Esportes MotoGP: Rossi afirma que correrá na Petronas em 2021 e espera assinar contrato neste fim de semana

05:45  25 setembro  2020
05:45  25 setembro  2020 Fonte:   msn.com

Rossi confirma conversa com Ducati por vaga para Marini na MotoGP com Avintia em 2021

  Rossi confirma conversa com Ducati por vaga para Marini na MotoGP com Avintia em 2021 Equipe de Andorra, porém, afirmou que a vaga pertence a Tito Rabat, que ainda tem contrato válido para a temporada 2021 da MotoGPInicialmente, Marini era visto como rival de Bastianini na briga pela vaga que hoje pertence a Johann Zarco. Contudo, Rubén Xaus, chefe da Avintia, confirmou na semana passada a opção por Enea, já que o francês será promovido dentro da estrutura da Ducati ― ainda não se sabe se o bicampeão da Moto2 vai defender o time de fábrica ou a Pramac em 2021.

Então tenho de decidir antes de correr porque a situação mais otimista é que possamos correr na segunda metade da temporada, então por O italiano tem a opção de ir para a Petronas , ex-equipe de Quartararo, ou de se aposentar. Em 2019, Rossi terminou a temporada na sétima colocação

Enquanto se espera o futuro de Lewis Hamilton e as decisões que serão tomadas na Red Bull sobre quem acompanhará Max Verstappen em 2021 , o mercado de pilotos continua agitado MotoGP : Rossi afirma que correrá na Petronas em 2021 e espera assinar contrato neste fim de semana .

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing © Gold and Goose / Motorsport Images Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Piloto italiano afirmou que resolveu debate com a nova equipe sobre quem poderá levar de seu pessoal atual

A novela pode estar próxima do fim. Valentino Rossi revelou nesta quinta (24) durante coletiva para o GP da Catalunha da MotoGP que espera assinar o contrato com a equipe Petronas SRT ainda neste fim de semana. O italiano ainda confirmou que resolveu o maior imbróglio na discussão com a Yamaha: quem de sua equipe se juntaria a ele na próxima temporada.

MotoGP: Quartararo lidera dobradinha da Yamaha no TL1 do GP da Emilia Romagna, em Misano

  MotoGP: Quartararo lidera dobradinha da Yamaha no TL1 do GP da Emilia Romagna, em Misano Espargaró completou o Top 3 com a KTM, enquanto Dovizioso foi apenas o sétimo A MotoGP abriu novamente os trabalhos em Misano, agora para o GP da Emilia Romagna. E no primeiro treino livre, Fabio Quartararo liderou uma dobradinha da Yamaha, apesar de todas as reclamações dos pilotos sobre a moto da montadora nos últimos dias.Vencedor do GP de San Marino na semana passada, Franco Morbidelli assumiu a liderança no início da sessão, mas logo foi superado por Pol Espargaró e a KTM. Os dois ficaram trocando voltas rápidas em parte do treino.

“ O contrato com a Petronas está finalizado, vou assiná - lo nas próximas horas. Faremos o anúncio neste fim de semana ”, disse Rossi . O italiano deixará a Yamaha após 14 temporadas e quatro títulos da MotoGP com a equipe japonesa. Na atual temporada da categoria, Rossi é o nono colocado da

Depois de meses de discussões, com o objetivo de tentar ter uma F1 mais próxima e mais empolgante em 2021 , o presidente da FIA, Jean Todt revelou que O CEO da F1, Chase Carey, estava cético de que todas as equipes ficariam felizes com cada elemento, e esperava que um consenso suficiente

O multicampeão da MotoGP será substituído por Fabio Quartararo, que corre atualmente na Petronas, em 2021. O francês assinou um contrato de duas temporadas para ocupar a vaga do italiano na equipe oficial da Yamaha.

Leia também:

Confira os horários e como assistir a MotoGP em BarcelonaMotoGP: Quartararo diz que será difícil de vencer corridas se Yamaha não estiver na frenteMárquez diz que esperava mais de Quartararo e Dovizioso: "É difícil de entender"

A montadora havia confirmado à época que daria total apoio da fábrica a Rossi caso ele decidisse continuar, oferecendo a ele uma das vagas na Petronas. O plano original do piloto era esperar as primeiras corridas da temporada se ele seguiria competitivo o suficiente para seguir na MotoGP, mas a pandemia atrapalhou seu planejamento.

MotoGP: Viñales vence GP da Emilia Romagna que "caiu no colo" após queda de Bagnaia

  MotoGP: Viñales vence GP da Emilia Romagna que Etapa é a segunda de uma rodada tripla que será concluída na próxima semana no circuito de Barcelona A MotoGP atingiu a metade de sua temporada 2020 neste domingo, com o GP da Emilia Romagna, sétima prova de 14 programadas. E em uma corrida em que Maverick Viñales e a Yamaha largaram na pole, o espanhol viu a vitória cair no seu colo após a queda de Francesco Bagnaia, que havia assumido a ponta no início da prova.No treino classificatório do sábado, Viñales conquistou mais uma vez a pole position em Misano, apesar de não ter feito a volta mais rápida da sessão.

Calendário Completo de Corridas de MotoGP para 2020. Confira todos os horários e onde acompanhar as corridas de MotoGP . Ano Tipo de evento. 2020. Corridas do campeonato.

Nesta semana , Hamilton foi eleito pela revista "Time" como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2020. Alonso explica por que decidiu voltar a correr na Fórmula 1 em 2021 : " Eu preciso de um volante". Espanhol assinou contrato com a Renault e retornará depois de duas temporadas

No início da temporada, em julho, Rossi disse ter 99% de certeza de que seguiria no Mundial com a Petronas, mas o anúncio oficial não aconteceu até o momento por dois problemas: a produção de um contrato em três partes (Rossi, Yamaha e Petronas), além do debate sobre quais membros da equipe de Valentino poderiam se juntar à ele no próximo ano.

Perguntado nesta quinta sobre a situação do contrato, Rossi admitiu que ainda há "algo para resolver", mas que espera pôr um fim a tudo logo.

"Como eu disse na semana passada, tentamos assinar entre as provas de Misano, quando arrumamos tudo. A situação é clara: eu vou correr com a Petronas no próximo ano. O problema é o contrato. Há algo para resolver".

"Mas não estamos com pressa porque já temos o acordo. Acho que neste fim de semana assinarei o contrato e estou muito feliz de seguir no próximo ano com a Yamaha e a Petronas".

quais detalhes precisam ser finalizados, ele disse: "Primeiro, para mim, na MotoGP acabamos assinando contratos muito cedo. Muitas vezes você começa a pensar na temporada seguinte antes de pensar na atual".

Rossi fecha acordo com SRT Yamaha, mas sem assinatura: “Não temos pressa”

  Rossi fecha acordo com SRT Yamaha, mas sem assinatura: “Não temos pressa” O multicampeão contou que os detalhes do contrato para 2021 foram discutidos em Misano, mas o vínculo ainda não foi assinado. O italiano não conseguiu assegurar a transferência de todos seus mecânicosRossi faz em 2020 a última temporada com o time de fábrica da Yamaha, já que será substituído por Fabio Quartararo no próximo ano. Assim, vai descer para a equipe satélite, mas ainda contando com apoio integral da casa de Iwata.

Contrato de adesão. Copyright. Politica de confidencialidade. A Indy finalmente iniciará a temporada 2020 neste fim de semana , no Texas Motor Speedway, com três meses de atraso, por Uma série de medidas foram tomadas para voltar a correr . Sem público, infelizmente, mas vamos dar a Horner afirma que "pouca coisa" separa Hamilton de Verstappen: "São os dois melhores pilotos da F1".

Questionada sobre ausência de amistosos pela pandemia, técnica garante que CBF tem plano para manter trabalho. Agora, tivemos a chance de ver e avaliar as jogadoras que atuam no Brasil, e esperamos que nos próximos momentos tenhamos a chance de contar com as jogadoras que atuam

"Acho que, dia a dia, passo a passo, todo mundo assina mais cedo, mais até que na Fórmula 1. Então eu já tenho o acordo com a Yamaha e a Petronas, já falamos em Jerez, mas como estamos ok, não vamos correr com as coisas".

"É um contrato importante, então temos coisas para consertar: lado técnico, moto e a equipe, porque acho que algumas pessoas virão comigo e outras irão com Quartararo. Mas, em geral, não temos pressa. Chegamos até aqui e estou feliz".

Rossi confirmou que o chefe de sua equipe David Muñoz, o engenheiro de dados Matteo Flamigni e o analista de performance Idalio Manuel Davira se unirão a ele na SRT, mas seus mecânicos de longa data Brent Stephens e Alex Briggs não.

"Eu lamento muito, especialmente por Alex e Brent porque eles queriam seguir comigo. Alex sempre me disse que seguiria no esporte enquanto eu estivesse nas pistas, e que ele pararia junto comigo".

"Brent disse mais ou menos o mesmo. Será triste não tê-los ao lado em 2021 e talvez não fazermos a última corrida juntos. Estou triste por isso. Eu tentei, mas a Petronas disse que já tinha pessoas fazendo isso lá, então não seria possível trazê-los".

Ducati adia anúncio de pilotos para 2021 e brinca: “Palco livre para Rossi”

  Ducati adia anúncio de pilotos para 2021 e brinca: “Palco livre para Rossi” Paolo Ciabatti afirmou que a formação das equipes da Ducati para a temporada 2021 será anunciada apenas na semana que vem. Dirigente adiantou o acerto com Jorge MartínAté agora, a única certeza no time de Borgo Panigale é que Jack Miller vai defender a equipe de fábrica. O posto de Andrea Dovizioso, porém, é disputado por Francesco Bagnaia e Johann Zarco, que já reconheceu que o italiano fez mais para garantir o espaço.

A coragem de cada um de nós em saber esperar , com comprometimento e responsabilidade. Não consigo me lembrar de um final de semana de corrida que eu estivesse mais animado que esse - mas o cancelamento foi O contrato da Dorna obriga a empresa a fazer um mínimo de 13 provas.

Faltando nove voltas para o final da corrida , os espanhóis travaram um duelo sensacional, com Viñales mostrando muita consistência na defesa da primeira colocação, terminando com méritos no degrau mais alto do pódio. Esta foi a primeira vitória de Viñales nesta temporada.

"Eu terei Matto, David e Idalio, mas lamento não ter Alex e Brent, porque quando eu entro na garagem é como se eu estivesse em casa. Eles não são mecânicos, são membros da minha família, porque trabalhamos juntos há 20 anos".

TELEMETRIA: Novo CEO da F1, frustração para Max e Vettel comparado a Schumi; Rico Penteado comenta

PODCAST: Qual é o limite de Max Verstappen na Red Bull?

Your browser does not support the audio element.

MotoGP: Quartararo vence GP da Catalunha e reassume liderança; Suzuki mostra força completando o pódio .
Prova teve primeira fila da Yamaha, com Morbidelli, Quartararo e Rossi Depois de um treino classificatório da MotoGP em Barcelona no qual as Yamahas dominaram e formaram a primeira fila, a corrida do domingo foi movimentada e mostrou a força que a Suzuki tem em ritmo de prova. Mas, no final, a vitória ficou com Fabio Quartararo.No sábado, Franco Morbidelli garantiu a pole e Quartararo fechou uma dobradinha da equipe Petronas, com Valentino Rossi fechando a primeira fila. A Yamaha só não fez o Top 4 porque Jack Miller se colocou na frente de Maverick Viñales.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!