Mulheres: Mulher é morta pelo ex-marido na frente dos filhos na zona sul - PressFrom - Brasil

MulheresMulher é morta pelo ex-marido na frente dos filhos na zona sul

15:47  10 setembro  2019
15:47  10 setembro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Mulher motorista de aplicativo é morta em assalto

Mulher motorista de aplicativo é morta em assalto A motorista de aplicativo Adriana Márcia de Almeida, de 46 anos, foi morta ao levar um tiro no pescoço no final da noite de domingo em Diadema, na Grande São Paulo. Ela deixa um filho de 24 anos e uma neta de 3. A motorista tinha ido buscar duas passageiras que haviam pedido o serviço na saída de um baile funk. Aos policiais militares, as duas passageiras informaram que entraram no carro e, sem perceber, um jovem entrou com elas e logo anunciou o assalto, pedindo para passar as coisas e o celular. Adriana acabou acelerando para tentar reagir ao assalto e foi baleada pelo criminoso. O assaltante fugiu e ainda não foi preso nem identificado.

Mulher é morta pelo marido na frente do filho na zona sul de THE.

Veja a cena: bebê de 4 meses é amamentado pela vizinha enquanto a mãe jazia ao chão, morta pelo ex - marido por recusar o pedido de reonciliaçao dele. Veja a

Mulher é morta pelo ex-marido na frente dos filhos na zona sul© Foto: Reprodução/TV Globo

Uma mulher de 30 anos foi assassinada a tiros pelo ex-marido na frente dos dois filhos dela, no Capão Redondo, zona sul deSão Paulo, na madrugada desta terça-feira, 10. O suspeito foi preso.

'Ligue 180' recebe denúncias sobre assédio e violência contra a mulher

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, o homem efetuou disparos contra a vítima após uma discussão. Ele não aceitava o fim do relacionamento. O ex-marido teria ameaçado a ex-companheira e apontado a arma contra uma das crianças. Ela, então, jogou-se para proteger o filho e foi atingida no peito.

Jovem desaparecida é encontrada morta em SP

Jovem desaparecida é encontrada morta em SP Jovem desaparecida é encontrada morta em SP

O relacionamento abusivo que rendeu três filhos terminou de forma trágica. O criminoso armou uma emboscada para a ex - mulher já que não aceitava o término da

Há 30 anos, Terezinha e Davi estão casados. Mas, o relacionamento é conturbado, pois Davi sempre arruma um motivo para brigar e bater em Terezinha.

O crime aconteceu na Rua Andrea Sansovino por volta de 1h30.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo informou, em nota, que uma equipe da PM foi acionada para atender a ocorrência e, no local, encontrou a vítima atingida por disparos de arma de fogo.

A mulher foi socorrida e levada ao pronto-socorro do Hospital Municipal do M'Boi Mirim, também na zona sul, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

"Os militares identificaram o autor e o modelo do veículo utilizado por ele. Após intensificar o patrulhamento, o criminoso foi encontrado e preso", disse a SSP.

A ocorrência estava sendo registrada na manhã desta terça no 47º Distrito Policial (Capão Redondo) como feminicídio, isto é, assassinato de mulher por violência doméstica ou discriminação de gênero.

Mulher é esfaqueada e morre após assalto em Caxias do Sul (RS)

Mulher é esfaqueada e morre após assalto em Caxias do Sul (RS) Mulher é esfaqueada e morre após assalto em Caxias do Sul (RS)

Deve ser ouvida ainda nesta segunda-feira (12) a criança de oito anos, que estava ao lado da mãe, que foi assassinada a facadas em Penha. A vítima morreu

A cabeleireira Geisa Soares Feitosa, de 30 anos, foi enterrada nesta segunda-feira (14), em São Paulo. Ela foi assassinada a tiros pelo ex -companheiro

Aumento dos casos de feminicídio em São Paulo

Dados do governo de São Paulo apontam que foram registrados 54 casos de feminicídio entre janeiro e abril deste ano. O índice representa um aumento de 54,2% em relação ao mesmo período de 2018, quando houve 35 notificações do crime no Estado.

Em resposta, a gestão João Doria (PSDB) iniciou uma campanha publicitária para tentar frear as mortes, mas afirmou que só deve voltar a expandir as Delegacias de Defesa da Mulher (DDMs) que funcionam 24 horas a partir de 2020, por falta de delegadas mulheres.

Em uma peça, com 30 segundos de duração, aparecem três casos reais de violência: uma vítima que teve a mão cortada pelo marido; outra mulher que teve o rosto desfigurado; e finaliza com uma mulher que foi espancada e teve a casa incendiada pelo ex. "Feminicídio: repudie, denuncie", diz a peça.

Veja abaixo:

Incêndio sob Viaduto Grande São Paulo fecha avenida na Zona Leste.
Avenida Luiz Ignácio Anhaia Melo foi bloqueada no sentido Ipiranga, no início da madrugada deste sábado, 14; uma mulher precisou ser socorrida após inalar fumaça . De acordo com o Corpo de Bombeiros, ela foi levada ao pronto-socorro de Vila Alpina. 01h00 Incêndio em lixo debaixo de viaduto, Av Prof Luiz Ignácio Anhaia Melo, 100 (ref: Viaduto São Paulo) – VL Prudente - , uma vítima (fem/ adulto) por inalação de fumaça socorrida ao PS VL Alpina, 3 viatura/ atendimento; aguardo informações do local.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 32
Isto é interessante!