Meio Ambiente Segmento do foguete chinês se desintegrou sobre o Oceano Índico

17:51  09 maio  2021
17:51  09 maio  2021 Fonte:   istoedinheiro.com.br

Foguete chinês cairá na Terra no próximo sábado em local 'desconhecido'

  Foguete chinês cairá na Terra no próximo sábado em local 'desconhecido' A agência espacial da China ainda não disse se a parte central do enorme foguete Long March 5B está sob controle ou fará uma descida descontrolada . Detalhes básicos sobre o foguete e sua trajetória são desconhecidos porque o governo chinês ainda não comentou publicamente sobre a reentrada. O comando espacial americano está rastreando a trajetória do foguete. O 18º Esquadrão de Controle Espacial dos EUA fornecerá atualizações diárias sobre sua localização por meio do site Space Track. A maior parte dos detritos espaciais são queimados na atmosfera.

Um grande segmento do foguete chinês que voltou à atmosfera neste domingo (9) se desintegrou sobre o Oceano Índico, anunciou a agência espacial chinesa após uma série de especulações sobre onde o objeto de 18 toneladas cairia.

“De acordo com o monitoramento e a análise, às 10h24 (23h24 de sábado no horário de Brasília) de 9 de maio de 2021, o primeiro estágio do foguete Longa Marcha 5B entrou na atmosfera”, informou a Agência Espacial de Voos Tripulados da China em comunicado, fornecendo as coordenadas de um ponto localizado no Oceano Índico perto das Maldivas.

O segmento do foguete chinês foi visto no céu de Santa Catarina, por meio da câmera de monitoramento de uma estação em Monte Castelo, na região do Norte catarinense. O diretor técnico da Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon), Marcelo Zurita, contou ao G1 que a parte do foguete foi observada entre quinta-feira e sábado também de São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

Destroços de foguete chinês devem cair na Terra no sábado

  Destroços de foguete chinês devem cair na Terra no sábado No oceano, perto dos EUA. Foguete Long March 5B.As partes que irão cair na Terra são parte do 1º estágio do foguete. O desprendimento do módulo aconteceu ainda na órbita do planeta.

+ Europa avança em flexibilização de restrições, enquanto Índia sofre

+ Sinal digital de TV já chega a 90% dos brasileiros

A maior parte desse segmento se desintegrou ao entrar na atmosfera, informou.

O Comando Espacial dos Estados Unidos afirmou em um comunicado que o foguete “entrou sobre a Península Arábica por volta das 02h15 GMT de domingo”.

“Não se sabe se os destroços caíram na terra ou na água”, acrescentou.

As autoridades chinesas haviam alegado que o retorno fora de controle do segmento do foguete Longa Marcha 5B, que colocou em órbita o primeiro módulo de sua estação espacial em 29 de abril, representava pouco perigo.

Space-Track, a rede de vigilância espacial dos EUA, baseando-se em dados militares americanos, também confirmou a entrada na atmosfera.

Foguete chinês descontrolado deve cair na Terra neste fim de semana

  Foguete chinês descontrolado deve cair na Terra neste fim de semana Foguete chinês descontrolado deve cair na Terra neste fim de semanaO Comando Espacial dos EUA está rastreando a trajetória, o ponto de entrada exato do foguete não será conhecido até poucas horas após a reentrada, mas atualizações diárias sobre sua localização serão fornecidas no site Space Track .

“Todos que acompanham o retorno do #LongaMarcha5B podem relaxar. O foguete caiu”, tuitou Space Track.

A queda do segmento corresponde às previsões de alguns especialistas que disseram ser grande a probabilidade de ele cair no mar, uma vez que o planeta é composto por 70% de água.

Mas o retorno descontrolado de um objeto desse porte levantou preocupações sobre possíveis danos e vítimas, apesar da baixa probabilidade.

“A maioria dos componentes (do foguete) vai queimar na reentrada na atmosfera”, havia assegurado Wang Wenbin, porta-voz do ministério de Relações Exteriores da China.

“A probabilidade de causar danos às atividades aéreas ou (a pessoas, edifícios e atividades) em solo é extremamente baixa”, disse ele.

O secretário de Defesa americano, Lloyd Austin, garantiu esta semana que seu país não tem intenção de destruir o foguete. Ele deu a entender, porém, que seu lançamento não foi planejado com os devidos cuidados pela China.

Foguete chinês deve cair na Terra neste fim de semana em local desconhecido

  Foguete chinês deve cair na Terra neste fim de semana em local desconhecido Um risco de estragos "baixo" ou mesmo "ínfimo", mas não zero: um foguete chinês deve retornar, sem controle, à atmosfera terrestre neste final de semana. China e muitos especialistas consideram, porém, a hipótese de danos na Terra mínima. O país asiático colocou em órbita o primeiro módulo de sua estação espacial em 29 de abril, graças a um foguete Longa Marcha 5B – o mais poderoso e imponente lançador chinês. É a primeira parte deste foguete, atualmente em órbita, que deve retornar à Terra. O objeto está perdendo altitude gradualmente e seu ponto de queda ainda é desconhecido.

Em 2020, destroços de outro foguete Longa Marcha caíram em vilarejos na Costa do Marfim, causando danos, mas sem feridos.

Em abril de 2018, o laboratório espacial chinês Tiangong-1 se desintegrou ao entrar na atmosfera, dois anos depois de parar de funcionar.

Para evitar uma repetição desta situação, os especialistas recomendaram a remodelação do foguete Longa Marcha 5B, que não tem a capacidade de controlar sua descida da órbita.

“Uma entrada (na atmosfera) sobre o oceano sempre foi estatisticamente a mais provável”, tuitou Jonathan McDowell, astrônomo de Harvard.

“Parece que a China ganhou a aposta (a menos que tenhamos notícias de partes caídas nas Maldivas). Mas ainda assim, foi imprudente”, considerou.

“O fato de uma tonelada de fragmentos metálicos atingir a Terra a centenas de km/h não é uma boa prática, e a China deveria revisar suas missões para evitar isso”, acrescentou.

A China vem investindo bilhões de euros em seu programa espacial há várias décadas.

O país asiático enviou seu primeiro astronauta ao espaço em 2003. No início de 2019, pousou um robô no lado oculto da Lua.

No ano passado, trouxe amostras da Lua e finalizou o Beidou, seu sistema de navegação por satélite (concorrente do GPS americano).

A China planeja pousar um robô em Marte nas próximas semanas e também anunciou sua intenção de construir uma base lunar com a Rússia.

Artigo: preservação do oceano começa em casa .
Por Ronaldo Christofoletti* A preservação do oceano é essencial para um futuro sustentável e equilibrado. Todos os brasileiros, em qualquer lugar do país, têm uma relação com ele, mas nem sempre se dão conta disso. Leia mais: Álbum: 20 imagens da natureza para inspirar e renovar as energias Vida sustentável: 30 perfis no Instagram para se inspirar […]A preservação do oceano é essencial para um futuro sustentável e equilibrado. Todos os brasileiros, em qualquer lugar do país, têm uma relação com ele, mas nem sempre se dão conta disso.

usr: 2
Isto é interessante!