Esportes Sou do Esporte lança camp de imersão focado na formação de atletas profissionais e gestores

01:10  05 maio  2021
01:10  05 maio  2021 Fonte:   lance.com.br

Médicos veterinários reclamam por não receberem vacina contra a COVID-19

  Médicos veterinários reclamam por não receberem vacina contra a COVID-19 Profissionais que trabalham com cães e gatos foram excluídos do grupo prioritário na capital mineira

A Sou do Esporte lançou nesta semana o SDE Performance Camp & Academy, um camp focado na formação de atletas profissionais e gestores esportivos que será realizado na cidade de Arujá, no interior de São Paulo, entre os dias 11 e 18 de julho. Em formato de imersão, a primeira edição do Camp irá contemplar as modalidades de basquete, karatê, futebol feminino e, de forma inédita, os esportes eletrônicos.

SDE Performance Camp & Academy será no interior de São Paulo, em julho (Foto: Divulgação/Sou do Esporte) © Fornecido por LANCE! SDE Performance Camp & Academy será no interior de São Paulo, em julho (Foto: Divulgação/Sou do Esporte)

TABELA

> Veja classificação e simulador da Europa League clicando aqui

GALERIA

> Final da Europa League com torcida? Veja como anda a liberação de público

Ex-recrutador do Facebook diz que empresa prejudica candidatos não brancos

  Ex-recrutador do Facebook diz que empresa prejudica candidatos não brancos A rede social anunciou metas ambiciosas de diversidade após a morte de George Floyd, mas a realidade é bem menos animadoraOito meses depois, em agosto de 2020, Lindsey participou de uma reunião virtual para discutir a meta da empresa de contratar mais engenheiros negros. Na reunião, um gestor branco colocou para tocar ao fundo uma música do rapper Drake cujo refrão repete a frase "Where the [n-word]s be at?" (Onde estão os pretos?), cinco vezes, de acordo com vídeos do incidente analisados pelo Washington Post.

O SDE Performance Camp & Academy tem como missão potencializar a renovação de atletas em clubes e seleções, fortalecendo o esporte como ferramenta de cidadania plena. Para os gestores esportivos, o formato de workshop e cases diários abordando diversas temáticas da gestão de forma teórica e prática será o diferencial.

- A ideia do SDE Performance Camp & Academy é ser o melhor programa de curta e média duração de desenvolvimento de jovens atletas e de treinadores de equipes juniores do Brasil, fortalecendo pilares de treinamento para performance, autocuidado e autocontrole, trabalho em equipe e o esporte para a vida. Para os gestores, vamos oferecer um conteúdo diferenciado de cases de gestão para que lado acadêmico se aproxime da realidade profissional - afirmou Fabiana Bentes, CEO da Sou do Esporte.

Lisboa-Hamburgo: Lugares de memórias (pós-)coloniais

  Lisboa-Hamburgo: Lugares de memórias (pós-)coloniais Memória pós-colonial com representação em Lisboa e Hamburgo está a ser debatida em Portugal. No caso português, o objetivo, entre outros, é destacar marcas históricas da presença africana, bem como a luta anti-colonial. © DW/J. Carlos Foto ilusrativa Integrado num ciclo de debates online - que começou quarta-feira (05.05) e termina sexta-feira (07.05) - vários convidados, entre investigadores, ativistas e jornalistas, estão a contribuir com a sua reflexão sobre a importância das memórias pós-coloniais nas cidades de Lisboa e Hamburgo.

Focado exclusivamente em jovens atletas dentre 14 e 17 anos, que estejam competindo em escolas ou clubes, o camp tem como objetivo potencializar esses talentos em suas habilidades dentro e fora do ambiente esportivo, preparando-os para o esporte profissional, bem como compreender o esporte como alicerce para a vida toda.

Ao todo serão 85 atletas no ciclo de uma semana, com programação inédita e exclusiva que abrange desde orientação nutricional, psicológica, educação financeira e empreendedorismo, aptidão física e técnica visando, inclusive, oportunidades de bolsas fora do país. Ao longo de sete dias, os jovens atletas terão um extenso programa de desenvolvimento e preparação, com as modalidades divididas por mentorias.

40% das cidades não têm condições ideais para conservar vacinas

  40% das cidades não têm condições ideais para conservar vacinas Estudo entrevista 5. 569 municípios. Geladeira é item que mais faltaA pesquisa feita pelo Instituto Locomotiva em parceria com o grupo Unidos pela Vacina aponta problemas de infraestrutura e falta de equipamentos na implementação do PNI (Programa Nacional de Imunização).

O basquete, por exemplo, terá como mentor David Eduardo Pelosini, técnico do Esporte Clube Pinheiros, o futebol feminino terá mentoria do ex-técnico Renê Simões e o karatê a mentoria do Mestre Geraldo de Paula, 6ºDan e uma referência na modalidade.

Serão realizadas ainda diversas palestras, como a de Nalbert Bitencourt, campeão olímpico de vôlei, Isabel Swan, medalhista olímpica de Vela, Daniel Gregg, ex-jogador da Seleção Brasileira de Rúgbi, Priscilla Cachoeira, lutadora de MMA e atleta do UFC, além de Magic Paula, campeã mundial de basquete, e Mauro Silva, titular na Seleção Brasileira tetracampeã mundial de futebol.

Depois de se inscreverem, os candidatos passarão por um processo seletivo, que analisará o nível de performance dos jovens atletas para o preenchimento das vagas após as entrevistas. O custo do camp para os selecionados será em torno de R$ 5.800,00. Além de transporte, treinamentos técnicos, cursos e palestras, estarão inclusos refeições e estadia, material esportivo, vestuário, funhouse, churrasco, premiação e diplomas, consulta e acompanhamento com nutricionista e psicólogo, durante todo o período.

Pode haver punição por atraso de 2ª dose de vacina anticovid, diz Lewandowski

  Pode haver punição por atraso de 2ª dose de vacina anticovid, diz Lewandowski Pena por improbidade administrativa. Ordem de vacinação deve ser mantida. Mudanças apenas por critérios técnicosO magistrado alertou que os gestores podem ser responsabilizados no caso de falta da 2ª dose da vacina em função de mudanças feitas no calendário de vacinação.

Vale reforçar que todos os participantes terão que apresentar exames PCR de COVID-19 negativos, além de seguir todos os protocolos de segurança exigidos pelas autoridades competentes, como o uso de máscara e álcool gel.

- Nesta primeira edição do SDE Performance Camp & Academy, decidimos trazer modalidades coletivas e individuais, bem como uma exclusiva para meninas. Também fomos pioneiros ao criar o primeiro camp do Brasil com esportes eletrônicos, de forma inédita associada a outros esportes tradicionais. Optamos em oferecer o Free Fire, por essa ser a modalidade mais democrática do e-sport em termos de acesso e oportunidade para todos, já que pode ser jogada no celular. Com mais jovens tendo acesso ao esporte eletrônico, nossa preocupação é promover o desenvolvimento saudável dos jogadores trazendo temas como a rotina de um atleta e a importância de planejamento do dia a dia, horários de treinos, alimentação, atividade física e repouso. Futuras edições do camp trarão outras modalidades como CS:GO, DOTA 2, LOL e Rainbow Six Siege - completou Fabiana.

É importante destacar que o camp da Sou do Esporte irá oferecer duas bolsas integrais para cada modalidade esportiva para atletas de comunidades vulneráveis, além de trazer treinadores de favelas de cada modalidade que serão remunerados e capacitados pelo Performance Camp.

Sobre a escolha do local de realização, a Perfect Liberty, em Arujá, é uma instituição de origem japonesa, que já foi palco de competições esportivas e de treinamento em formato de imersão do handebol e do basquete. Com infraestrutura completa de alojamento, áreas esportivas, amplo refeitório e auditório, é extremamente segura e envolvida pela natureza com uma enorme área ao ar livre.

- A escolha do local foi criteriosa, o formato de imersão /bolha, e também de garantia de distanciamento social em auditório e refeitório, por exemplo, foi fundamental. E como estaremos numa instituição japonesa, já estaremos em clima de Jogos Olímpicos de Tóquio - concluiu Fabiana Bentes.

Lutadoras aderem à febre de venda de conteúdos exclusivos durante pandemia .
Assim como a maioria esmagadora das atividades profissionais, as competições de esportes de combate sofreram um baque com o anúncio da pandemia de COVID-19 pela OMS (Organização Mundial de Saúde) em março do ano passado. Com eventos cancelados, temporadas interrompidas ou adiadas indefinidamente, demissões em massa, e todas as incertezas provocadas pela crise mundial de []Se por um lado a pandemia trouxe incertezas e dificuldades, por outro, o isolamento forçado das pessoas em suas casas e o fechamento de serviços não essenciais mostrou definitivamente que o futuro, ou melhor o presente, se encontra na internet, mais especificamente na produção de conteúdo para a 'world wide web'.

usr: 1
Isto é interessante!