Esportes F1: Verstappen rejeita ideia de Hamilton na Red Bull

20:12  24 setembro  2020
20:12  24 setembro  2020 Fonte:   msn.com

F1: Verstappen tem cláusula de saída da Red Bull a partir de 2021

  F1: Verstappen tem cláusula de saída da Red Bull a partir de 2021 Segundo jornal holandês, piloto tem abertura contratual caso entenda que equipe não ofereça carro competitivo Max Verstappen renovou com a Red Bull até o final da temporada de 2023, mas segundo o jornal holandês De Telegraaf, há uma cláusula em seu contrato que permite que ele deixe a equipe após 2021 se considerar que não tem um carro competitivo na Fórmula 1.“Max Verstappen pode deixar a Red Bull depois de 2021. Se o carro não for competitivo o suficiente, essa é uma opção”, segundo a publicação.

Pole Sitter Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 and Max Verstappen, Red Bull Racing in the press conference © FIA Pool Pole Sitter Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 and Max Verstappen, Red Bull Racing in the press conference

Holandês crê que hexacampeão mundial não tem motivos para deixar Mercedes, respondendo à ideia de Eddie Jordan

Max Verstappen rejeitou a ideia de Lewis Hamilton se juntar a ele na Red Bull, questionando por que o campeão mundial iria querer trocar de time.

O ex-chefe da equipe da Fórmula 1, Eddie Jordan, sugeriu no início desta semana que Hamilton deveria rejeitar um novo contrato com a Mercedes e, em vez disso, optar por enfrentar Verstappen na Red Bull.

Recordes de Schumi e Barrichello e paciência de Verstappen: o que está em jogo no GP da Rússia de F1?

  Recordes de Schumi e Barrichello e paciência de Verstappen: o que está em jogo no GP da Rússia de F1? Corrida deste domingo em Sochi pode entrar para a história da categoria máxima do automobilismo mundial Depois de duas corridas malucas nos GPs de Itália e Toscana, a Fórmula 1 desembarca em Sochi neste fim de semana para a disputa da 10ª etapa da temporada 2020 com o GP da Rússia, que pode consagrar novos recordistas.

Leia também:

F1: Jordan defende que Hamilton deveria correr ao lado de Verstappen na Red Bull no futuroRecordes de Schumi e Barrichello e paciência de Verstappen: o que está em jogo no GP da Rússia de F1?

Mas a ideia de Jordan não ganhou muito entusiasmo de Verstappen quando foi apresentada antes do GP da Rússia.

Questionado pelo Motorsport.com o que acha da ideia, Verstappen disse: "A única coisa em que estou interessado é em ganhar o campeonato."

Pressionado pela perspectiva de Hamilton, Verstappen disse: "Bem, por que ele faria isso? Ele também quer ganhar o campeonato, eu quero ganhar o campeonato.”

"Ele tentou, é claro, estar no time certo, e no momento ele está no time certo para ganhar o campeonato. Mas, sim, vamos ver o que acontece."

F1: Jordan defende que Hamilton deveria correr ao lado de Verstappen na Red Bull no futuro

  F1: Jordan defende que Hamilton deveria correr ao lado de Verstappen na Red Bull no futuro O ex-dono de equipe da F1 acredita que Hamilton está entre os melhores da história, mas defende que, com o carro certo, Verstappen também pode Enquanto todos aguardam a renovação do contrato de Lewis Hamilton com a Mercedes para as próximas temporadas, o ex-dono de equipe de Fórmula 1 Eddie Jordan acredita que um destino mais atraente para o hexacampeão e para os fãs seria uma troca de casa, indo para a Red Bull, ao lado de Max Verstappen.Para Jordan, isso criaria uma batalha fascinante entre os dois pilotos, e ele sugere que o jovem holandês se sairia melhor.

Enquanto Hamilton está à beira de um recorde ao igualar a 91ª vitória na F1 neste fim de semana, Verstappen está se dirigindo para o evento da Rússia com a esperança de ver a bandeira quadriculada depois de abandonos consecutivos em Monza e Mugello.

A Honda, fornecedora de motores da Red Bull, diz que uma combinação de fatores relacionados à eletricidade e software do motor desencadeou sua falha da última vez, com contramedidas implementadas para Sochi.

"Estou muito motivado para começar, de novo, mas o mais importante na altura era compreender os problemas para os podermos resolver", acrescentou Verstappen.

"No momento, tivemos três abandonos em nove corridas, então não é muito bom. Nós estamos apenas tentamos trabalhar nisso e tentar garantir que não aconteça novamente."

Questionado se acha que a equipe entendeu os problemas, ele disse: "Sim, acho que eles me explicaram muito, então espero que isso não aconteça novamente. Mas, no momento, podemos especular sobre isso. Já era hora que mostramos no caminho certo. "

Verstappen: Honestidade da Honda é chave na relação com Red Bull

  Verstappen: Honestidade da Honda é chave na relação com Red Bull O holandês falou que respeita a montadora por assumir os erros e correr atrás para solucioná-los Apesar de críticas recentes à Honda após os abandonos nos GPs da Itália e da Toscana de Fórmula 1, Max Verstappen elogiou a montadora, dizendo que a sua honestidade em admitir os erros cometidos ao longo de 2020 é fundamental para manter nos eixos o relacionamento com a Red Bull.Nas duas últimas etapas, Verstappen acabou abandonando com problemas relacionados ao motor, embora de origens distintas.

Como as longas retas em Sochi não devem jogar com os pontos fortes da Red Bull, Verstappen disse que está se preparando para um fim de semana difícil.

"Nunca foi um fim de semana incrível para nós em termos de competitividade, eu acho", disse ele. "Portanto, não espero milagres.

"Claro que há muitas retas longas e muitas curvas de 90 graus, que são curvas muito curtas, então você não pode fazer uma grande diferença.”

"Então provavelmente os caras atrás estarão muito mais próximos em comparação com Mugello. Veremos ao longo do fim de semana quão competitivos seremos, mas é claro que o objetivo será tentar chegar ao pódio."

Red Bull RB16

(Temporada 2020)

Motor: Honda

Combustível: ExxonMobil

Pneus: Pirelli

Pilotos:

33 – Max Verstappen

23 – Alexander Albon

Verstappen detona Honda após quebra de motor e “show de m....” no GP da Toscana de F1

PODCAST: Qual é o limite de Max Verstappen na Red Bull?

Your browser does not support the audio element.

12 reforços e mais de 460 milhões de euros! Guardiola não conserta a defesa do Manchester City .
12 reforços e mais de 460 milhões de euros! Guardiola não conserta a defesa do Manchester City

usr: 1
Isto é interessante!