra a equipe do interior será a primeira […]O camisa 10 foi anunciado como reforço do São Paulo em agosto de 2019 e, desde então, assumiu um importante posto de liderança dentro do elenco. Além de ser o capitão do Tricolor, Daniel Alves é o principal destaque técnico da equipe dentro de campo, sem deixar de lado a responsabilidade de comandar o time com palavras de ordem e orientações no gramado.

O início da trajetória de Daniel Alves no São Paulo foi marcado por uma indefinição em relação ao seu posicionamento. Apesar de ter se consagrado mundialmente como lateral-direito, o jogador desembarcou no Brasil com a camisa 10, nunca escondendo sua vontade de atuar no meio-campo.

No entanto, houve uma demora para que o experiente atleta tivesse sua posição definida na equipe. Com Cuca, Daniel Alves passou pelos dois setores e foi apenas com Fernando Diniz que foi consolidado no meio-campo. Ao lado de Tchê Tchê, passou a ter um peso importante na saída de bola, jogando como uma espécie de segundo volante.

Se em 2019 o desempenho do jogador não foi dos mais convincentes, nesta temporada Daniel Alves provou que tem capacidade para liderar a equipe, tanto tecnicamente quanto em termos de comando. Não à toa, foi escolhido como capitão do time e passou a ter um papel importante no vestiário e também dentro de campo, como uma extensão de Diniz.

Daniel Alves descarta 'abaixar a cabeça' após queda do São Paulo no Paulistão

  Daniel Alves descarta 'abaixar a cabeça' após queda do São Paulo no Paulistão Jogador classifica a derrota para o Mirassol como uma situação 'atípica' e 'difícil de digerir'"Ontem, hoje, dias difíceis de digerir algumas coisas, mas aqui estamos pra dizer que sentimos muito primeiro pelo nosso trabalho e pelas pessoas que torcem por nós. Trabalhamos para obter resultados, mas algumas vezes eles não vem como planejamos. Uma situação atípica que temos que ter a hombridade e sabedoria de aceitar o que vier", escreveu Daniel Alves, em seu perfil no Instagram, prometendo mais trabalhar para obter melhores resultados nas próximas competições.

Desde o início da temporada, Daniel Alves disputou 13 partidas e marcou cinco gols. Além disso, mesmo aos 37 anos, mostrou estar muito bem fisicamente, não sendo substituído em nenhum dos jogos de 2020. Mesmo sendo o principal destaque técnico do Tricolor, o camisa 10 não escapou de cobranças.

Por ter o salário mais alto do elenco, Daniel Alves recebe uma atenção especial dos torcedores no que diz respeito à expectativa de desempenho e conquistas. Não à toa, após a eliminação para o Mirassol, o jogador foi alvo de uma nota da organizada Independente. Na publicação, o meio-campista foi questionado: “Veio para quebrar o São Paulo ou ser campeão?”.


Galeria: História e títulos: Há 30 anos, Zetti estreava com a camisa do São Paulo (LANCE!)

Zetti: um dos heróis do título, tendo defendido o pênalti de Gamboa, o ex-goleiro tornou-se treinador e chegou a comandar Fortaleza, Bahia e Atlético-MG e, posteriormente, foi comentarista de rádio e televisão.

São Paulo perde Daniel Alves e Tchê Tchê na última rodada do Paulista .
Os dois jogadores levaram o terceiro amarelo e desfalcam o clube contra o Guarani, que luta por uma única vaga nas quartas contra o CorinthiansOs dois foram titulares do técnico Fernando Diniz contra o Braga e levaram o terceiro cartão amarelo, portanto, estão suspensos do duelo. Apesar de o Tricolor já estar classificado para as quartas de final do estadual, o Guarani também perdeu nesta quinta e deseja alcançar a vaga na última rodada, ou seja, contra o São Paulo, em jogo que vale muito: o Bugre está no mesmo grupo que o Corinthians, e ambos disputam uma única vaga no mata-mata.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!