Meio Ambiente: FAO pede proteção das abelhas, 'aliadas-chave' na luta contra a fome - - PressFrom - Brasil

Meio AmbienteFAO pede proteção das abelhas, 'aliadas-chave' na luta contra a fome

19:41  20 maio  2019
19:41  20 maio  2019 Fonte:   msn.com

Seca extrema na Coreia do Norte provoca risco de fome

Seca extrema na Coreia do Norte provoca risco de fome Seca extrema na Coreia do Norte provoca risco de fome

Diretor geral da FAO , José Graziano da Silva: Graziano saudou o papa Francisco e aproveitou a ocasião para elogiar seu antecessor, o papa “ O Papa me assegurou que vai prosseguir o firme apoio do Vaticano a favor dos pobres e à luta contra a fome , e que tem a intenção de dar continuidade a

Graziano da Silva também pediu aos líderes reunidos em Cabo Verde para redobrar os esforços para promover uma melhor adaptação dos sectores agrícolas ao impacto das alterações climáticas, que afecta especialmente os agricultores familiares.

FAO pede proteção das abelhas, 'aliadas-chave' na luta contra a fome© Prakash SINGH Uma abelha coleta néctar e pólen de uma flor em um campo na aldeia de Qutubgarh, fora de Nova Delhi, em 24 de fevereiro de 2019

A FAO pediu nesta segunda-feira às autoridades e governos de todos os países do mundo para proteger as abelhas, "aliadas-chave na luta contra a fome".

Por ocasião do Dia Mundial da Abelha, a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) pediu, de sua sede em Roma, "redobrar os esforços" em face do preocupante declínio mundial das populações de abelhas.

"É uma ameaça para uma grande variedade de plantas", alertou a entidade.

Mais de 75% das culturas que alimentam o mundo dependem de alguma forma da polinização de insetos e outros animais, por isso sua ausência pode terminar com café, maçãs, amêndoas, tomates e cacau, explicou a FAO.

Federer cai na chave de Nadal em Roland Garros

Federer cai na chave de Nadal em Roland Garros Federer cai na chave de Nadal em Roland Garros

16 de outubro de 2013, Roma - São necessários melhores sistemas alimentares para combater a fome e a má nutrição em todo o mundo. Este ano, as comemoração realizam-se na sequência de novos dados que apontam para um total de 842 milhões de pessoas que sofrem de fome crónica.

" A fome ou problemas relacionadas com a alimentação estão entre as principais causas de conflitos", sublinhou Graziano da Silva. Durante o seu discurso, Graziano salientou dois elementos centrais na luta contra a fome : compromisso político e participação social fortes.

Segundo os especialistas da agência especializada das Nações Unidas, a quantidade de abelhas e outros polinizadores "está sendo reduzida em muitas partes do mundo devido, em grande parte, a práticas agrícolas intensivas, monocultura, uso excessivo de produtos químicos agrícolas e temperaturas mais altas associadas às mudanças climáticas".

Segundo a FAO, o desaparecimento de frutas, nozes e muitos vegetais é temido porque eles são substituídos por culturas básicas, como arroz, milho e batata, o que poderia levar a uma dieta desequilibrada.

Para sensibilizar as autoridades de todos os continentes, a entidade organizou nesta semana uma conferência em Roma sobre o tema e criou em 2017 o Dia Mundial da Abelha.

Leia Mais

PM atira contra família que se assustou com viaturas no escuro em Angra.
PM atira contra família que se assustou com viaturas no escuro em Angra

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 3
Isto é interessante!