Meio Ambiente Famoso destino turístico da Bahia, Morro de São Paulo é atingido por mancha de óleo

20:26  22 outubro  2019
20:26  22 outubro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Com avanço de mancha, Pará e Espírito Santo já monitoram praias

  Com avanço de mancha, Pará e Espírito Santo já monitoram praias Com avanço de mancha, Pará e Espírito Santo já monitoram praiasNo Pará, o óleo foi achado na Praia de Beja, na cidade de Abaetetuba. O governo concluiu ser um material diferente do que foi visto no Nordeste após sobrevoo de helicóptero por cerca de 360 quilômetros nesta segunda-feira, 21, em que não foi vista nenhuma mancha em alto-mar.

A praia de Morro de São Paulo é o terceiro destino mais procurado da Bahia , perdendo apenas para Salvador Neste fim de semana, manchas foram identificadas em Itacaré e Ilhéus, sul da Bahia , mas em Em Sergipe, 17 praias e oito rios foram atingidos pelas manchas . Apenas em Aracaju, foram

Morro de São Paulo , na Ilha, foi atacado de imediato. A Marinha mandou de imediato navio com 50 homens. De acordo com a prefeitura, quatro praias foram atingidas pelas manchas em Cairu, sendo "Esse é o momento de trabalhar, recolher o óleo e dar o destino necessário e lá na frente

A praia de Morro de São Paulo, no município de Cairu, a 176 km de Salvador, foi atingida por uma grande quantidade de óleo na madrugada desta terça-feira © Guardiões do Litoral / Divulgação A praia de Morro de São Paulo, no município de Cairu, a 176 km de Salvador, foi atingida por uma grande quantidade de óleo na madrugada desta terça-feira

A praia de Morro de São Paulo, no município de Cairu, a 176 km de Salvador, foi atingida por uma grande quantidade de óleo na madrugada desta terça-feira, 22. O poluente começou a chegar à faixa de areia por volta das 2h, segundo pescadores da região. A segunda e a terceira praias foram as mais afetadas. Por questões de segurança, a prefeitura da cidade interditou inicialmente o acesso de banhistas aos locais, mas, logo em seguida, as praias foram liberadas. Considerado como o mais requisitado e conhecido de Morro, o passeio “Volta à Ilha” também foi temporariamente suspenso, mas liberado logo depois.

Manchas de óleo que atingem a Bahia já se aproximam de Abrolhos

  Manchas de óleo que atingem a Bahia já se aproximam de Abrolhos Manchas de óleo que atingem a Bahia já se aproximam de AbrolhosNo fim de semana, o óleo foi avistado entre Ilhéus e Itacaré, ao sul da Baía de Todos os Santos. Conforme o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICNMBio), que administra o parque de Abrolhos, as equipes que atuam no monitoramento realizarão um sobrevoo nas ilhas, nesta quarta-feira, 22, para avaliar como está a região.

Anuário de mídia, guia de mídia , O site possui maillings de jornais, revistas on line, tvs, rádios, moda, beleza, informática, esportes, artes, cultura , clipping on line, sites especializados, sites de partidos políticos, serviços públicos, cidades turísticas , ongs. Pontos Turísticos do Estado de São Paulo .

O óleo atingiu também o Morro de São Paulo , no município de Cairu, arquipélago de Tinharé, ao sul da Ilha de Itaparica. A Segunda e a Terceira praias foram interditadas. De acordo com a secretária de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, Fabiana Pacheco, as primeiras manchas foram

Desde às 2h30 da madrugada até a manhã desta terça-feira, 1,5 tonelada de óleo foi retirada pelas equipes das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Sustentável e Especial de Morro. Voluntários e homens da empresa responsável pela limpeza pública da região também auxiliaram na operação de retirada do resíduo.

A quantidade foi a maior registrada até o momento em praias na região sul da Bahia. No último fim de semana, manchas foram encontradas em Ilhéus e Itacaré, mas em menor porção. 

Além de Morro, fragmentos de óleo foram registrados nas praias da Cueira, em Boipeba, e de Ponta do Quadro, em Garapuá. As áreas também estão sendo limpas pela prefeitura e voluntários.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Sustentável de Cairu, Fabiana Pacheco, a situação está controlada. O material foi reunido e aguarda a retirada da ilha pelos órgãos responsáveis: Defesa Civil, Marinha do Brasil e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Uma reunião realizada nesta manhã, com equipes da pasta, vai definir o plano de ação que será adotado diante da chegada do poluente.

Pesquisadores localizam mancha de óleo de 200 km² perto da Bahia

  Pesquisadores localizam mancha de óleo de 200 km² perto da Bahia Os danos que a extensa mancha (a primeira a ser vista na superfície do mar, e não nas praias) pode causar são “gigantescos”, avalia um dos responsáveis pela descoberta“O radar é muito sensível a ver rugosidade e a lisura. O óleo é muito liso em comparação com a água do mar, que tem ondulações. Onde tem óleo, a água fica muito lisa. Esta é uma técnica consagrada para verificar se existe mancha de óleo”, explica José Carlos Seoane, professor do departamento de geologia da UFRJ e especialista em sensoriamento.

Eu fui ! Sou do Rio de Janeiro e vim pra Chapada Diamantina passar as férias. Cada passeio, uma surpresa. Lugares indescritíveis. Tanta beleza ao redor de uma região. Essa é a Chapada! Quem vem sai daqui mais feliz, com histórias, e querendo voltar. É o que sinto neste exato momento.

A Bahia ainda é pentacampeã do prêmio de melhor estado brasileiro como destino turístico dado pela revista Viagem e Turismo, com cinco Construído dentro do município de Mata de São João, há poucos moradores fixos no distrito, devido ao altíssimo custo das residências no local e pelo fato de

Segundo o superintendente do Ibama na Bahia, Rodrigo Alves, equipes do órgão e da Marinha já estavam monitorando a região, diante da possibilidade de avanço do óleo para o sul baiano. Isso possibilitou que a ação de resposta à chegada do poluente fosse mais rápida. Equipes que atuam no Litoral Norte foram deslocadas para a região ainda pela manhã.

Plano de Emergência Individual

Ainda de acordo com o superintendente, o Ibama vai oficiar a Petrobrás para que empregue o Plano de Emergência Individual (PEI), desenvolvido para a plataforma de Manati, que fica na bacia de Camamu. O planejamento é acionado quando há incidentes de poluição por óleo. Mesmo que o poluente encontrado não seja da petroleira, o objetivo é de que a expertise da estatal seja usada para minimizar os impactos em Morro. “A Petrobrás pode disponibilizar monitoramento e equipamentos da plataforma nesta operação”, explica Rodrigo.

Diretor do Ibama não descarta que óleo no Nordeste seja do pré-sal

  Diretor do Ibama não descarta que óleo no Nordeste seja do pré-sal Diretor do Ibama não descarta que óleo no Nordeste seja do pré-salEle respondeu ao deputado Daniel Coelho (Cidadania), que perguntou objetivamente se o óleo poderia ser do pré-sal. Coelho afirmou que vem recebendo informações de “que há uma possibilidade de que o vazamento teria ocorrido em decorrência de perfuração de área de pré-sal”.

Graças ao famoso pesquisador de naufrágios David Mearns, hoje se sabe a posição exata dos destroços: eles se encontram nas Daí, Teixeira deduziu haver grande probabilidade de uma conexão com as misteriosas manchas de óleo igualmente levadas pelas correntes marítimas até os mesmos

A Pinacoteca do Estado de São Paulo é um dos mais importantes museus de arte do Brasil. Ocupa um edifício construído em 1900, no Jardim da Luz, centro de São Paulo , projetado por Ramos de Azevedo e Domiziano Rossi para ser a sede do Liceu de Artes e Ofícios.

A preocupação agora é que o vazamento avance para a Baía de Camamu. Terceira maior do Brasil e segunda maior da Bahia, a baía é considerada bem preservada e ambientalmente sensível, já que é irrigada por rios pequenos com muitos manguezais, nascedouros e berçários de várias espécies marinhas. A área poluída nesta madrugada também abriga a Área de Proteção Ambiental (APA) das Ilhas de Tinharé e Boipeba. 

Com uma população de cerca de 100 mil habitantes, Morro é o terceiro destino turístico mais visitado da Bahia, perdendo apenas para Salvador e Porto Seguro, no Extremo Sul do estado. Cerca de 400 mil turistas que passam pelo local por ano, atraídos pelas belas praias.

Ações

A prefeitura de Cairu afirmou que o monitoramento das praias do arquipélago e adoção das estratégias do Plano de Emergência Ambiental foram adotados desde os primeiros sinais de impacto do vazamento de óleo na Bahia. “Todos os materiais necessários para proteção e limpeza também foram adquiridos antecipadamente”, informou em nota.

O município aguarda nesta terça as equipes do Grupo de Avaliação e Acompanhamento (GAA), formado por Marinha do Brasil, Ibama, Inema (órgão estadual) e Agência Nacional de Petróleo (ANP) para mensurar os danos causados. O monitoramento de outras praias prossegue. A prefeitura afirmou também que continuará com uma operação de pente-fino, que será realizada por equipes da gestão municipal em todas as localidades do município para assegurar que não há vestígios de óleo.

Ibama diz que não há sinais de óleo sobre área do arquipélago de Abrolhos

  Ibama diz que não há sinais de óleo sobre área do arquipélago de Abrolhos Ibama diz que não há sinais de óleo sobre área do arquipélago de Abrolhos BRASÍLIA - A equipe do Ibama que participa do monitoramento da á , no litoral sul da Bahia, afirmou que, em sobrevoo feito nesta quarta-feira, 30, sobre a região, não foi detectada nenhuma mancha de derramamento de óleo na área. As manchas de óleo que apareceram nesta semana mostraram que o derramamento tem uma tendência de seguir para a região do sul da Bahia, aproximando-se de Abrolhos, uma das regiões mais belas e ricas em biodiversidade da América da Sul.“Estamos em monitoramento constante na região.

Morro de São Paulo é terceiro maior Pólo Turístico da Bahia . Morro de São Paulo Localizado na Ilha de Tinharé que leva o mesmo nome do Arquipélago, é o destino ideal para todos os turistas e já vem agradando visitantes do mundo todo e já incluíram este paraíso em seus roteiros de viagem.

Registro de uma de nossas excursões para Morro de São Paulo (BA). - Primeira, Segunda e Terceira Praia; - Caminhada Ecológica a Gamboa; - Passeio Volta à

Rodrigo Alves ressaltou que as praias do Nordeste estão recebendo quantidade cada vez menor de óleo nos últimos dias. A situação é mais crítica em Pernambuco e Alagoas. De acordo com balanço feito na segunda à noite, 21, pelo Ibama, 75 praias da região estão limpas e não voltaram a registrar vestígios do poluente.

Apesar desta tendência, a praia de Carneiros, um dos maiores destinos turísticos pernambucanos, amanheceu coberta de óleo na sexta, 18. Um dia antes, o material poluiu a praia e a área de proteção ambiental de Maragogi, no litoral norte de Alagoas.

Na Bahia, o óleo atingiu esta semana 11 praias de Salvador, incluindo pontos turísticos como o Farol da Barra. Até as 18h de sexta-feira, 18, 90 toneladas de óleo haviam sido recolhidas na capital, de acordo com a prefeitura.

O superintendente do Ibama destacou a preocupação do governo federal com a atividade turística no Nordeste e reforçou que as pessoas não devem ter receio de visitar as praias da região. “As pessoas estão muito impressionadas com as imagens de grande quantidade de óleo em alguns locais, mas não é todo o Nordeste que está assim. É importante frisar isso”, ressaltou.

Susto em Vera Cruz

A morte de 12 tartarugas marinhas desde 11 de outubro deixou em alerta o governo de Vera Cruz, Região Metropolitana de Salvador. O fato de praias do município terem sido atingidas por manchas de óleo levantou a possibilidade de os animais terem sido intoxicados pelo material.

Uma análise feita pelo Projeto Tamar, que atua na preservação de espécies de tartarugas-marinhas em extinção, apontou, no entanto, que a matança foi provocada pela atividade pesqueira. Diretora de Fiscalização de Meio Ambiente de Vera Cruz, Priscilla Velloso informou que nenhum dos animais foi encontrado com manchas de óleo. A orientação dada pela prefeitura é de que, caso alguma espécie seja vista com marcas do poluente, o animal seja encaminhado para análise do Ibama.

Além de Morro de São Paulo, o óleo também atingiu outras duas praias do município de Cairu, que é um arquipélago formado por 26 ilhas.

_______________________

Navio da Libéria é suspeito pelo vazamento de óleo no Nordeste .
Nesta quinta-feira, 31, as manchas de óleo chegaram a Porto Seguro e atingiram as praias de Arraial D'Ajuda e TrancosoUm levantamento obtido pelo G1 aponta que embarcação, operada por uma empresa grega, saiu da Venezuela em agosto, desligou seu sistema de rastreamento e passou oculto dos radares na costa brasileira.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 3
Isto é interessante!