Esportes: Justiça condena Bruno por falta grave e ele pode ser transferido para presídio de BH - PressFrom - Brasil

EsportesJustiça condena Bruno por falta grave e ele pode ser transferido para presídio de BH

18:26  12 fevereiro  2019
18:26  12 fevereiro  2019 Fonte:   lance.com.br

Marcola é transferido para presídio federal

Marcola é transferido para presídio federal Marcola é transferido para presídio federal

De acordo com informações divulgadas pelo "Estado de Minas", o ex-goleiro foi condenado na segunda-feira pela Justiça por falta grave , ao ser Caso a condenação se confirme, Bruno não só tende a ter seu direito a progressão de pena a partir de 2023, como também pode ser transferido

Ex-goleiro é condenado por estar na companhia de mulheres, usando celular e com bebida alcoólica em horário de trabalho. Progressão de pena pode ocorrer só em 2023.

Justiça condena Bruno por falta grave e ele pode ser transferido para presídio de BH© Fornecido por Areté Editorial S.A. Bruno também perderá direito de trabalho externo (Foto: Alex de Jesus)

A situação de Bruno Fernandes da Dores voltou a se complicar. De acordo com informações divulgadas pelo "Estado de Minas", o ex-goleiro foi condenado na segunda-feira pela Justiça por falta grave, ao ser visto na companhia de mulheres e com bebida alcoólica, após marcar um encontro por celular na associação na qual também fazia alguns trabalhos, em Varginha (MG).

Caso a condenação se confirme, Bruno não só tende a ter seu direito a progressão de pena a partir de 2023, como também pode ser transferido novamente para o presídio de Belo Horizonte, onde declarou possuir residência. Além disto, perderá o direito do trabalho externo. A defesa do ex-goleiro informou que irá recorrer.

Justiça condena vereador de São Paulo por danos morais

Justiça condena vereador de São Paulo por danos morais Justiça condena vereador de São Paulo por danos morais

Ex-goleiro é condenado por estar na companhia de mulheres, usando celular e com bebida alcoólica em horário de trabalho. Caso a condenação se confirme, Bruno não só tende a ter seu direito a progressão de pena a partir de 2023, como também pode ser transferido novamente para o

O ex-goleiro Bruno Fernandes da Dores se complicou por causa de uma falta grave e , de acordo com o ‘Jornal Estado de Minas’, ele poderá ser transferido para um presídio em Belo Horizonte. Outra penalidade que pode ser aplicada neste caso é ele não ter mais direito a sair para trabalhar

A denúncia ocorreu em 18 de outubro de 2018, em uma reportagem da TV Alterosa. Bruno estava em um bar da Associação de Esportes, próxima à Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac), no horário em que, a princípio, deveria trabalhar. Ao seu lado, estavam mulheres e, na mesa, havia uma lata de cerveja.

Embora Bruno tenha sido absolvido no Processo Administrativo Disciplinar (PAD) interno do presído, o juiz Tarciso Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Varginha, reapreciou o caso a pedido do Ministério Público. De acordo com o juiz, "o simples fato de utilizar aparelho celular, para a finalidade de marcar encontro com pessoa que não faz parte da família, bem como estar, na companhia de pessoas, sejam homens ou mulheres, que não guardam relação com o local em que prestava trabalho externo, estando o reeducando em cumprimento de regime fechado, por si só já configura falta grave".

Justiça do Chile condena seis por assassinato de ex-presidente

Justiça do Chile condena seis por assassinato de ex-presidente Entre os condenados estão quatro médicos que atenderam ex-presidente Eduardo Frei e um ex-funcionário da polícia política do ditador Augusto Pinochet.

Justiça condena Bruno por falta grave e ele pode ser transferido para presídio de BH . Justiça de Goiás nega habeas corpus a João de Deus. Um dos sobreviventes do incêndio no Flamengo, Cauan recebe alta.

Goleiro Bruno é condenado por falta grave e só deve ter direito a progressão em 2023.

ENTENDA O CASO

Preso desde 7 de julho de 2010, sob acusação de de envolvimento no desaparecimento da modelo Eliza Samudio, Bruno foi julgado em 8 de março de 2013. O goleiro recebeu a pena de 22 anos e três meses de prisão por sequestro, assassinato e ocultação de cadáver da modelo. Além disto, foi configurado sequestro e cárcere privado do filho Bruninho, de quem não tinha reconhecido a paternidade.

Mesmo sendo condenado, Bruno ficou preso enquanto aguardava o julgamento do recurso da defesa ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG). Em fevereiro de 2017, o ministro do STF, Marco Aurélio de Mello, chegou a determinar sua soltura.

Após deixar a cadeia, o goleiro foi contratado pelo Boa Esporte, em acerto que rendeu a fuga de patrocinadores do clube. Sua trajetória durou cinco partidas no Hexagonal Final do Módulo II do Campeonato Mineiro. Porém, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitou ao Supremo Tribunal a revogação do habeas corpus.

O STF, por três votos a um, exigiu que Bruno voltasse imediatamente para a cadeia. Atualmente, ele cumpre pena em Varginha, conforme autorizado pelo TJ-MG. Além disto, recebeu autorização em agosto de 2017 para dar aulas de futebol a crianças e adolescentes no Núcleo de Capacitação para a Paz (Nucap)

Sérgio Moro diz que caso 'Lula pertence ao passado'.
Sérgio Moro diz que caso 'Lula pertence ao passado'

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
Isto é interessante!