Meio Ambiente: Três espécies de baleias estão em perigo no Canadá - - PressFrom - Brasil

Meio AmbienteTrês espécies de baleias estão em perigo no Canadá

02:10  07 maio  2019
02:10  07 maio  2019 Fonte:   msn.com

Florestas tropicais recuperam rápido cobertura desmatada, mas há perda de espécies

Florestas tropicais recuperam rápido cobertura desmatada, mas há perda de espécies Pesquisadores de todo o mundo relatam recuperação parcial das espécies de árvore em poucas décadas, mas biodiversidade pode estar comprometida Florestas secundárias não substituem as maduras, de acordo com pesquisador. Imagem: George Campos/USP Imagens Um estudo internacional sobre florestas tropicais traz certo otimismo sobre a recuperação de áreas desmatadas. A partir de observações de ecólogos em todo o mundo, foi relatado que as espécies de árvores se regeneram em questão de décadas, formando as chamadas florestas secundárias. A perda de espécies, por outro lado, é inevitável.

Três espécies de baleias , entre elas duas das maiores do mundo, estão ameaçadas no Canadá , segundo relatório de uma agência do governo federal publicado nesta segunda-feira. As baleias Sei (ou boreal), piloto- de -aleta-curta e as bicuda- de -sowerby são consideradas agora “ em perigo em

A baleia -azul pode ser encontrada em todos os oceanos do planeta, embora faça migrações sazonais para fugir a águas mais quentes, já que a sua preferência vai para as águas mais frias e ricas em alimento. Uma baleia adulta desta espécie pode ingerir mais de 3 toneladas deste alimento por dia.

Três espécies de baleias estão em perigo no Canadá© OMAR TORRES Três espécies de baleias estão em perigo no Canadá

Três espécies de baleias, entre elas duas das maiores do mundo, estão ameaçadas no Canadá, segundo relatório de uma agência do governo federal publicado nesta segunda-feira.

As baleias Sei (ou boreal), piloto-de-aleta-curta e as bicuda-de-sowerby são consideradas agora "em perigo em águas canadenses", segundo o Comitê sobre a Situação das Espécies em Perigo no Canadá (Cosepaq).

Estas três espécies de cetáceos "estão ameaçadas pela atividade humana" porque "ficam presas nas redes de pesca e são atingidas ou mortas por um número cada vez maior de grandes embarcações", segundo comunicado do organismo.

Santuários da biodiversidade mundial ameaçados no Brasil

Santuários da biodiversidade mundial ameaçados no Brasil O Brasil abriga mais da metade da biodiversidade do mundo, mas especialistas advertem que santuários ecológicos como a Amazônia ou o Pantanal são ameaçados por grandes grupos econômicos, mas também por máfias, que encontraram em Jair Bolsonaro e em sua retórica anti-ambientalista um aliado. - Pantanal e Mata Atlântica - Menos famoso no exterior, o Pantanal (centro-oeste) é outro grande santuário de biodiversidade frágil, que possui a maior concentração de vida selvagem da América do Sul e mais de 665 espécies de aves. O cilo de inundações que cobrem esta imensa planície todos os anos favorece a migração de espécies e a proliferação de peixes, aves, répteis e plantas.

As baleias com dentes (parvordem Odontoceti) têm dentes e se alimentam de peixes e lulas. Uma habilidade notável deste grupo é a de localizar a suas presas por ecolocalização. A maioria das espécies de grandes cetáceos está em perigo de extinção, como resultado da caça à baleia .

A iguana- de -cauda-roxa é um réptil que está classificado como em perigo de extinção, de acordo O tubarão- baleia é uma espécie de tubarão encontrada em oceanos onde a temperatura da água seja Classificado como em perigo de extinção pela IUCN, este animal tem a pesca como uma de suas

Além disso, "o ruído causado pelos barcos, os exercícios navais e as atividades de prospecção sísmica atuais comprometem sua comunicação e sobrevivência".

A baleia Sei está considerada em perigo de extinção, e a situação das espécies piloto-de-aleta-curta e as bicuda-de-sowerby é "preocupante", segundo a organização.

Em fevereiro, o governo canadense anunciou uma série de medidas para aumentar a proteção da baleia-franca, em perigo de extinção, entre elas as restrições nas áreas de pesca e a limitação da velocidade máxima para as embarcações maiores en certas áreas do país, como o golfo de San Lorenzo, onde foram encontradas 12 animais dessa espécie mortos em poucos meses de 2017. Nesta região, viviam 25% desses cetáceos, que estão entre os mais ameaçados do mundo.

Leia Mais

Cetáceos serão liberados pela Rússia em novo hábitat apesar dos riscos.
As autoridades pretendem libertar parte das orcas e das belugas aglomeradas nas bacias do Extremo-Oriente russo sem devolvê-las a seu hábitat natural, como tinham se comprometido a fazer - disse nesta quarta-feira (15) um pesquisador que acompanha esses animais. Mais de 1,4 milhão de pessoas, entre eles o ator Leonardo DiCaprio, assinaram uma petição no site change.org para pedir a liberação no mar aberto dessas 11 orcas e 93 belugas. Essa situação expôs o comércio desses mamíferos marinhos para parques temáticos aquáticos.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 0
Isto é interessante!