Meio Ambiente COP 25: Brasil “vence” prêmio Fóssil do Ano por retrocessos ambientais

00:05  14 dezembro  2019
00:05  14 dezembro  2019 Fonte:   brasil.rfi.fr

Brasil ganha ‘Fóssil do Dia’ na Conferência do Clima por responsabilizar ONGs por queimadas

  Brasil ganha ‘Fóssil do Dia’ na Conferência do Clima por responsabilizar ONGs por queimadas Ironia concedida por rede de ONGs em todas as COPs 'premia' países que bloqueiam as negociações; Brasil foi lembrado pelo aumento do desmatamento e pelas tentativas do governo de culpar as ONGs pelas queimadasA “honraria”, organizada diariamente pela Climate Action Network (CAN), rede que reúne mais de 1.300 ONGs de 120 países, foi dividida entre Brasil, Austrália e Japão. O País foi incluído na ironia por causa da alta do desmatamento e das queimadas e também porque o governo, nas palavras da organização, tem feito ONG de “bode expiatório” pela destruição da floresta.

Brasil condiciona avanços na COP 25 à ajuda a países em desenvolvimento. A jovem ativista ambiental Greta Thunberg, eleita "personalidade do ano " pela revista Time, trouxe para a COP 25 de Madri a voz da juventude, cujo clamor foi sentido UOL vence Prêmio Veículos de Comunicação.

Na COP - 25 , Alcolumbre diz que Congresso não deve aceitar retrocessos ambientais . Compartilhar nas redes sociais "BBC News Brasil : Árvore gigante rara de 535 anos foi derrubada em Santa Compartilhar nas redes sociais " Ambiente : Foto de coelhos vence concurso Fotógrafo de Natureza".

  COP 25: Brasil “vence” prêmio Fóssil do Ano por retrocessos ambientais © RFI

O Brasil “venceu" nesta sexta-feira (12), último dia da COP 25, o prêmio Fóssil do Ano. A “distinção” é oferecida por organizações ambientais aos países que menos contribuíram para um acordo na Conferência do Clima das Nações Unidas. 

Desde o primeiro dia do evento, em Madri, o governo brasileiro enfrenta pressões não apenas das ONGs, como de outros países que criticam a falta de ambição do Brasil em avançar no combate às mudanças climáticas, por meio de um acordo internacional sobre a redução de emissões de gases de efeito estufa. Desta vez, a posição do Brasil se confrontou até mesmo a dos países em desenvolvimento, que costumavam ser aliados na plenária da ONU. 

Confederação divulga lista de indicados ao prêmio de melhor africano em 2019

  Confederação divulga lista de indicados ao prêmio de melhor africano em 2019 A Confederação Africana divulgou a lista dos concorrentes ao prêmio de Melhor Jogador Africano em 2019 A Confederação Africana de Confederação divulga lista de indicados ao prêmio de melhor africano em 2019 - Torcedores.com.

O júri do prêmio é formado pelos membros da Academia Brasileira de Marketing (Abramark), que são profissionais de mídia das principais agências de publicidade do Brasil . Estes profissionais recebem uma lista com as categorias e indicam espontaneamente os veículos que mais se destacaram no ano

Vale notar que o prêmio também poderia ser passado para um “representante oficial” – no caso, o pai de Ruslan –, caso o jovem assim decidisse ou se ele não tivesse a idade mínima de 16 anos , para poder consentir legalmente no país. Não deve ser surpresa que a sugestão também foi recusada pela

Esta é a primeira vez que o país recebe a “distinção” das ONGs, que costumava ser dada aos Estados Unidos ou o Canadá, pelo fraco comprometimento em diminuir as suas emissões, embora sejam grandes poluidores. O Brasil ocupa a sétima posição na lista, ao despejar na atmosfera cerca de 3% dos gases como CO2. 

O “prêmio" das ONGs é revelado todos os dias da conferência, de acordo com o andamento das negociações. Nesta COP, Brasília já havia vencido dois Fósseis do Dia - o que também já era inédito.

Ameaça ao Acordo de Paris

Como de costume, o nome do país vencedor foi vaiado pelos presentes ao ser revelado o Fóssil do Ano. Uma cerimônia irônica, mas repleta de mensagens sérias, foi realizada no pavilhão destinado às organizações da sociedade civil na Conferência do Clima.

Salles suspende fiscalização em reserva após reunião com infratores

  Salles suspende fiscalização em reserva após reunião com infratores Salles suspende fiscalização em reserva após reunião com infratoresNo encontro, estava o grileiro Rodrigo Oliveira Santos, autor de uma ameaça de morte contra um servidor do ICMBio. Ele foi sentenciado em primeira instância pela Justiça Federal e preso em flagrante por desmatamento, além de indiciado pela ameaça de morte.

Mais sanções penais para crimes ambientais . Consórcio Aegra vence leilão da Corsan.

O Brasil venceu a Argentina com facilidade por 3 sets a 0 no vôlei feminino nesta segunda-feira e manteve a liderança no grupo A da Olimpíada Rio 2016. Venceu o primeiro set por 25 a 16, o segundo por 25 a 19 e fechou o jogo com o placar de 25 a 11.

“O Brasil se tornou um pária ambiental, aos 11 meses do governo de extrema direita de Jair Bolsonaro”, declarou o representante da organização Climate Action Network, que organiza a premiação. "O Brasil se juntou aos Estados Unidos como um dos que mais ameaçam o Acordo de Paris.”

“As motosserras de Bolsonaro mataram políticas ambientais que permitiram ao Brasil conseguir espetaculares cortes de emissões na última década, que resultaram no maior desmatamento da Amazônia da década “, complementou o ambientalista, ressaltando  que, apenas nesta semana, mais três indígenas foram mortos ao defender a floresta no país. 

A premiação também destacou que, durante a COP, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, tenta “ganhar recursos para aumentar o desmatamento”. Trata-se a uma referência às pressões realizadas por Salles para que os países ricos oficializem o financiamento prometido para os países pobres combaterem as mudanças climáticas - entretanto, sem que o país esclareça como vai melhorar a proteção das florestas. 

_____________________

'Não aceitei ser aqui porque ia ser um carnaval no Brasil', diz Bolsonaro sobre Conferência do Clima .
'Não aceitei ser aqui porque ia ser um carnaval no Brasil', diz Bolsonaro sobre Conferência do ClimaBRASÍLIA - Questionado sobre a Cúpula do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), a COP 25encerrada na manhã deste domingo, 15, em Madri, na Espanha, o presidente Jair Bolsonaro explicou por que não aceitou a realização do evento no Brasil. "Eu não aceitei, eu que decidi. Estariam fazendo um carnaval aqui no Brasil", disse na saída do Palácio do Alvorada.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 1
Isto é interessante!