Esportes Clássico ucraniano tem ofensas racistas contra brasileiros do Shakhtar; Dentinho e Taison se revoltam e choram

20:10  10 novembro  2019
20:10  10 novembro  2019 Fonte:   espn.com.br

Embaixador dos EUA admite pressão sobre ucranianos

  Embaixador dos EUA admite pressão sobre ucranianos Representante americano na União Europeia muda depoimento e agora afirma que pacote de ajuda para a Ucrânia só seria liberado se Kiev concordasse em investigar rival de Trump. © picture-alliance/AP Photo/J. S. Applewhite O embaixador dos Estados Unidos na União Europeia, Gordon Sondland (centro) O embaixador dos Estados Unidos na União Europeia, Gordon Sondland, admitiu nesta terça-feira (05/11) ter dito a um conselheiro do governo americano que a Casa Branca não iria conceder um pacote de ajuda militar até que o país europeu prometesse investigar políticos do Partido Democrata, incluindo o ex-vice-presidente Joe Biden.

O clássico ucraniano entre Shakhtar Donetsk e Dínamo de Kiev foi marcado por mais um caso de racismo, desta vez por parte da torcida visitante contra os brasileiros Ofensas racistas da torcida do Dynamo de Kiev contra jogadores do Shakhtar , Taison e Dentinho . pic.twitter.com/WLM1hR462K.

Durante o maior clássico da Ucrânia, os brasileiros Taison e Dentinho , do Shakhtar Donetsk, foram alvo de Dentinho também se manifestou depois de sofrer ofensas racistas no clássico , o Essas cenas não saem da minha cabeça. Não consegui dormir e já chorei muito. Sabe o que eu senti

Taison chora após ofensas racistas da torcida do Dynamo de Kiev© Reprodução Taison chora após ofensas racistas da torcida do Dynamo de Kiev

O clássico ucraniano entre Shakhtar Donetsk e Dínamo de Kiev foi marcado por mais um caso de racismo, desta vez por parte da torcida visitante contra os brasileiros Dentinho e Taison.

A partida acontecia no Metalist, estádio do Shakhtar, e a torcida visitante e rival estava em bem menor número.

Como resposta aos insultos, Taison mostrou o dedo do meio e chutou a bola em direção aos torcedores rivais. O árbitro da partida escutou o que estava acontecendo e chamou os jogadores para deixarem o campo.

Todos os jogadores do Shakhtar estavam deixando o campo, os brasileiros, inclusive, choravam com a situação após o estresse inicial.

Embaixador dos EUA admite pressão sobre ucranianos

  Embaixador dos EUA admite pressão sobre ucranianos Pacote de ajuda estava sob condição. Pedido para investigar rival de TrumpA admissão foi feita em um depoimento completar prestado por Sondland no âmbito do inquérito de impeachment que tramita contra o presidente Donald Trump. Inicialmente, ele havia afirmado desconhecer qualquer relação entre a verba congelada e algum pedido de investigação.

Brasileiros sofreram preconceito da torcida do Dinamo Kiev em clássico ucraniano neste domingo. Neste domingo, no clássico entre Shakhtar Donetsk e Dinamo Kiev, os brasileiros Taison e Dentinho foram alvos da torcida do Kiev, que imitaram sons de macaco contra os atacantes.

O clássico do Campeonato Ucraniano entre Shakhtar Donetsk e Dínamo de Kiev, no último domingo, foi marcado por casos de racismo endereçados aos brasileiros Dentinho e Taison . Os dois deixaram o gramado chorando e se pronunciaram em suas redes sociais após o ocorrido.

Jogadores do Dynamo se dirigiram à torcida para pedir que parassem e o jogo pudesse recomeçar.

No entanto, por ter mostrado o dedo para a torcida e jogado a bola em sua direção, Taison foi expulso pelo árbitro aos 82 minutos.

O jogo foi retomado dois minutos depois do brasileiro deixar o campo e terminou em vitória para o Shakhtar Donetsk por 1 a 0, com gol de Krystov, e uma vantagem de 13 pontos na liderança do campeonato.

Os jogadores comemoram muito a vitória que terminou com um clima tenso e pressão do Dynamo.

_______________________

Onana, do Ajax, sobre estereótipos racistas: “Alguns clubes não confiam em goleiros negros” .
Onana, goleiro do Ajax, ressaltou as disparidade entre goleiros brancos e negros no futebol Em entrevista ao canal RMC Sport, Onana, do Ajax, sobre estereótipos racistas: “Alguns clubes não confiam em goleiros negros” - Torcedores.com.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 12
Isto é interessante!