Meio Ambiente: Com avanço de mancha, Pará e Espírito Santo já monitoram praias - - PressFrom - Brasil

Meio Ambiente Com avanço de mancha, Pará e Espírito Santo já monitoram praias

14:25  22 outubro  2019
14:25  22 outubro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Ibama e governo de Pernambuco divergem sobre efetividade de boias para conter óleo nas praias

  Ibama e governo de Pernambuco divergem sobre efetividade de boias para conter óleo nas praias Ibama e governo de Pernambuco divergem sobre efetividade de boias para conter óleo nas praiasA força da maré fez manchas de óleo voltarem a aparecer no litoral pernambucano nos últimos dias. Mais de 20 toneladas do produto, que se espalhou desde o Maranhão até a Bahia, já foram retiradas das praias de Pernambuco, segundo a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

No Estado do Norte, governo encontrou vestígios de óleo, mas descarta ser o mesmo que já atingiu 200 pontos do Nordeste.

A presença de óleo no Espírito Santo já foi confirmada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em 13 praias dos municípios de Os técnicos do Projeto Tamar monitoram as praias dia e noite de olho nas manchas de óleo e nos rastros das tartarugas.

  Com avanço de mancha, Pará e Espírito Santo já monitoram praias © Foto: Antonello Veneri/AFP/Getty

Com o avanço da mancha de óleo por todo o Nordeste, Espírito Santo e Pará intensificaram o monitoramento de suas praias na tentativa de rastrear uma eventual chegada do poluente a outras regiões. O governo paraense chegou a encontrar vestígios de óleo em uma praia no nordeste do Estado, mas descarta ser o mesmo que já atingiu pelo menos 200 pontos da costa brasileira desde o início de setembro.

No Pará, o óleo foi achado na Praia de Beja, na cidade de Abaetetuba. O governo concluiu ser um material diferente do que foi visto no Nordeste após sobrevoo de helicóptero por cerca de 360 quilômetros nesta segunda-feira, 21, em que não foi vista nenhuma mancha em alto-mar.

‘O máximo que dá para fazer é recolher’, diz Mourão sobre óleo no Nordeste

  ‘O máximo que dá para fazer é recolher’, diz Mourão sobre óleo no Nordeste ‘O máximo que dá para fazer é recolher’, diz Mourão sobre óleo no NordesteA declaração foi dada a jornalistas quando o presidente deixava o gabinete da Vice-presidência, no Palácio do Planalto, em Brasília. Ele ainda completou dizendo que “é isso o que o governo está fazendo“.

A cervejaria Pratinha, de Ribeirão Preto, vai lançar no Mondial de La Bière de São Paulo, que ocorre entre os dias 30 de maio e 2 de junho, a primeira Com avanço de mancha , Pará e Espírito Santo já monitoram praias . No Estado do Norte, governo encontrou vestígios de óleo, mas descarta ser o

Voluntária retira resíduos de óleo em praia em Lauro de Freitas, na Bahia Imagem: ANTONELLO VENERI/AFP. Com o avanço do óleo por destinos turísticos do Nordeste, a gestão Jair Bolsonaro foi "Não era para voluntários terem contato com o resíduo nas praias . É só pegar o exemplo de Manchas de óleo já atingem 494 localidades no Nordeste e Espírito Santo . O número de praias

Conforme a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, para que o óleo atingisse Beja, precisaria vir com a maré do Maranhão e percorrer toda a costa atlântica antes de chegar a Abaetetuba.

No Rio Gurupi, na divisa entre Pará e Maranhão, também não foi encontrado óleo. Segundo a pasta, a hipótese mais provável é que tenha sido o resultado de um vazamento de uma embarcação no local. O óleo está sendo analisado para que o tipo de barco seja conhecido.

Embora o óleo não seja o mesmo do Nordeste, o governo do Pará garante que está monitorando a situação nos outros Estados.

Governo capixaba já montou comitê de crise

Após o óleo surgir em mais praias do litoral baiano, o governo do Espírito Santo entrou em estado de atenção nesta segunda e fez nova reunião com órgãos ambientais federais, como Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), além da Capitania dos Portos, para discutir um plano de emergência.

Famoso destino turístico da Bahia, Morro de São Paulo é atingido por mancha de óleo

  Famoso destino turístico da Bahia, Morro de São Paulo é atingido por mancha de óleo Famoso destino turístico da Bahia, Morro de São Paulo é atingido por mancha de óleoA praia de Morro de São Paulo, no município de Cairu, a 176 km de Salvador, foi atingida por uma grande quantidade de óleo na madrugada desta terça-feira, 22. O poluente começou a chegar à faixa de areia por volta das 2h, segundo pescadores da região. A segunda e a terceira praias foram as mais afetadas. Por questões de segurança, a prefeitura da cidade interditou inicialmente o acesso de banhistas aos locais, mas, logo em seguida, as praias foram liberadas.

Espírito Santo . Considerado um estado tranquilo e de grande beleza, é uma ótima opção para os que pretendem conhecer novos lugares. Algumas praias de Guarapari são as mais procuradas por turistas, ainda mais pela presença de areia monazítica, que alguns acreditam curar certas doenças.

Temos as melhores combinações de tarifas num só lugar. Assim, possibilitamos que as pessoas façam viagens baratas, com transparência, segurança e praticidade. Nosso viajante pode encontrar promoção de passagens aéreas, comparar preços e fazer a compra do seu voo sem precisar ter milhas.

A preocupação do governo capixaba é que as correntes marítimas se movimentem em direção ao Estado, o que poderia levar o resíduo para o Sudeste. A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Espírito Santo informou que o Comitê de Preparação da Crise, em parceria com Marinha, Ibama e ICMBio, vai discutir "ações preventivas", mas não detalhou as medidas.

Ainda de acordo com o governo capixaba, será marcada reunião com as prefeituras de Conceição da Barra, São Mateus e Linhares - na divisa com a Bahia - para "unificação de informações e de ações preventivas".

Até agora, duas praias baianas foram atingidas nas cidades de Itacaré: Itacarezinho e Tiritica, conforme a Marinha. O órgão diz ainda que pelo menos 1,5 kg de óleo foi retirado do local. Já em Ilhéus, foram retirados 2 kg de material petrolífero das Praias de Acuípe, Cururupe e Olivença e Sirihyba, segundo o vice-prefeito da cidade, José Nazal (Rede).

Óleo se espalha e atinge novas praias em Pernambuco

  Óleo se espalha e atinge novas praias em Pernambuco Óleo se espalha e atinge novas praias em PernambucoParte do óleo de origem desconhecida que atingiu trechos do litoral de Pernambuco há quase 50 dias e que voltou a afetar a costa pernambucana na semana passada atingiu pelo menos mais três lugares, totalizando cinco novas localidades afetadas desde a madrugada de ontem (23 de outubro). Na quarta-feira, além das praias de Barra de Jangada, em Jaboatão dos Guararapes, e da Praia do Janga, em Paulista, foi confirmada a presença de porções de resíduos contaminantes na Ilha do Amor, em Cabo de Santo Agostinho, e na praia de Pau Amarelo, também em Paulista.

E tem praia para todo mundo, da galera jovem às famílias mais tradicionais com crianças pequenas e idosos, assim como há gastronomia para agradar aos mais variados paladares. Com certeza as praias de Guarapari em Espírito Santo são uma das maiores belezas naturais do Sudeste brasileiro.

Dicas de onde comer no Espírito Santo além de dicas de alguns pratos que você tem que provar na ocasião da sua passagem por esse lindo estado da Dicas para organizar sua viagem de carro. TOP 10 – Delícias da gastronomia capixaba que você tem que provar! By Viajante Comum Posted on abril

"Não teve muito óleo, mas o pessoal que surfa na praia encontrou, sim. Pelo menos dois quilos foram retirados de lá", disse.

A Marinha não confirmou essa informação.

UFRJ tenta descobrir se poluente vai chegar ao Rio

Enquanto o Espírito Santo se previne para a chegada da mancha, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) tenta descobrir a origem do óleo. Conforme o pesquisador Luiz Paulo Assad, essa informação é essencial para prever a quantidade e a velocidade do material que se movimenta pelo oceano - assim, seria possível prever se a mancha também chegará à costa fluminense.

O pesquisador explica que não é possível observar a mancha em alto-mar porque ela está na "subsuperfície", ou seja, de 0 a 10 metros abaixo d’água.

"Só conseguimos enxergá-lo quando chega próximo à costa", afirmou. "Os ventos e os movimentos hidrodinâmicos podem propiciar que a mancha chegue, sim, mais para baixo (Sudeste), mas não é possível afirmar com certeza", disse Assad.

Questionada, a prefeitura do Rio afirmou que "entrará em contato" com o Estado para monitorar a situação. Já o Instituto Estadual de Meio Ambiente disse, em nota, que o Ibama informou não ter sido identificada nesta segunda nenhuma mancha com chance de chegar ao Rio e que o monitoramento está mantido.

O órgão ambiental estadual disse ainda ter um Plano de Contingência Institucional, que abrange o cenário de surgimento de óleo em praias, e que se encontra no estágio de vigilância.

Procurado, o Ibama não se manifestou nesta segunda.

_________________

Bolsonaro diz que 'diminuiu bastante' possibilidade de encontrar culpado por mancha de óleo .
Bolsonaro diz que 'diminuiu bastante' possibilidade de encontrar culpado por mancha de óleo"Ninguém sabe a origem ainda. Diminuiu bastante a possibilidade de se encontrar e ter um responsável. Não temos nada de concreto. De modo que nada podemos anunciar", afirmou, na saída do Palácio do Planalto. "Os órgãos do governo estão empenhados”, afirmou.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 9
Isto é interessante!