Esportes: Bolsonaro diz que não pretende acabar com estabilidade de servidor - - PressFrom - Brasil

Esportes Bolsonaro diz que não pretende acabar com estabilidade de servidor

18:56  07 outubro  2019
18:56  07 outubro  2019 Fonte:   msn.com

Rejeição a governo Bolsonaro vai a 34%; aprovação é de 31%

  Rejeição a governo Bolsonaro vai a 34%; aprovação é de 31% Rejeição a governo Bolsonaro vai a 34%; aprovação é de 31%O levantamento divulgado nesta 4ª feira (25.set.2019) mostra estabilidade quando comparado com a pesquisa anterior, de 27 de junho. Na época, Bolsonaro tinha 32% de aprovação e 32% de reprovação. Todas as variações ficaram dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais.

Às vezes, isso pode acontecer se você tiver problemas de conexão com a Internet ou estiver executando software/plug-ins que afetem o tráfego Ref 1: f0fca302-ad66-4ce3-bbe9-55551d738778 Ref 2: 000000 Ref 3: Sun, 27 Oct 2019 10:03:10 GMT. SECURITY WARNING: Please treat the URL

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje que “nunca falou” em dar fim à estabilidade do servidor público, durante as discussões do governo sobre a reforma administrativa ainda em elaboração. “ De novo, hoje, capa do Correio Braziliense dizendo que vou acabar com a estabilidade do servidor .

Jair Bolsonaro: © Marcos Corrêa/PR/Flickr Jair Bolsonaro:

São Paulo — O presidente Jair Bolsonaro disse hoje que “nunca falou” em dar fim à estabilidade do servidor público, durante as discussões do governo sobre a reforma administrativa ainda em elaboração. A afirmação, feita hoje (6) na saída do Palácio do Alvorada, foi em resposta a uma matéria publicada pelo jornal Correio Braziliense. De acordo com o jornal, a proposta de reforma administrativa a ser enviada ao Congresso Nacionalprevia tal medida.

Bolsonaro criticou também uma outra reportagem – da Folha de S. Paulo – envolvendo o presidente em um suposto caso de Caixa 2 durante as campanhas eleitorais. O presidente classificou as reportagens como “covardia e patifaria”. Ao deixar o Alvorada, Bolsonaro conversou com alguns simpatizantes.

Bolsonaro volta a negar ligação com candidaturas-laranjas e critica imprensa

  Bolsonaro volta a negar ligação com candidaturas-laranjas e critica imprensa Bolsonaro volta a negar ligação com candidaturas-laranjas e critica imprensaApós cumprimentar apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro se direcionou a jornalistas que estavam no local e criticou a imprensa, chamando de "patifaria" e "covardia" uma reportagem do jornal Correio Braziliense segundo a qual o governo estuda acabar com a estabilidade dos servidores federais como parte de uma nova reforma administrativa.

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje que “nunca falou” em dar fim à estabilidade do servidor público, durante as discussões do governo sobre a reforma administrativa ainda em elaboração. “ De novo, hoje, capa do Correio Braziliense dizendo que vou acabar com a estabilidade do servidor .

Bolsonaro diz que não pretende acabar com estabilidade de servidor . Governo quer mexer em carreira e estabilidade de servidor ; o que pode mudar. Tendo em vista a posse da nova Diretoria da Associação dos Servidores do Fundo Nacional de

“De novo, hoje, capa do Correio Braziliense dizendo que vou acabar com a estabilidade do servidor. Não dá para continuar com tanta patifaria por parte de vocês. Isso é covardia e patifaria. Nunca falei nesse assunto. Querem jogar o servidor contra mim”, disse o presidente.

Reforma administrativa

Defendida pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e pela equipe econômica, a reforma administrativa a ser proposta pelo governo Bolsonaro deve reduzir alguns benefícios dos servidores públicos federais, mas Maia já se disse contra a mexer em direitos dos servidores que já foram empossados. A ideia seria “para frente”.

__________________________________

MPF denuncia servidor da Receita por acessar dados sigilosos de Bolsonaro .
MPF denuncia servidor da Receita por acessar dados sigilosos de BolsonaroO servidor é agente administrativo na agência de Cachoeiro de Itapemirim (ES). Segundo a denúncia do MPF-ES, em 30 de outubro de 2018, ele teria acessado, sem motivos, as informações fiscais do presidente. A conduta foi descoberta pela Corregedoria da Receita Federal.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 3
Isto é interessante!