Meio Ambiente: MMA não envia representantes a evento sobre preservação da Amazônia - PressFrom - Brasil

Meio AmbienteMMA não envia representantes a evento sobre preservação da Amazônia

22:15  15 maio  2019
22:15  15 maio  2019 Fonte:   veja.abril.com.br

Chuvas podem fazer São Paulo bater o recorde de frio do ano nesta semana

Chuvas podem fazer São Paulo bater o recorde de frio do ano nesta semana Chuvas podem fazer São Paulo bater o recorde de frio do ano nesta semana

MMA não envia representantes a evento sobre preservação da Amazônia © Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente: governo brasileiro também cancela a realização da Semana Climática América Latina e Caribe da ONU em Salvador - 27/03/2019

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) foi convidado, mas não enviou representantes para um evento internacional organizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) em Lima, Peru sobre gestão florestal e agricultura, com foco na Amazônia. A Conferência do Bom Crescimento começou nesta segunda-feira 13.

A representação do Pnud no Brasil confirmou que o Ministério recebeu convite para participar do evento, mas respondeu que o ministro Ricardo Salles não poderia participar em função de outras agendas.

Amazônia é do Brasil e não da humanidade, diz general Heleno

Amazônia é do Brasil e não da humanidade, diz general Heleno Gerenciar a maior floresta tropical do mundo é um assunto brasileiro e os estrangeiros precisam parar de se intrometer na Amazônia, disse o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno. “Não aceito essa história de que a Amazônia é patrimônio da humanidade, isso é uma grande bobagem”, afirmou em entrevista no Palácio do Planalto. “A Amazônia é brasileira, patrimônio do Brasil e tem de ser tratada pelo Brasil em proveito do Brasil.” A fala do general coincide com os planos do governo de rever as áreas de conservação existentes em meio à crescente pressão dos lobbies de mineração e agricultura.

A Conferência realizada em Lima discute formas para barrar o desmatamento da Amazônia por meio da agricultura sustentável e da observação de projetos de pequenos produtores locais.

Participaram de sua abertura o presidente do Peru, Martín Vizcarra, e os ministros de Meio Ambiente e de Agricultura do país anfitrião e do Equador. Também foram convidados representantes da ONU e de organizações da sociedade civil, como a WWF.

A organização da Conferência confirmou que há brasileiros acompanhando as reuniões, mas não funcionários do MMA.

O secretário de Agricultura do Tocantins, Cesar Hanna Halim, e o secretário do Meio Ambiente do estado, Adriano Vigilato, assim como o superintendente para Políticas de Agricultura da Bahia, Marcilo Menezes, estão em Lima para a conferência. O presidente do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) também comparece ao evento.

Raoni vai à Europa denunciar ameaças à Amazônia ao papa e a Macron

Raoni vai à Europa denunciar ameaças à Amazônia ao papa e a Macron Raoni vai à Europa denunciar ameaças à Amazônia ao papa e a Macron

A Floresta Amazônica possui cerca de 5 milhões de km², sendo 60% dessa área no Brasil. Os 40% restantes estão na Colômbia, Equador, Bolívia, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela.

Segundo o Pnud, o Ministério da Agricultura do Brasil acompanha todas as ações da Conferência do Bom Crescimento e faz parte da governança do projeto. Mas não executa o programa diretamente.

Nesta semana, o governo brasileiro cancelou a Semana Climática América Latina e Caribe, organizada pela Convenção da ONU sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC). A reunião estava marcada para os dias 19 e 23 de agosto em Salvador.

O evento é um preparativo para a Conferência do Clima (COP-25), que será realizada em dezembro, em Santiago, após o Brasil também ter desistido de sediar esse encontro em seu território.

Ao explicar ao Blog da Andréia Sadi, do portal G1, a razão pela qual o governo desistiu do evento em Salvador, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse: “Vou manter um encontro que vai preparar um outro, que não vai acontecer mais no Brasil, por quê? Não faz o menor sentido, vai para o Chile! Vou fazer uma reunião para a turma ter oportunidade de fazer turismo em Salvador? Comer acarajé?”.

Brasil cancela reunião da ONU em Salvador sobre o clima

Brasil cancela reunião da ONU em Salvador sobre o clima Brasil cancela reunião da ONU em Salvador sobre o clima

Reação

As decisões do Ministério de cancelar a reunião em Salvador e não comparecer à conferência de Lima tiveram repercussão negativa entre ambientalistas e membros da organização dos eventos.

Em nota a VEJA, a organização não-governamental WWF (World Wide Fund for Nature) criticou o posicionamento e afirmou ser “lamentável” o Brasil abrir mão das “oportunidades econômicas e vantagens competitivas ao assumir compromissos com uma economia de baixo carbono”.

“O Brasil teve um papel de liderança nas negociações climáticas -somos um dos países mais ricos em biodiversidade no planeta- e temos nos afastado dessas negociações. Essa atitude pode atrapalhar os negócios brasileiros no exterior, manchando nossa reputação internacional”, afirmou a WWF.

“As Semanas Climáticas são organizadas todo ano pela ONU para oferecer um espaço de engajamento para empresas, governos municipais e estaduais e academia, já que as negociações climáticas oficiais são restritas aos governos federais”, disse ainda a WWF.

O Ministério do Meio Ambiente não respondeu às perguntas enviadas por VEJA sobre o cancelamento da Semana Climática e a decisão de não enviar representantes à Conferência do Bom Crescimento.

Centro da ONU promove seminário em Brasília sobre economia rural sustentável

Centro da ONU promove seminário em Brasília sobre economia rural sustentável O seminário tem como objetivo explorar novas oportunidades de negócios sustentáveis ??para o setor rural brasileiro O Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), o Instituto Brasileiro de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e o Environmental Defense Fund (EDF) promovem esta semana (14 e 15 de maio de 2019) em Brasília (DF) seminário sobre oportunidades de negócios para uma economia rural sustentável. O evento reunirá especialistas internacionais, representantes do governo brasileiro e do setor privado.

Vídeo: Você conhece a história do gênio Leonardo Da Vinci? (Estadão)

Atividade gratuita na Umapaz introduz o tema das áreas protegidas em de São Paulo.
O intuito é apresentar as vivências, experiências e contextos relacionados a estas Áreas Protegidas e que foram reunidos em um livro Imagem editada e redimensionada de Casey Horner, está disponível no Unsplash A oficina na Umapaz, no parque Ibirapuera, tem como objetivo apresentar o tema das Áreas Protegidas de São Paulo. O intuito é apresentar as vivências, experiências e contextos relacionados a estas Áreas Protegidas e que foram reunidos em um livro © Fornecido por Epartners Empreendimentos Integrados Ltda.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 0
Isto é interessante!