Meio Ambiente A crise climática é reflexo do que acontece com os oceanos, diz relatório

01:45  08 dezembro  2019
01:45  08 dezembro  2019 Fonte:   ecycle.com.br

Década atual deve ser a mais quente já registrada, adverte agência de meteorologia da ONU

  Década atual deve ser a mais quente já registrada, adverte agência de meteorologia da ONU Década atual deve ser a mais quente já registrada, adverte agência de meteorologia da ONUNo relatório apresentado no início da Conferência sobre o Clima da ONU (COP25), a OMM indicou que as temperaturas globais superaram nos primeiros 10 meses do ano em 1,1 ºC a média da era pré-industrial (1850-1900). A organização prevê ainda que 2019 será o "segundo ou terceiro ano mais quente" desde 1850, quando os registros sistemáticos começaram a ser feitos.

"Esse aquecimento medido dos oceanos é irrefutável e é mais uma prova do aquecimento global", diz Cheng Lijing, principal De acordo com os cientistas, é possível trabalhar para reverter os efeitos da atividade humana no clima, mas os mares levarão mais tempo para responder do que ambientes

Relatório do IPCC diz que oceanos enfrentarão condições sem precedentes por causa das mudanças climáticas . há 1 minuto. Oceano em crise . Entre as descobertas mais gritantes, está o fato de os oceanos estarem sendo divididos em dois, com um corte entre o topo cada vez mais quente e o fundo.

Novo relatório do Greenpeace mostra como o aumento das temperaturas da Terra está conectado ao bem-estar dos oceanos - e as saídas para evitarmos um colapso nos ecossistemas marinhos

Recife de corais na Tailândia © Fornecido por eCycle Recife de corais na Tailândia

Recife de corais, na Tailândia. Uma área em risco devido aos planos de construção de um porto. Foto: © Sirachai Arunrugstichai / Greenpeace

É um ciclo vicioso: se o clima esquenta, o nível da água nos oceanos aumenta, impactando a biodiversidade e, consequentemente, a humanidade. Isso é o que está acontecendo no momento atual e precisamos mudar esse cenário.

O colapso dos oceanos, devido ao uso de combustíveis fósseis, é rápido e se dá em larga escala, já impactando a estrutura e as funções do ecossistema em todo e resultando no aquecimento, no aumento do nível do mar, na acidificação e desoxigenação das águas. Isso é o que declara o novo relatório do Greenpeace “Em água quente: a crise climática e a necessidade urgente de proteção do oceano” (no original: In Hot Water: The Climate Crisis and the Urgent Need for Ocean Protection).

Mudanças climáticas forçam 20 milhões por ano a deixarem suas casas

  Mudanças climáticas forçam 20 milhões por ano a deixarem suas casas Relatório alerta que pessoas mais pobres, dos países mais pobres, são as que pagam o preço mais alto Imagem editada e redimensionada de James Beheshti, está disponível no Unsplash Os desastres climáticos tornaram-se a principal causa da deslocamento de pessoas em todo o mundo na última década e forçaram mais de 20 milhões por ano a deixarem as suas casas, alertou a organização não governamental internacional Oxfam. A organização apresentou esta semana o relatório "Obrigados a deixar suas casas" (em tradução livre do original inglês Forced from Home), coincidindo com o início, em Madrid, da Conferência das Nações Unidas sobre o Clima, que segue até dia 13 e abordará t

Temas ambientais e alterações climáticas dominam preo O relatório , produzido pelo Fórum em parceria com a Marsh & McLennan Companies e o Zurich Insurance Group, reúne as E é a primeira vez na história do relatório que isso acontece . O Global Risk Report deste ano aponta para os

O termo mudança do clima, mudança climática ou alteração climática refere-se à variação do clima em escala global ou dos climas regionais da Terra ao longo do tempo. Estas variações dizem respeito a mudanças de temperatura, precipitação

“A química dos oceanos está mudando. Para as pessoas e para a vida selvagem, a crise climática é uma crise oceânica e já estamos em águas quentes”, disse Taehyun Park, consultor político climático global do Greenpeace no Leste Asiático. “O oceano é um meio de subsistência para muitas pessoas, é fonte de alimentos para milhões e fornece o oxigênio respiramos”, completou.

O relatório, além de abordar o problema climático, pede aos líderes mundiais providências, aproveitando uma série de eventos que vão acontecer ao longo do ano que vem – uma janela de oportunidade única para abordar o colapso climático, a perda de biodiversidade e a proteção dos oceanos. Em 2020, acontecerá, por exemplo, uma reunião sobre clima no Reino Unido e na Espanha, nos quais, espera-se, um Tratado Global dos Oceanos possa ser acordado. E, em outubro, se dará a Convenção de Biodiversidade Biológica na China.

Perda de oxigênio dos oceanos ameaça vida marinha, alerta IUCN

  Perda de oxigênio dos oceanos ameaça vida marinha, alerta IUCN Relatório revela que estoque mundial de oxigênio dos oceanos diminuiu 2% em 50 anos. Impulsionado por mudanças climáticas, fenômeno enfraquece ecossistema marinho e pode prejudicar comunidades que dependem da pesca. © Getty Images/J. Sullivan Excesso de algas polui praias do México antes azuis Os oceanos estão sofrendo uma perda de oxigênio que ameaça a vida marinha, a pesca e comunidades costeiras, alertou a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) num relatório divulgado neste sábado (07/12) na Cúpula do Clima (COP25), em Madri.

Ativistas reclamam papel de bancos na crise . Governo aberto a aprovar taxa sobre as celuloses. A organização ambientalista Climáximo visitou várias instituições bancárias no centro de Lisboa, afirmando que "a indústria financeira faz parte desta crise climática " pelos investimentos feitos.

O conceito de relatório , enquanto derivado do verbo relatar, é a exposição, oral ou escrita, das características e circunstâncias de Essas próprias plataformas fornecem ferramentas com as quais é possível gerar esses relatórios , mas existem O conceito é usado para nomear o que acontece

Se protegermos pelo menos 30% dos oceanos com uma rede de santuários, os ecossistemas marinhos podem criar resistência e suportar melhor as mudanças climáticas. Além disso, poderão ajudar a mitigar a degradação do clima, protegendo o armazenamento de carbono.

O novo estudo do Greenpeace ainda identifica os ecossistemas na linha de frente dos impactos climáticos e recomenda áreas prioritárias para os governos protegerem com santuários marinhos. Entre eles, estariam o Ártico e a Antártida, áreas de recifes de corais, manguezais, prados de ervas marinhas, o Mar dos Sargaços no Atlântico e as zonas ultra profundas, que devem permanecer fora do alcance da indústria de mineração. “A ciência não é um debate, é uma receita”, disse Park.

“Os governos precisam reduzir drasticamente nossas emissões de combustíveis fósseis e criar urgentemente uma rede de santuários oceânicos, que sejam livres de atividades humanas prejudiciais. Esses espaços seguros permitiriam a recuperação de nossos oceanos e animais e, por sua vez, nos ajudariam a evitar os piores impactos da emergência climática”, afirmou.

Aumento das temperaturas tem acelerado redução do oxigênio nos oceanos, alertam cientistas

  Aumento das temperaturas tem acelerado redução do oxigênio nos oceanos, alertam cientistas Estudo divulgado pela União Internacional para Conservação da Natureza durante a COP 25 afirma que cenário põe em risco espécies como atum e marlim-azul.Essa é a conclusão de um dos maiores estudos já realizados sobre esse tema, conduzido pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês) e divulgado neste sábado na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, a COP 25, que está sendo realizada em Madri, na Espanha.

Assim, apresentamos a seguir quatro filmes que abordam a problemática da crise climática confrontada com a arquitetura, a cidade ou a paisagem. O filme acontece em um deserto pós-apocalíptico, onde combustível e água são bens escassos.

Um acto reflexo é uma acção involuntária que tem lugar quando um receptor sensorial é estimulado. O neurónio sensorial recebe o estímulo e envia-o para Por outro lado, um reflexo é algo que evidencia outra coisa. Por exemplo: “A sua irritação com o treinador foi o reflexo de uma má relação que já

O relatório foi lançado enquanto o Greenpeace Itália inaugurou uma estação-piloto para monitorar o aumento das temperaturas no Mar Mediterrâneo, um ponto importante para os impactos climáticos. Um Tratado Global dos Oceanos da ONU aumentaria a capacidade dos governos do Mediterrâneo de agir coletivamente para proteger a vida marinha.
Fonte: Greenpeace Brasil

Veja também:

  • COP25: conferência da ONU começa em Madri com objetivo de ampliar ambição climática
  • O que é desmatamento?
  • Mudanças climáticas forçam 20 milhões por ano a deixarem suas casas
  • Principais impactos das mudanças climáticas nas Américas Central e do Sul estarão relacionados com a água, diz estudo
  • Mudanças climáticas já afetam saúde das novas gerações

Dez pontos principais do documento final da COP25 .
Consenso não foi fácil na conferência da ONU sobre o clima, em Madri, também devido a resistência brasileira no tocante aos oceanos e o uso dos solos. Ainda assim, registrou-se modesto avanço em alguns aspectos. © DW/I. Banos Ruiz Provided by Deutsche Welle O acordo "Chile-Madri, hora de agir", firmado pelos quase 200 países que participaram da 25ª edição da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP25), estabelece as bases para ampliar a atuação contra a mudança climática.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 1
Isto é interessante!