Mulheres Homem esquece CNH na cena do crime e acaba preso após estuprar jovem que voltava do Enem

16:20  11 novembro  2019
16:20  11 novembro  2019 Fonte:   em.com.br

''Governo sem base sólida não dura'', diz Collor em entrevista ao Correio

  ''Governo sem base sólida não dura'', diz Collor em entrevista ao Correio 30 anos depois de ser eleito para a presidência, o atual senador Fernando Collor, 70 anos, faz balanço sobre o cenário político brasileiroEm quase duas horas de conversa, na última quinta-feira, o ex-presidente repete inúmeras vezes a expressão “já vi esse filme”. “Parece que está passando novamente na minha frente. Certos episódios e eventos me deixam muito preocupado, talvez não cheguemos a um bom termo sobre o mandato mal exercido pelo presidente da República — a começar por essa falta de interesse em construir uma base sólida de sustentação no Parlamento”, diz, ao avaliar que errou ao não colocar essa construção como prioridade desde o primeiro dia de seu governo.

Um homem foi preso neste domingo, suspeito de estuprar uma adolescente de 17 anos que estava a caminho de casa após ter realizado o Enem (Exame O crime ocorreu em Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, por volta de 19h30. 'Ligue 180' recebe denúncias sobre assédio e

Voltando ao local do crime , os policiais encontraram uma carteira de habilitação. A vítima reconheceu o abusador pela foto e os policiais rastrearam o endereço dele. No local, o homem aparentou nervosismo, não quis abrir a porta para a corporação e disse que tinha perdido os documentos.

  Homem esquece CNH na cena do crime e acaba preso após estuprar jovem que voltava do Enem © Foto: Reprodução

Um homem foi preso neste domingo, suspeito de estuprar uma adolescente de 17 anos que estava a caminho de casa após ter realizado o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O crime ocorreu em Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, por volta de 19h30.

'Ligue 180' recebe denúncias sobre assédio e violência contra a mulher

A Polícia Militar (PM) encontrou a vítima em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) após o ocorrido. No local, os policiais contaram que encontraram a adolescente “bastante machucada e fragilizada”. A adolescente tinha acabado de fazer o Enem na Escola Dona Elza Alves de Oliveira e retornava para casa. Após caminhar por cerca de 20 minutos, ela foi abordada no Bairro Presidente por um homem que dizia: “perdeu, perdeu”.

Copiar áudio de porteiro não é obstrução de Justiça, diz Sergio Moro

  Copiar áudio de porteiro não é obstrução de Justiça, diz Sergio Moro Copiar áudio de porteiro não é obstrução de Justiça, diz Sergio MoroBolsonaro passou a ser acusado por opositores de ter cometido crime de obstrução de Justiça ao afirmar, no sábado (2.nov.2019), que seu filho acessou os arquivos do condomínio na Barra da Tijuca para “evitar adulteração”. As gravações em questão são os registros de 14 de março de 2018, quando 1 dos investigados pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (Psol) teria interfonado a Bolsonaro, segundo depoimento do porteiro do condomínio.

Um criminoso com passagens por furto e roubo foi preso após estuprar uma mulher que tinha acabado de sair da igreja. Ele cumpre pena no regime semiaberto, ameaçou a vítima com uma faca e durante o crime chegou a citar passagens bíblicas.

A denúncia de um suposto estupro em Inhapim, no leste do Estado, levou a Polícia Civil a apurar o que de fato tinha acontecido durante a madrugada nas ruas

Assustada, a estudante entregou todos os seus pertences imaginando que seria um assalto. Não satisfeito, o criminoso a segurou pelo braço e a arrastou para um lote vago naquela região. Ele a agrediu com diversos socos, inclusive batendo a cabeça da vítima no chão. Quando ela gritou por socorro, o homem começou a esganá-la.

A adolescente relatou aos policiais que entre desmaios e retomadas da consciência, percebeu que ele tirou suas vestes íntimas e realizou coito vaginal e anal enquanto a agredia com tapas nas nádegas e no rosto. Após o estupro, ele saiu do local. A estudante conseguiu chegar em casa e pediu ajuda aos familiares que a levaram para a unidade de saúde.

Na UPA, o pai da vítima acionou a polícia. Após ouvir os relatos, os militares foram ao local do crime e encontraram diversos objetos pessoais espalhados no chão, inclusive uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de um homem de 30 anos. Os policiais levaram o documento até a vítima, que reconheceu o suspeito.

Quando e como Lula será solto se o STF determinar fim da prisão após condenação em 2ª instância?

  Quando e como Lula será solto se o STF determinar fim da prisão após condenação em 2ª instância? Quando e como Lula será solto se o STF determinar fim da prisão após condenação em 2ª instância?O STF julga nesta quinta (7) se a prisão após condenação em segunda instância é inconstitucional. Ou seja, a Corte decide se o réu condenado pela segunda instância da Justiça pode começar a cumprir pena imediatamente (o que também é conhecido como execução provisória da pena) ou se só pode ser preso após o chamado "trânsito em julgado", que é o fim do processo, quando estão esgotadas todas as possibilidades de recursos em instâncias superiores.

O homem foi à delegacia pedir proteção, porque segundo ele, estava sendo ameaçado pela família da vítima, mas acabou detido. A ex-namorada do rapaz afirma

Ambos são acusados de estupro de Vulnerável, crime tipificado no Artigo 217- A da Lei 12.015/2009. Os acusados são cuidadores de crianças e no momento da prisão eles estavam com dois menores, sendo um bebê de colo e outro de 3 anos de idade.

Com isso, a PM localizou o endereço do suspeito e foi até o local. Chegando na casa, os militares o chamaram e, ao perceber a presença da polícia, ele ficou nervoso. Mesmo sem saber qual a denúncia, por várias vezes, o homem disse que não tinha feito nada, apenas havia perdido o documento. Ele recusou abrir a porta e tentou fugir pelos fundos do imóvel, entretanto, os policiais conseguiram prendê-lo.

Segundo o boletim de ocorrência, uma testemunha que estava próxima ao local do crime disse que viu o homem alterado por volta das 18h – pouco antes do ocorrido. Ele gritava, dizia que faria uma loucura e não se importava em ser preso.

A adolescente, que precisou ser transferida para o Hospital Municipal Odilon Behrens, em Belo Horizonte, depois foi liberada.

O lote vago foi periciado pela Polícia Civil. A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Sete Lagoas.

* Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira.

Falso produtor cultural é preso acusado de estuprar mulheres em SP .
Falso produtor cultural é preso acusado de estuprar mulheres em SP'Ligue 180' recebe denúncias sobre assédio e violência contra a mulher

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!