Esportes: Caramuru: outra reclamação de calote no vôlei brasileiro - PressFrom - Brasil

EsportesCaramuru: outra reclamação de calote no vôlei brasileiro

22:02  19 agosto  2019
22:02  19 agosto  2019 Fonte:   lance.com.br

Sem clube, Richarlyson volta a jogar vôlei no interior de SP

Sem clube, Richarlyson volta a jogar vôlei no interior de SP Sem clube, Richarlyson volta a jogar vôlei no interior de SP

Caramuru: outra reclamação de calote no vôlei brasileiro© Fornecido por Areté Editorial S.A. Duelo entre Corinthians e Caramuru (José Tramontin/Caramuru)

Atletas e integrantes da comissão técnica do Caramuru, integrante da elite masculina do vôlei na temporada passada, também reclamaram de falta de pagamento e insatisfação com a inscrição do time paranaense na próxima Superliga C.

Segunda a nota divulgada por eles, as dívidas chegaram a cinco meses de salários. Para a surpresa dos atletas e integrantes da comissão técnica, Caramuru apareceu como um dos inscritos na próxima edição da terceira divisão nacional, mesmo sem o documento de comprovação do cumprimento do fair play financeiro, item do regulamento da Superliga.

Seleção masculina de vôlei estreia nesta sexta-feira no Pré-Olímpico

Seleção masculina de vôlei estreia nesta sexta-feira no Pré-Olímpico Seleção masculina de vôlei estreia nesta sexta-feira no Pré-Olímpico

Veja abaixo a nota de repúdio assinada por Victor Hilllmann Despindola, que chegou a comandar o Caramuru Vôlei na temporada 2018/2019:

"Fui atleta e membro da comissão técnica da Associação Caramuru Vôlei na temporada 2018/2019. A Superliga e a temporada acabaram sem que eu recebesse meus salários.

Ao final de toda a temporada, nós, atletas, comissão técnica e clube, tentamos firmar um acordo pacífico e legal entre as partes, num denominado termo de confissão de dívida, pois as dívidas chegaram na média de 5 meses de salário para cada integrante (aproximadamente 50% de todo o contrato), alguns mais, alguns menos. Porém, ao entrar em contato com todos os integrantes do elenco, percebemos que o documento de alguns foi assinado e o de outros não. Os representantes do clube simplesmente sumiram, não retornaram mais os e-mails e não sabemos o que vai acontecer.

Brasil sofre virada inacreditável e disputará o bronze no vôlei feminino

Brasil sofre virada inacreditável e disputará o bronze no vôlei feminino Brasil sofre virada inacreditável e disputará o bronze no vôlei feminino

Estamos aqui para demonstrar nossa indignação perante tudo o que aconteceu, uma vez que cumprimos com muito profissionalismo todas as nossas obrigações como atletas e comissão, levando o nome do clube durante toda a temporada, permitindo à Associação negociar e receber todos os valores e verbas de patrocínio. Por tudo isso, decidimos exercer nossos direitos e não assinar o termo de regularidade financeira de CBV, um termo que todos os clubes devem entregar com a assinatura de todos os atletas e comissão técnica, para poder confirmar a participação na Superliga A 2019/2020 ou Superliga B 2019/2020.

Passaram-se os prazos para a entrega desse documento, causando desistência da equipe em participar da Superliga B, pois havia sido rebaixada.

Acontece que, essa semana, foi confirmada a inscrição da Associação Caramuru Vôlei na Superliga C e, agora, fica uma dúvida do que irá acontecer com todos esses débitos que se encontram atrasados, pois até o momento, somos os únicos prejudicados.

Brasil toma 2 a 0, mas consegue virada espetacular sobre a Bulgária no Pré-Olímpico de vôlei e garante a vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Brasil toma 2 a 0, mas consegue virada espetacular sobre a Bulgária no Pré-Olímpico de vôlei e garante a vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio Brasil toma 2 a 0, mas consegue virada espetacular sobre a Bulgária no Pré-Olímpico de vôlei e garante a vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Sendo assim, a CBV é o único órgão que poderia condenar e coibir essa prática de forçar a equipe a cumprir o pagamento dos atletas, sob pena de negar a inscrição da equipe devedora em qualquer competição organizada por ela, e assim colaborar com a evolução e o profissionalismo no voleibol nacional"

Na semana passada, outro caso parecido sacudiu o vôlei nacional. A CBV permitiu a inscrição do América/Montes Claros na Superliga mesmo com dívidas do Corinthians/Guarulhos, time que utilizou a vaga dos mineiros na temporada passada e não pagou todos os salários. Montes Claros se aproveitou de uma brecha no regulamento, entrando na justiça contra os atletas e integrantes da comissão técnica que ficaram sem receber. O caso culminou com a renúncia da Comissão de Atletas da CBV, insatisfeita com a decisão da entidade.

Vídeo: Dani Alves avalia estreia e fala sobre nova posição (ESPN)

Palmeiras fará reunião para resolver reclamação de visitantes no Allianz

Palmeiras fará reunião para resolver reclamação de visitantes no Allianz Palmeiras fará reunião para resolver reclamação de visitantes no Allianz

Brasil bate a Colômbia e conquista o Sul-Americano de vôlei feminino.
Brasil bate a Colômbia e conquista o Sul-Americano de vôlei feminino

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 0
Isto é interessante!