Meio Ambiente: Barreiras instaladas para conter óleo em Sergipe são levadas pelo mar - - PressFrom - Brasil

Meio Ambiente Barreiras instaladas para conter óleo em Sergipe são levadas pelo mar

00:30  16 outubro  2019
00:30  16 outubro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Sergipe declara situação de emergência por óleo nas praias

  Sergipe declara situação de emergência por óleo nas praias Sergipe declara situação de emergência por óleo nas praiasEm Sergipe, as primeiras manchas de petróleo apareceram no dia 24 de setembro, segundo o governo do Estado. "A preocupação é que a situação vem se agravando com o aumento da quantidade de manchas, o que faz com que o governo tenha que definir novas ações", explica o governo de Sergipe. O governo informa que a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) vem atuando com outros órgãos na limpeza da areia e na coleta de amostras de água para serem analisadas e enviadas também para a Marinha do Brasil, que ajuda no caso.

Barreiras instaladas para conter óleo são levadas pelo mar . Com isso, caso as manchas de óleo ultrapassem uma das barreiras , ficariam presas nas contenções seguintes. A opção por subdividir o material em três partes acontece para não bloquear a navegabilidade da área, que possui tráfego

A ideia de instalar barreiras de contenção para reter o óleo no litoral de Sergipe não está dando resultado. Estruturas instaladas em alguns locais do litoral foram levadas pela água. A informação foi confirmada ao jornal O Estado de S. Paulo por pessoas que atuaram diretamente na instalação

BRASÍLIA – A ideia de instalar barreiras de contenção para reter oóleo no litoral de Sergipe não está dando resultado. Estruturas instaladas em alguns locais do litoral foram levadas pela água. A informação foi confirmada ao Estado por pessoas que atuaram diretamente na instalação das estruturas. A tentativa agora é reposicionar as instalações.

O governo já tinha afirmado que a medida poderia não dar certo. O Ministério Público Federal no Maranhão acionou a Justiça, exigindo a instalação do equipamento no prazo de 48 horas, sob risco de ser multado diariamente em R$ 100 mil. Na segunda-feira, 14, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que o governo federal cumpriria a decisão da Justiça Federal em Sergipe e que faria a instalação das barreiras nos rios São Francisco, Japaratuba, Sergipe, Real e Vaza Barris.

Governo de Sergipe vai usar boias para evitar que óleo contamine Rio São Francisco

  Governo de Sergipe vai usar boias para evitar que óleo contamine Rio São Francisco Governo de Sergipe vai usar boias para evitar que óleo contamine Rio São FranciscoAlém do São Francisco, maior rio totalmente brasileiro, a preocupação é que o óleo atinja os rios Vaza Barris, Sergipe, Japaratuba e Real.

Barreiras instaladas para conter óleo em Sergipe são levadas pelo mar . 15/10/2019 17h43. Estadão Conteúdo. Um homem de 31 anos perdeu a consciência após levar um mata-leão de um segurança do metrô na última sexta-feira

Em Sergipe , são ao menos 15 pontos afetados. Para o procurador da República Ramiro Rockenbach, autor da ação, o poder público "não está O MPF pede a implementação de barreiras de proteção e o monitoramento das barreiras nos rios, ações de proteção à fauna com monitoramento, resgate e

Hoje, no entanto, a força da água acabou levando algumas estruturas. O Ibama informou que essas barreiras de contenção geralmente são eficazes em correntes com velocidades de até um nó, o equivalente a uma milha náutica por hora. A vazão dos rios, no entanto, é muito superior a essa capacidade.

“Nos casos em que o óleo derramado é de origem conhecida e sua dispersão é prevista, a instalação de barreiras em águas calmas é tecnicamente recomendável para proteger pontos sensíveis, como manguezais. Contudo, se os manguezais já estiverem oleados, a medida poderá provocar o efeito inverso e impedir a depuração natural do ambiente”, declarou o órgão ambiental.

O Ibama requisitou à Petrobras, mediante ressarcimento, a disponibilização do equipamento. Mais de 200 metros de barreiras estão em Aracaju à disposição de instituições com capacidade operacional para realizar sua instalação e manutenção. O órgão já havia informado que “a medida pode não alcançar a eficácia pretendida”.

Não há risco de contaminação da água do São Francisco, diz governo de Alagoas

  Não há risco de contaminação da água do São Francisco, diz governo de Alagoas Não há risco de contaminação da água do São Francisco, diz governo de AlagoasAs manchas de óleo foram detectadas na quarta-feira, 10, na foz do São Francisco em Piaçabuçu, litoral sul alagoano. Ao Estado, o secretário-executivo da pasta estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Alex Gama disse que a situação na foz do rio está sob controle. Segundo ele, o óleo que continua chegando ao litoral alagoano é resultado da ação das marés, que leva o poluente para o sul do Estado.

Ceará usa barreiras para evitar que as manchas de óleo cheguem aos manguezais e rios. O primeiro equipamento está sendo instalado no encontro do Rio Jaguaribe com o mar , a pouco mais de E nós não temos noção de quantos anos levaria pra gente poder recuperar esse ambiente", diz

Óleo que atinge Nordeste é denso e, por isso, as contenções hoje utilizadas para barrar a A exemplo de outros Estados, como Pernambuco e Sergipe , o governo cearense iniciou a instalação de "Colocamos uma barreira comum em cima, fixamos uma aba especial de rede no fundo do mar e

Barreiras de contenção são compostas por uma parte flutuante e outra submersa, chamada saia, que tem a função de conter o óleo superficial (substância com densidade menor que a da água), mas o poluente que atinge o nordeste do país se concentra em camada sub-superficial. Por essa razão, as manchas não são visualizadas em imagens de satélite, sobrevoos e monitoramentos com sensores para detecção de óleo.

Desde 2 de setembro de 2019, o Ibama realiza vistorias diárias em praias do litoral nordestino para acompanhar a situação da área afetada. Um total de 200 toneladas de borra de petróleo já foi recolhido do litoral brasileiro. A situação nesta terça-feira, 15 indica instabilidade do material, mas ainda não é possível dizer se uma nova onda do petróleo poderá chegar.

_______________________

Ibama e governo de Pernambuco divergem sobre efetividade de boias para conter óleo nas praias .
Ibama e governo de Pernambuco divergem sobre efetividade de boias para conter óleo nas praiasA força da maré fez manchas de óleo voltarem a aparecer no litoral pernambucano nos últimos dias. Mais de 20 toneladas do produto, que se espalhou desde o Maranhão até a Bahia, já foram retiradas das praias de Pernambuco, segundo a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 2
Isto é interessante!