Esportes Rodolfo Vieira explica lesão na costela que o tirou de duelo contra Markus 'Maluko'

15:06  24 setembro  2020
15:06  24 setembro  2020 Fonte:   agfight.com.br

Setién, ex-técnico do Barcelona, deve cobrar R$ 24 milhões do clube

  Setién, ex-técnico do Barcelona, deve cobrar R$ 24 milhões do clube Treinador entende que tem direito de cobrar o que iria receber na atual temporada, mas caso deve parar nos tribunais. Situação não impediria a presença de Koeman no bancoOs culés acreditam que esta denúncia não irá impedir a presença do técnico Ronald Koeman no banco da equipe para o duelo contra o Villarreal pela estreia do time no Campeonato Espanhol. Os catalães entendem que possuem toda a temporada para pagar o que deve a Setién, mas o processo deve acabar nos tribunais.

Louis Grasse / PX Images © Reprodução Louis Grasse / PX Images

Sem atuar desde março deste ano, Rodolfo Vieira estava com luta marcada para o dia 3 de outubro, quando iria enfrentar o compatriota Markus 'Maluko', em duelo válido pelo peso-médio (84 kg) No entanto, uma lesão na costela tirou o faixa-preta de jiu-jitsu do evento do UFC que vai ser realizado na 'Ilha da Luta', em Abu Dhabi (EAU).

Em conversa com a reportagem da Ag. Fight, o brasileiro relatou como foi a lesão que o tirou do compromisso. De acordo com Rodolfo, ele ainda tentou forçar umas semanas para ver se conseguia se recuperar a tempo de poder atuar. No entanto, sem a evolução do seu quadro, decidiu, ao lado de sua equipe, sair do combate por não estar 100% fisicamente e colocar sua invencibilidade de sete lutas no MMA em risco.

Sem rival, Markus 'Maluko' pede luta com Khamzat Chimaev, mas não é atendido

  Sem rival, Markus 'Maluko' pede luta com Khamzat Chimaev, mas não é atendido Para muitos, o pedido de Markus 'Maluko' Perez pode parecer que o seu apelido realmente foi bem empregado. Mas, enquanto boa parte dos atletas provavelmente recusariam enfrentar Khamzat Chimaev neste momento, o brasileiro fez questão de desafiar o lutador sueco, assim que se viu sem adversário para o evento do UFC do dia 11 de []Sem oponente após a lesão sofrida por Rodolfo Vieira, 'Maluko' mirava dois alvos, ambos em franca ascensão na liga: Kevin Holland e Khamzat Chimaev. O site 'Combate.com' foi o primeiro a divulgar a informação. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o peso-médio (84 kg) confirmou o interesse e revelou que o sueco recusou seu desafio.

"Eu me machuquei semana retrasada, ferrei minha costela em um treino de wrestling. Então na semana passada foi mais de testes mesmo, eu nem fiz sparring e descansei no fim de semana para me recuperar. Queria ver como me sentia para tentar voltar os treinos na segunda. Tentei treinar só me movimentando, nada demais, um 'light boxe' mesmo, porque não conseguia entrar em queda, fazer jiu-jitsu. Treino bem leve. Aí pensei que não dava para pegar uma luta importante dessa no UFC com a costela ruim. Conversei com todo mundo do meu time e achamos melhor cancelar a luta", disse.

Depois de ser multicampeão na arte suave, Rodolfo Vieira migrou para o MMA em 2017. Desde então, o lutador está invicto após sete compromissos, com seis vitórias por finalização. No Ultimate desde 2019, o brasileiro tem dois triunfos, conquistados ao finalizar Oskar Piechota e Saparbek Safarov, este último em março deste ano, no UFC 248.

Farsa da meritocracia cria ressentimento explorado por populistas como Trump e Bolsonaro, diz professor de Yale .
Em entrevista à BBC News Brasil, Daniel Markovits explica os mecanismos pelos quais, segundo ele, a meritocracia gera desigualdade, cria ressentimento na classe média, e abre caminho para o populismo: ´O sistema que temos hoje não ajuda ninguém´.Se criticar a meritocracia não é novidade, o trabalho de Markovits chama atenção não só pela argumentação ao mesmo tempo profunda e acessível, mas principalmente por apontar que esse sistema não é bom nem mesmo para a elite.

usr: 3
Isto é interessante!