Esportes Julgamento de Peres e possível retorno de Rollo: Santos tem sexta decisiva politicamente

13:50  08 novembro  2019
13:50  08 novembro  2019 Fonte:   gazetaesportiva.com

Sindicato convoca greve na Lufthansa

  Sindicato convoca greve na Lufthansa O sindicato UFO dos funcionários de cabines da companhia aérea Lufthansa convocou uma greve de 48 horas na Alemanha, quinta-feira e sexta-feira, para exigir melhores condições de trabalho e salários mais altos. “Como na greve anterior [em 20 de outubro], todo o grupo está afetado”, afirmou UFO. A Lufthansa, que levou o sindicato a julgamento por considerar que não é representativo, condenou a greve e disse no Twitter que não descarta “uma ação judicial” O sindicato UFO dos funcionários de cabines da companhia aérea Lufthansa convocou uma greve de 48 horas na Alemanha, quinta-feira e sexta-feira, para exigir melhores condições de trabalho e salários mais altos.

  Julgamento de Peres e possível retorno de Rollo: Santos tem sexta decisiva politicamente © Fornecido por Fundação Cásper Líbero

Essa sexta-feira será decisiva no âmbito político para o Santos. O presidente José Carlos Peres será julgado pelo STJD, no Rio de Janeiro. O vice Orlando Rollo pode retomar a função após licença.

Peres foi enquadrado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva depois de questionar a utilização do árbitro de vídeo e supor favorecimento ao Flamengo. A pena é de 15 a 180 dias.

Enquanto isso, Rollo deve ser notificado pelo Conselho Deliberativo sobre a “liberação” para voltar ao dia a dia do Peixe. Dessa forma, pode retornar já como presidente em exercício se José Carlos Peres receber o provável gancho.

Peres é punido por STJD após afirmar que VAR ajuda o Flamengo

  Peres é punido por STJD após afirmar que VAR ajuda o Flamengo Peres é punido por STJD após afirmar que VAR ajuda o FlamengoPeres tentou argumentar e disse que estava arrependido pela declaração. Além disso, citou que sua frase foi tirada do contexto.

Orlando Rollo pediu licença do cargo em janeiro deste ano. Uma das justificativas foi discordar de uma portaria do presidente José Carlos Peres, limitando suas funções em setembro de 2018.

A Comissão de Inquérito e Sindicância avaliou o caso e declarou a portaria como ilegal, descumprindo o Estatuto Social. A punição sugerida foi de advertência. O Conselho não aprovou e pediu para a CIS reavaliar por causa da ausência de uma defesa por escrito de Peres, dando margem à paralisação do processo via liminar.

Baseado no parecer da comissão, a portaria de Peres foi cassada, as obrigações previstas no estatuto foram restituídas, assim como o acesso ilimitado ao clube e a documentos, além do desbloqueio do e-mail corporativo.

STJD concede efeito suspensivo ao presidente Peres, do Santos .
STJD concede efeito suspensivo ao presidente Peres, do SantosPeres entrou com uma solicitação no Tribunal Superior de Justiça Desportiva na última segunda-feira alegando que o clube, na sua ausência, virou uma bagunça. Vale lembrar que o vice Orlando Rollo teria supostamente invadido a Vila Belmiro com um grupo de 20 a 30 pessoas buscando documentações e se intitulando presidente em exercício.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 0
Isto é interessante!