Meio Ambiente: Óleo que vazou no Nordeste não é brasileiro, diz presidente da Petrobras - - PressFrom - Brasil

Meio Ambiente Óleo que vazou no Nordeste não é brasileiro, diz presidente da Petrobras

00:55  09 outubro  2019
00:55  09 outubro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Nordeste: sobe para 124 número de praias atingidas por petróleo

  Nordeste: sobe para 124 número de praias atingidas por petróleo Um último levantamento do Ibama, divulgado nesta quinta-feira, 3, concluiu que o número de locais afetados por manchas de petróleo no Nordeste subiu para 124. A Bahia também foi atingida, apesar de não constar no balanço oficial publicado. O estado era o único da região não tinha registros do problema. As causas e responsabilidades do despejo de óleo estão sendo investigadas pelo Ibama, em parceria com o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, a Marinha e a Petrobras.A poluição tem afetado não só a natureza, mas também os animais. Tartarugas foram encontradas cobertas por óleo.

O presidente da Petrobras , Roberto Castello Branco, garantiu que o óleo que vazou e atingiu diversas praias do Nordeste não tem origem nacional. " Não é petróleo brasileiro ", disse , após participar de audiência pública na Câmara dos Deputados. Castello Branco não informou quais

BRASÍLIA - O presidente da Petrobras , Roberto Castello Branco, garantiu que o óleo que vazou e atingiu diversas praias do Nordeste não tem origem nacional. " Não é petróleo brasileiro ", disse , após participar de audiência pública na Câmara dos Deputados. Castello Branco não informou quais

BRASÍLIA - O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, garantiu que o óleo que vazou e atingiu diversas praias do Nordeste não tem origem nacional. "Não é petróleo brasileiro", disse, após participar de audiência pública na Câmara dos Deputados. Castello Branco não informou quais países produzem o tipo de óleo que foi encontrado em dezenas de praias brasileiras.

“A função da Petrobras não é investigar de onde vem o óleo. Nossa preocupação foi se era um óleo produzido ou eventualmente comercializado pela Petrobras. Nós temos isso bem documentado, coletamos 23 amostras, nosso centro de pesquisas realizou análises bioquímicas e chegou à conclusão de que não se trata de nenhum óleo produzido e/ou comercializado pela Petrobras”, disse.

Chega a 124 o número de localidades afetadas por manchas de óleo no Nordeste

  Chega a 124 o número de localidades afetadas por manchas de óleo no Nordeste Chega a 124 o número de localidades afetadas por manchas de óleo no NordesteEm nota, o Ibama informou ter requisitado apoio à Petrobras para atuar na limpeza das praias. Agentes comunitários estão sendo contratados pela petrolífera, que já havia realizado treinamento prévio para ocasiões em que fossem necessários esses serviços. "Investigação do Ibama com apoio dos Bombeiros do DF aponta que o petróleo que está poluindo todas as praias seja o mesmo. Contudo, a sua origem ainda não foi identificada. Em análise feita pela Petrobras, a empresa informou que o óleo encontrado não é produzido pelo Brasil", informou o órgão ambiental.

O presidente da Petrobras , Roberto Castello Branco, afirmou nesta terça-feira (8) que o óleo que atinge o litoral do Nordeste brasileiro é preocupante e não dá Segundo Castello Branco, o Centro de Pesquisa da Petrobras analisou 23 amostras do material desde as primeiras aparições do óleo .

O presidente da Petrobras , Roberto Castello Branco, garantiu que o óleo que vazou e atingiu diversas praias do Nordeste não tem origem nacional. " Não é petróleo brasileiro ", disse , após participar de audiência pública na Câmara dos Deputados. Castello Branco não informou quais

Segundo ele, a companhia tem atuado ativamente na limpeza das praias do Nordeste, supervisionada pelo Ibama e em colaboração com o ICMBio e a Marinha, por meio do uso de suas estruturas e também de empregados. “Até ontem, pelo menos, não tenho os dados de hoje, a Petrobras removeu 133 toneladas de resíduo oleoso das praias do Nordeste”, disse.

Castello Branco informou que o volume recolhido equivale a mais de 500 barris de petróleo. “Isso indica que não é simplesmente a lavagem de um tanque de um navio. Alguma coisa extraordinária aconteceu, não sabemos o que é nem cabe à Petrobras, mas a outros órgãos, como Polícia Federal, Marinha, que têm essas atribuições”, disse.

Ele não quis comentar o teor de um parecer enviado pela Petrobras ao Ibama, que indica compatibilidade entre o óleo que vazou no litoral brasileiro com o produto produzido por países africanos e pela Venezuela. “Esse relatório é reservado, confidencial, da Petrobras para o Ibama. Não tenho autorização para divulgar, é uma comunicação a uma instituição de Estado, então, cabe ao Ibama e a outras autoridades divulgar informações”, disse.

Sobre as razões do vazamento, Castello Branco disse haver várias possibilidades. “Como leigo, pode ter sido naufrágio de um petroleiro, transbordo de petróleo de um navio para outro que tenha falhado, mas eu sinceramente não consigo imaginar”, afirmou. “Hipoteticamente, poderia ser um naufrágio de navio, que não vai transbordar petróleo imediatamente, e existe possibilidade de esse material ser liberado gradualmente.”

___________________

200 toneladas de óleo foram recolhidas nas praias do Nordeste .
200 toneladas de óleo foram recolhidas nas praias do NordesteJá são 43 dias desde a primeira detecção do material. A preocupação neste momento é saber quanto do óleo ainda chegará às praias. Simplesmente não se sabe, neste momento, se a situação já está controlada ou quanto do petróleo ainda chegará ao litoral, dado que se trata de uma matéria pesada, que avança no fundo do mar.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 21
Isto é interessante!