Mulheres MAIA, a assistente que ajuda mulheres em relacionamentos abusivos

00:35  22 maio  2020
00:35  22 maio  2020 Fonte:   catracalivre.com.br

Mariana Xavier lembra relacionamento abusivo: “Campo minado”

  Mariana Xavier lembra relacionamento abusivo: “Campo minado” Comemoração de aniversário de 65 anos de Américo Cardoso Vieira, durante tratamento da covid-19 no hospital de campanha do Ibirapuera.

Para ajudar a combater esse tipo de erro, o professor sugere que se envolvam meninos e homens no combate à violência doméstica, educando-os sobre o assunto e incentivando um comportamento mais cuidadoso e respeitoso para com as mulheres . E há ainda uma solução mais imediata: “É preciso

HOMEM em relacionamento abusivo : FRUSTRADO! Don Sandro. MÃES SOLTEIRAS, desesperadas, querem um homem a qualquer custo para ajudarem a criar seus filhos!

Studio shot of a young woman with a hand painted on her mouth posing against a black background © Moyo Studio/iStock Studio shot of a young woman with a hand painted on her mouth posing against a black background

Os relacionamentos abusivos nem sempre são caracterizados por violência física. Por isso, muitas mulheres têm dificuldade em entender se estão vivendo nesta situação, que tende a aumentar durante o período de isolamento social. A fim de orientar as vítimas a entenderem sobre o problema, o Ministério Público de São Paulo (MPSP) lançou a assistente virtual MAIA (Minha Amiga Inteligência Artificial), com o apoio da Microsoft.

'Ligue 180' recebe denúncias sobre assédio e violência contra a mulher

Atriz Salma Hayek lança campanha para combater violência doméstica

  Atriz Salma Hayek lança campanha para combater violência doméstica Atriz Salma Hayek lança campanha para combater violência domésticaCIDADE DO MÉXICO (Thomson Reuters Foundation) - A atriz indicada ao Oscar Salma Hayek lançou uma campanha na quarta-feira para combater a violência contra mulheres confinadas em casa por causa do coronavírus, pedindo aos seus milhões de seguidores nas redes sociais que "se solidarizem com as mulheres”.

Na teoria já sabemos tudo o que não devemos aceitar. Mas porque será que às vezes nos vemos presas em relações que contrariam tudo o que sabemos ser melhor

Relacionamento abusivo : como identificar. Papo com Anahy D'Amico. TIPOS DE MULHERES QUE ESPANTAM OS HOMENS | ANAHY D'AMICO - Продолжительность: 11:30 Papo com Anahy D'Amico 739 482 просмотра.

A chatbot é uma ferramente para auxiliar mulheres que estejam vivendo abuso físico ou psicológico dentro de casa. Além de trazer informações e exemplos do que caracteriza uma relação de abuso, oferece dicas para que a mulher procure uma pessoa de confiança para se abrir e busque ajuda psicológica de um profissional, e direciona as usuárias para ouvidorias e Delegacias de Defesa da Mulher em casos de violência física.

A assistente MAIA já está disponível na página dedicada ao projeto e pode ser acessada pelo público em geral. A iniciativa é apadrinhada pela ONG Plan International, pelo movimento global da ONU, Girl Up, e pelo Instituto AzMina.

Segundo levantamento do Ministério Público de São Paulo (MPSP), entre fevereiro de 2019 e fevereiro de 2020, houve queda de 10% no número de prisões em flagrante em casos de violência doméstica no país, mas após o início da quarentena, esse número cresceu em 51,4% – um total de 268 em março, contra 177 em fevereiro.

Maia defende sanção de socorro aos Estados e municípios ainda nesta semana

  Maia defende sanção de socorro aos Estados e municípios ainda nesta semana Maia defende sanção de socorro aos Estados e municípios ainda nesta semana . Segundo ele, há risco de, em caso de demora, gerar a necessidade de uma segunda onda de ajuda a governadores e prefeitos. O projeto aprovado pelo Congresso prevê o repasse de R$ 60 bilhões a Estados e municípios. Maia lamentou a demora em sancionar a proposta e disse que achava que, do jeito como foi aprovada, a proposta tinha consenso entre Câmara, Senado e governo. Acompanhe nossa cobertura sobre o coronavírus. Últimas notícias, perguntas e respostas e como se cuidar.

AVISO: as mulheres não são as únicas vítimas de relacionamentos abusivos . Eles acontecem com mulheres , homens, pessoas hetero ou homossexuais. O conteúdo do vídeo se aplica a todos.

Relacionamentos saudáveis envolvem respeito, confiança e empatia pela outra pessoa. Quando pensamos em relacionamentos abusivos Se você está em um relacionamento abusivo é hora de sair disso. Saiba mais à respeito e procure ajuda ! Participe do nosso webinar e venha discutir o tema

“Fatores como o consumo de álcool ou drogas ilícitas, desemprego e comportamento controlador dentro de casa são considerados aspectos de risco para as mulheres e que podem se agravar durante esse período de confinamento. Por esse motivo reforçamos o trabalho que criamos com a campanha Namoro Legal, que conta com a MAIA como uma aliada para ajudar mulheres a saírem de relacionamentos abusivos”, explica Valéria Scarance, promotora de Justiça e coordenadora do Núcleo de Gênero do MPSP.

Veja também: Meta a colher, sim! Saiba como denunciar violência doméstica

Como a MAIA funciona

A Inteligência Artificial entra no projeto como uma aliada para ajudar a esclarecer dúvidas sobre relacionamentos abusivos, fazendo a interação das perguntas feitas pelas usuárias com o conteúdo da cartilha do MPSP sobre relacionamentos abusivos.

O desenvolvimento da MAIA foi feito em parceria com a Elo Group, consultoria especializada em tecnologia, e com a Ilhasoft, empresa focada no desenvolvimento de chatbots e soluções de comunicação.

Maia avalia como positiva conversa com Bolsonaro e governadores

  Maia avalia como positiva conversa com Bolsonaro e governadores Uma mulher conseguiu autorização para viajar da Nova Zelândia para a Austrália e rever a irmã diagnosticada com câncer em estágio terminal. Com as fronteiras fechadas devido à pandemia, o governo australiano negou por quatro vezes o pedido de Christine Archer para entrar no país. No entanto, o caso ganhou repercussão na mídia, e foi concedida uma autorização especial por motivos humanitários.

Como saber se você vive ou viveu em um relacionamento abusivo ? Um vídeo simples mostra como seria.

Meu relacionamento é abusivo . 543 likes. Você está se perdendo em uma relação controladora e destrutiva? Posts. Community. See more of Meu relacionamento é abusivo on Facebook. Me ajuda preciso de ajuda . Stephanie Kadige.

Todo o processo de criação da Maia e a criação de seus diálogos foi verificado pelo AETHER (Comitê de IA e Ética em Engenharia e Pesquisa da Microsoft). Esse é um grupo responsável por avaliar iniciativas de chatbot em todo o mundo e garantir que elas estejam alinhadas às normas de segurança e ética da empresa.

Além disso, em suas interações, a MAIA não solicitará nenhum tipo de identificação ou dados pessoais para quem interagir com ela. A anonimização das usuárias é uma premissa do projeto, e o conteúdo das conversas não será armazenado. A assistente virtual está hospedada na plataforma de nuvem Microsoft Azure e segue as políticas de privacidade da empresa.

Saiba mais sobre a assistente aqui!

Como identificar a violência doméstica

Mas como identificar as situações de violência que não são tão explícitas? A psicóloga Kátia Braz cita comportamentos recorrentes que caracterizam um relacionamento abusivo, como o sujeito oferecer algo à companheira que não vai entregar, vender uma ideia de si mesmo totalmente errada e prometer amor e companheirismo eternos.

"Um ministro desqualificado", diz Rodrigo Maia sobre Weintraub

  Segundo o deputado, um ''homem com essa qualidade não poderia ser ministro de pasta nenhuma''“O homem que desrespeita a democracia não poderia estar em um governo que se diz democrático”, afirmou Maia, em live organizada pela revista IstoÉ. As críticas do parlamentar foram retomadas após ele afirmar que não falaria mais sobre o ministro, porque as declarações acabam fortalecendo o titular da Educação.

Último vídeo da série de três vídeos onde falo sobre quais são os sinais de um Relacionamento Abusivo está imperdível! William Nascimentto é Coach de Poder Pessoal para Mulheres há 3 anos, atendendo centenas de mulheres com problemas de Autoestima, seja de forma individual ou

Quando se fala em relacionamentos abusivos é muito comum pensar na violência física, por ser a Este isolamento ajuda a provocar seu afastamento da família ou de amigos que possam te ajudar a sair Tudo o que esta mulher está passando a vizinha tá passando, a mulher da rua de baixo está

“Tudo que não tem comum acordo pode ser caracterizado como uma violência. Ele querer controlar a sua vida, ter posse sobre você e fazer com que tudo que você faça seja para o prazer dele são alguns pontos a se destacar”, afirma.

A especialista lista alguns exemplos de situações vistas com frequência em relacionamentos abusivos. Não é possível afirmar que as pessoas com essas atitudes virão a praticar violência física, mas são alguns dos caminhos que historicamente resultaram nesse tipo de situação.

“Quanto mais eu estudo esse tema e mais tenho contato com essas mulheres, mais percebo a sutileza de violências que a gente vai sofrendo no dia a dia. É muito característico, bem triste”, completa.

Veja abaixo alguns indícios:

Demonstra amor de forma exagerada

As demonstrações de amor de forma exagerada, com pedidos de casamento, noivado ou namoro muito prematuros são indícios de um relacionamento que pode vir a ser abusivo.

Se dedica 100% à relação

Sabe aquela pessoa que parou de jogar futebol com os amigos, parou de ir aos passeios e fica 100% do tempo com a namorada, observando tudo o que acontece com ela? Isso é outro indício de uma tentativa de controle e, portanto, de violência.

Faz uso de um falso moralismo

O sujeito fala para que você precisa respeitar a sua família, mas ele não fala com a mãe dele há 5 anos e nunca a tratou bem. É algo que não se encaixa muito bem.

Carol Dieckmann comemora reprise de “Mulheres Apaixonadas”

  Carol Dieckmann comemora reprise de “Mulheres Apaixonadas” Antecipando o Dia Mundial das Abelhas, uma menina de oito anos cobriu seu corpo com os insetos. O evento ocorreu na terça-feira (19/5) em uma fazenda de apicultura no sul da Índia.

Utiliza chantagens frequentes

Chantagens, muitas chantagens. Para que a mulher não termine, o homem usa aspectos e pessoas essenciais da vida dela e a chantageia. Inclusive, em certos casos, o agressor chega a inventar que está com uma doença grave ou até mesmo ameaça se matar.

Se vitimiza sempre

O homem sempre se coloca como vítima. Às vezes de antigas namoradas, em outros casos de familiares ou chefes mulheres. Todas causaram mal a ele. Ou seja, a raiva com que ele trata a companheira e o resto das pessoas é justificada como se fosse uma reação ao sofrimento que enfrentou ao longo da vida. No entanto, a mulher precisa prestar atenção, pois, após certo tempo, ela mesma será colocada como mais um algoz na vida do rapaz.

Desqualifica a mulher em público

A todo momento, ele tenta desqualificar a vítima em público e deslegitimar todos seus sentimentos, desde a dor, o sofrimento e até a alegria.

Por exemplo: a mulher chega toda feliz em casa porque será promovida no emprego, e ele responde: “Não tem nada a ver com talento, mas sim porque seu chefe está querendo te pegar”.

Além disso, o companheiro passa a minar todas as coisas que são básicas a ela: faz silêncios violentos, ameaça ficar sem falar com ela caso não siga um pedido seu, entre outros comportamentos.

Trai com frequência

Um aspecto que aparece frequentemente são as traições. O indivíduo tem o hábito de trair e colocar essas traições como culpa do outro: “Olha, eu te traí porque você ficou diferente comigo, porque você está muito fria”.

Um caso que acontece sempre é o homem ter brigado o dia todo com a mulher, aí chega à noite e quer ter relação sexual, mas ela nega. Então, ele a trai e ainda diz que fez isso porque ela não tem mais interesse e o jogou nos braços de outra mulher.

Confira a matéria na íntegra.

Veja também: Projeto acolhe vítimas de violência doméstica na quarentena

Veja também: Campanha escancara violência doméstica durante quarentena
_____________________

Bolsonaro diz a governadores que sancionará auxílio aos estados .
Bolsonaro diz a governadores que sancionará auxílio aos estadosO presidente Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, se reuniram com governadores de todo o país por meio de uma videoconferência nesta quinta-feira (21/5) para tratar da sanção do projeto de lei que cria o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, que auxiliará os estados no enfrentamento ao covid-19.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!