Esportes: Hamilton quebra recorde da pista, confirma favoritismo e abre temporada com pole do GP da Austrália - PressFrom - Brasil

EsportesHamilton quebra recorde da pista, confirma favoritismo e abre temporada com pole do GP da Austrália

09:30  16 março  2019
09:30  16 março  2019 Fonte:   grandepremio.com.br

Vettel tem falha elétrica, mas lidera teste final da pré-temporada em Barcelona. Hamilton fica só 0s003 atrás

Vettel tem falha elétrica, mas lidera teste final da pré-temporada em Barcelona. Hamilton fica só 0s003 atrás O #5 manteve a liderança do último dia de testes da pré-temporada 2019 da F1 com a marca de 1min16s221

Confira a classificação do Mundial de Pilotos: Poles . Hamilton quebra recorde da pista , confirma favoritismo e abre temporada com pole do GP da Austrália .

O GP DA HUNGRIA MOSTROU ao mundo que Nico Rosberg não tem mesmo DNA de campeão do mundo. Lewis Hamilton tinha em mente que só teria uma chance para passar o alemão e Hamilton quebra recorde da pista , confirma favoritismo e abre temporada com pole do GP da Austrália .

Lewis Hamilton abriu a temporada 2019 do Mundial de F1 no lugar onde mais está acostumado: na pole-position. O pentacampeão mundial faturou a posição de honra do grid de largada do GP da Austrália, na tarde deste sábado (16) em Melbourne, com direito a recorde da pista de Albert Park e uma performance irretocável, confirmando o favoritismo mostrado nos treinos livres, onde foi imbatível.

Com 1min20s486, Hamilton fez a volta mais rápida de Albert Park, superando Bottas em 0s112. Sebastian Vettel vai abrir a segunda fila com a Ferrari, tendo Max Verstappen, da Red Bull, em quarto, com Charles Leclerc no top-5.

A largada da primeira corrida do campeonato está marcada para 2h10 (horário de Brasília) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Austrália, prova que abre a temporada 2019 do Mundial de F1. Siga tudo aqui.


Saiba como foi o treino classificatório do GP da Austrália


Q1: Leclerc voa no fim; Gasly, Stroll e Sainz caem

A primeira classificação da temporada 2019 começou com todo o favoritismo de Lewis Hamilton, detentor do recorde absoluto de Albert Park com 1min21s164 antes da sessão. Mas quem abriu a tabela de tempos foi outro britânico, Lando Norris, na sua primeira definição do grid de largada na F1 com a McLaren.

Dos candidatos à pole, o primeiro a abrir volta no Q1 foi Sebastian Vettel, calçando pneus médios na sua Ferrari. O alemão marcou 1min23s891. Em seguida, seu novo companheiro de equipe, Charles Leclerc, anotou 1min23s326. Só que Daniil Kvyat, com uma Toro Rosso que começa bem a temporada, virou 0s013 mais rápido, só que com os pneus macios.

Diferente da Ferrari, a Mercedes já mandou seus pilotos para a pista com os pneus macios. Mesmo com tráfego à frente, Hamilton novamente fez um grande tempo com 1min22s681, superado apenas por Valtteri Bottas, que conseguiu uma volta mais limpa e cravou 1min22s658. Logo depois, Vettel melhorou seu tempo com 1min22s885, mas com pneus médios, subindo para terceiro, logo à frente de uma grande marca feita por Sergio Pérez, da Racing Point, somente 0s284 atrás de Bottas, que fez uma volta melhor na sua segunda tentativa: 1min22s377.

Hamilton reclama dos pneus da Pirelli para a temporada 2019 da F1

Hamilton reclama dos pneus da Pirelli para a temporada 2019 da F1 Hamilton reclama dos pneus da Pirelli para a temporada 2019 da F1

Hamilton quebra recorde da pista , confirma favoritismo e abre temporada com pole do GP da Austrália . Bottas surpreende Hamilton na largada e abre temporada com vitória na Austrália . Verstappen vai ao pódio.

Hamilton quebra recorde da pista , confirma favoritismo e abre temporada com pole do GP da Austrália . 03. Red Bull e Honda mandam indireta a Alonso após pódio no GP da Austrália : “Agora podemos lutar”. 05. F1. “Tinha mais ritmo”: Leclerc confirma ordem da Ferrari para não ultrapassar

#iconeimagem Pierre Gasly decepciona e é eliminado no Q1 na estreia pela Red Bull (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

window.uolads.push({ id: "banner-300x250-2-area" });Também com os pneus macios, Max Verstappen subiu para terceiro, 0s499 atrás de Bottas. Só que o finlandês perdeu a primeira posição depois que Hamilton marcou 1min22s043, provando sua força no circuito australiano.

Com os ponteiros praticamente garantidos para o Q2, ficava a expectativa de quem faria companhia á dupla da Williams entre os eliminados no primeiro Q1 da temporada. Antes, no agito final da primeira parte do treino, Leclerc passou a 1min22s017. Antonio Giovinazzi fez grande volta e ficou em quarto, seguido por Daniil Kvyat, Kevin Magnussen, Nico Hülkenberg, Lando Norris, Alexander Albon e Max Verstappen. Caíram, além de George Russell e Robert Kubica, três surpresas: Lance Stroll, Pierre Gasly e Carlos Sainz.

Os 15 primeiros colocados ficaram separados por menos de 1s. Equilíbrio total no Q1 em Melbourne.

Q2: Norris vai ao Q3 na estreia, Hamilton quebra recorde e dupla da Renault eliminada

A segunda parte do treino abriu com Hamilton cravando 1min21s861, levando troco em seguida de Leclerc, 0s122 mais rápido. Aí foi a vez de Bottas se colocar na ponta da tabela com 1min21s241. Mercedes, Ferrari, Mercedes e Ferrari nas quatro primeiras colocações no início do Q2, que tinha Räikkönen em quinto com a Alfa Romeo.

Verstappen tratou de mostrar que a eliminação de Gasly no Q1 foi ocasional e que a Red Bull seguia forte. O holandês subiu para segundo, desbancou Leclerc e virou tempo 0s471 mais lento que Bottas.

Hamilton lidera domínio da Mercedes e termina sexta-feira com melhor tempo na Austrália. Verstappen é 3º

Hamilton lidera domínio da Mercedes e termina sexta-feira com melhor tempo na Austrália. Verstappen é 3º Hamilton lidera domínio da Mercedes e termina sexta-feira com melhor tempo na Austrália. Verstappen é 3º

Hamilton quebra recorde da pista , confirma favoritismo e abre temporada com pole do GP da Austrália . Bottas surpreende Hamilton na largada e abre temporada com vitória na Austrália . Verstappen vai ao pódio.

O desenho da pista garante muitas disputas. Para mim, também é o circuito que traz de volta minhas lembranças de Ayrton [Senna]”, disse o piloto da Mercedes. Hamilton quebra recorde da pista , confirma favoritismo e abre temporada com pole do GP da Austrália .

Hamilton quebra recorde da pista, confirma favoritismo e abre temporada com pole do GP da Austrália© Grande Prêmio F1 2019; GP DA AUSTRÁLIA; MELBOURNE; SEXTA-FEIRA; MERCEDES: LEWIS HAMILTON

#iconeimagem Enquanto Sainz caiu no Q1, Norris brilhou e foi ao Q3 na sua estreia na F1  (Foto: McLaren)

window.uolads.push({ id: "banner-300x250-2-area" });A definição dos dez pilotos que avançaram para o Q3 aconteceu nos dois minutos finais. Foi aí que Hamilton se destacou e cravou o recorde da pista com 1min21s014. Bottas virou volta 0s179 atrás. Verstappen, Leclerc, Grosjean, Vettel, Magnussen, Räikkönen, Norris e Pérez avançaram ao Q3. Ficaram fora Nico Hülkenberg, Daniel Ricciardo, Alexander Albon, Giovinazzi e Kvyat.


Q3: Hamilton confirma pole com volta recorde em duelo com Bottas

Hamilton abriu o Q3 com 1min21s055. Mas a surpresa foi o tempo excepcional feito por Valtteri Bottas, que quebrou o recorde de Albert Park com 1min20s598. Vettel, 0s652 atrás, e Leclerc, em quarto, pareciam bem distantes da pole-position, assim como Verstappen, em quinto.

Ainda restava ao menos uma tentativa de volta rápida para cada um na definição da pole. Mesmo 0s457 atrás de Bottas, Hamilton tinha a pinta de favorito e mostrava ter o melhor carro da sessão. E foi justamente o pentacampeão o primeiro dentre os pilotos a fazer sua volta derradeira.

Na batalha entre os dois pilotos da Mercedes no fim, melhor para Hamilton, que registrou 1min20s486. Bottas chegou a ameaçar com a melhor parcial nos dois primeiros setores da pista, mas perdeu no fim e ficou 0s112 atrás do companheiro de equipe. 1-2 da Mercedes, com Vettel e Verstappen na segunda fila do grid.

Goleada italiana com recorde de Quagliarella.
A Itália confirmou o favoritismo em Parma e passou por cima da fraca seleção de Liechtenstein, vencendo por 6 a 0 em duelo válido pelas Eliminatórias para a próxima Eurocopa. O experiente atacante Fabio Quagliarella foi um dos destaques da partida. Depois de Sensi ter aberto o placar e Verratti ter feito o segundo, o goleador converteu cobrança de pênalti para, aos 36 anos e 54 dias, se tornar o mais velho a marcar pela Azzurra. Ainda no primeiro tempo, Quagliarella teve outra penalidade para cobrar, e converteu para fazer o 4 a 0.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 0
Isto é interessante!