Mundo Coronavirus: por que não há casos registrados no Turcomenistão

02:35  09 abril  2020
02:35  09 abril  2020 Fonte:   bbc.com

EUA podem ter 200.000 mortes por coronavírus e milhões de casos, alerta especialista

  EUA podem ter 200.000 mortes por coronavírus e milhões de casos, alerta especialista EUA podem ter 200.000 mortes por coronavírus e milhões de casos, alerta especialista

Nenhum dos casos registrados até a manhã desta quinta-feira na capital paulista foi por transmissão interna — ou seja, não houve até o momento registros de brasileiros que passaram o vírus para outras pessoas. Os quatro pacientes confirmados com o novo coronavírus — três homens possuem a

O coronavírus covid-19 passou em poucas semanas de uma emergência local na China para uma epidemia que ameaça o planeta. No entanto, nos países que compõem a região da América Latina, nenhum caso positivo de coronavírus foi confirmado até sexta-feira (embora houvesse casos sob

Embora o mapa que mostra o alcance do coronavírus no mundo esteja cada vez mais coberto por círculos vermelhos, vários países ainda não registraram casos de infecção.

Um desses países é um dos mais repressivos do mundo - o Turcomenistão. Especialistas estão preocupados com a possibilidade de que o governo possa estar escondendo a verdade, o que poderia atrapalhar as tentativas de conter a pandemia.

Acompanhe nossa cobertura sobre o coronavírus.
Últimas notícias, perguntas e respostas e como se cuidar.
  • Que países e territórios ainda não têm casos confirmados de coronavírus?
  • A seita apontada como ‘viveiro’ do coronavírus na Coreia do Sul

Enquanto o mundo luta contra o coronavírus e cada vez mais países impõem restrições a suas populações, o Turcomenistão realizou uma pedalada para marcar o Dia Mundial da Saúde na terça-feira (07/04).

Itália registra mais 812 mortes por coronavírus, mas novos casos têm forte queda

  Itália registra mais 812 mortes por coronavírus, mas novos casos têm forte queda Itália registra mais 812 mortes por coronavírus, mas novos casos têm forte queda

O Turcomenistão , um dos regimes mais repressivos do mundo, proibiu a palavra " coronavírus ". Da mesma forma, há suspeitas sobre as informações A vizinha Arábia Saudita, em guerra contra os rebeldes houthis no Iêmen, anunciou no dia 31 de março que seu número de casos de coronavírus

As autoridades do Turcomenistão parecem acreditar nisso. Em meio à pandemia do novo coronavírus , o governo do país decidiu proibir o uso do nome da doença. O país, governado pelo ditador Gurbanguly Berdimuhamedow, afirma que não há casos de Covid-19 em seu território.

O país da Ásia Central ainda alega ter zero casos de coronavírus. Mas podemos confiar nos números fornecidos por um governo conhecido pela censura?

"As estatísticas oficiais de saúde do Turcomenistão não são confiáveis", diz o professor Martin McKee, da London School of Hygiene and Tropical Medicine, que estudou o sistema de saúde do Turcomenistão.

"Na década passada, eles alegaram não ter pessoas vivendo com HIV/Aids, algo que não é plausível. Também sabemos que, nos anos 2000, eles suprimiram as evidências de uma série de surtos."

Muitos no Turcomenistão têm medo de insinuar que o vírus já pode estar no país.

"Um conhecido que trabalha em uma agência estatal me disse que eu não deveria dizer que o vírus está aqui ou que ouvi falar dele, caso contrário, posso ter problemas", disse à BBC um morador da capital Ashgabat, que pediu para permanecer anônimo.

Marcus Smart doa sangue para tratamento experimental contra o novo coronavírus

  Marcus Smart doa sangue para tratamento experimental contra o novo coronavírus Depois de anunciar que está curado da covid-19, o armador Marcus Smart, do Boston Celtics, confirmou que pretende doar sangue para ajudar no descobrimento de um tratamento para o novo coronavírus. De acordo com a ABC News, outros três jogadores da NBA que contraíram e já se recuperaram do novo vírus também têm planos de […]

© Getty Images Coronavírus pode causar danos graves nos pulmões. O coronavírus covid-19 passou em poucas semanas de uma emergência local na China Mas por que nenhum caso foi detectado na América Latina até agora? © Reuters Preocupação com o coronavírus se espalhou por todo o mundo.

Davi Uip fala sobre o uso do Ibuprofeno e de corticoides com o novo coronavírus . Um alerta feito pelo ministro da Saúde da França no sábado (14), contra o uso de ibuprofeno para a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus , levou a questionamentos sobre se essa substância

Em fevereiro, hospitais turcomenos tinham folhetos sobre o coronavírus, mas eles foram removidos © BBC Em fevereiro, hospitais turcomenos tinham folhetos sobre o coronavírus, mas eles foram removidos

Fronteiras fechadas

As autoridades turcomenas estão, no entanto, trabalhando para combater um possível surto e discutindo um plano de ação com as agências da ONU no país.

A coordenadora residente da ONU, Elena Panova, disse à BBC que esse plano incluía coordenação em nível nacional, comunicação de riscos, investigação de casos, diagnóstico de laboratório e outras medidas.

Quando questionada sobre se a ONU confiava nos números oficiais que mostravam que o Turcomenistão não tinha casos confirmados, Panova evitou dar uma resposta direta.

"Estamos confiando em informações oficiais porque é isso que todos os países estão fazendo", disse ela. "Não há questão de confiança, porque é assim que funciona."

Panova disse que medidas antecipadas para restringir as viagens podem ter contribuído para a falta de casos confirmados.

Coronavírus infecta 1 milhão de pessoas no mundo

  Coronavírus infecta 1 milhão de pessoas no mundo Coronavírus infecta 1 milhão de pessoas no mundoSe a doença seguir crescendo no ritmo que está, o número de infectados pode se multiplicar por 26 até o final de abril.

O mapa do coronavírus no Brasil pode ser consultado em um painel online atualizado com os casos de Covid-19 por estado. Desenvolvido pela startup paranaense SIGA, o sistema oferece um panorama mais detalhado da situação do país em comparação com monitores internacionais, que, em geral

O coronavírus que apareceu pela primeira vez na China em 2019 é responsável pelo surgimento de uma infecção respiratória, conhecida como COVID-19, que pode variar desde uma simples gripe até complicações muito graves, como pneumonia, colocando a vida em risco.

O Turcomenistão realmente fechou a maior parte de suas fronteiras há mais de um mês.

Também cancelou voos para a China e alguns outros países no início de fevereiro e começou a desviar todos os voos internacionais da capital para Turkmenabat, no nordeste, onde foi criada uma zona de quarentena.

No entanto, de acordo com vários moradores, algumas pessoas conseguiram subornar autoridades na zona e evitar duas semanas de isolamento em uma barraca.

Panova disse que todos que chegam ao país e aqueles que apresentam sintomas estão sendo testados. No entanto, ela não conseguiu fornecer números exatos de quantos testes foram realizados por dia e de quantos kits de teste o Turquemenistão tinha no geral.

"O que entendemos ao conversar com funcionários do governo é que eles têm testes suficientes."

Mas quão preparado está o sistema de saúde para lidar com um surto de coronavírus?

"Não sabemos", admitiu Panova. "Disseram-nos que eles têm um certo nível de preparação e não duvidamos disso... pois os hospitais aqui estão muito bem equipados."

"No entanto, se houver um surto, haverá uma pressão enorme no sistema de saúde, como em qualquer outro país. Portanto, independentemente de quanto você preparou, geralmente é insuficiente. É por isso que já estamos conversando com eles sobre a aquisição de ventiladores. e também outros tipos de equipamento."

Brasil tem 431 casos e mais de 10 mil casos confirmados de coronavírus

  Brasil tem 431 casos e mais de 10 mil casos confirmados de coronavírus Nº de óbitos aumento em 72 nas últimas 24 horas; escassez de UTIs e insumos preocupa autoridades de saúdeNos próximos dias, os números devem crescer rapidamente, por causa da maior quantidade de testes que estão sendo realizados pelos Estados. Pesquisas já estimaram que o Brasil tem nove casos não notificados para cada registro.

A Alemanha registrou nesta segunda-feira (09/03) duas mortes causadas pelo novo coronavírus . São os primeiros casos fatais registrados no país europeu. De acordo com o Ministério da Saúde alemão, as mortes ocorreram em Heinsberg e em Essen.

Coronavírus : veja notícias e saiba como se prevenir. O CFR também decidiu cancelar uma série de outros eventos que ocorreriam entre 3 de março e Na Itália, o país com mais casos fora da China, a situação está tão crítica que o governo proibiu qualquer aglomeração em público, seja por motivos

Movimentações limitadas

Existe algum grau de conscientização a respeito do surto entre os cidadãos. O movimento entre as cidades foi restrito e quem entra em Ashgabat precisa agora ter uma autorização médica.

Mercados e escritórios estão sendo fumigados com um preparado à base de ervas - o presidente Gurbanguly Berdymukhamedov disse que isso evitaria o vírus, apesar de não haver evidências.

Mas, diferentemente da maior parte do mundo, a vida cotidiana no Turcomenistão continua normal.

Cafés e restaurantes estão abertos. Multidões se reúnem para casamentos. Ninguém usa máscaras e eventos em massa estão seguindo adiante.

Parece que o país está se negando a admitir que o coronavírus representa uma ameaça à população.

O que explica isso?

A pedalada do Dia Mundial da Saúde pode ser uma pista.

O presidente Berdymukhamedov é a maior estrela e o foco principal do evento anual.

A imagem ligada à saúde faz parte do seu culto à personalidade. A TV estatal o mostra regularmente levantando pesos na academia ou andando de bicicleta.

Ele é o principal condutor das campanhas de "saúde e felicidade", nas quais funcionários do Estado vestindo uniformes idênticos fazem seus exercícios matinais.

A principal mensagem de todos esses eventos é que a nação está saudável e, portanto, feliz, graças ao presidente.

China registra aumento de novos casos de coronavírus

  China registra aumento de novos casos de coronavírus China registra aumento de novos casos de coronavírusPEQUIM (Reuters) - A China continental registrou 30 novos casos de coronavírus no sábado, contra 19 no dia anterior, com o aumento do número de casos envolvendo viajantes do exterior e também transmissões locais, o que destaca a dificuldade de combater o vírus.

Berdymukhamedov proclamou sua presidência como a "era do poder e da felicidade". E um surto de covid-19 pode expor quão vazias são suas mensagens.

É por esse motivo que o governo turcomeno pode tentar ocultar um surto, mesmo que seus cidadãos sejam infectados.

E é isso que preocupa McKee, da London School of Hygiene and Tropical Medicine.

"Vimos como a infecção pela covid-19 se moveu rapidamente da China para todas as partes do mundo. Nesta economia globalizada em que vivemos, todos os países são tão seguros quanto o país mais fraco do mundo", afirmou.

"Mesmo que outros países consigam controlar a epidemia, existe o risco de propagação contínua de infecções daqueles países que falharam. Parece que o Turcomenistão pode muito bem ser outro exemplo."

  Coronavirus: por que não há casos registrados no Turcomenistão © BBC
  • COMO SE PROTEGER: O que realmente funciona
  • COMO LAVAR AS MÃOS: Vídeo com o passo a passo
  • SINTOMAS E RISCOS: Características da doença
  • 25 PERGUNTAS E RESPOSTAS: Tudo que importa sobre o vírus
  • MAPA DA DOENÇA: O alcance global do novo coronavírus
  Coronavirus: por que não há casos registrados no Turcomenistão © BBC
  • Clique para assinar o canal da BBC News Brasil no YouTube

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal! 


EUA têm mais de 2.000 mortes por covid-19 em 24h e bate recorde .
EUA têm mais de 2.000 mortes por covid-19 em 24h e bate recordeO mundo já registra mais de 100 mil mortos pelo novo coronavírus. A marca foi atingida nesta 6ª feira (10.abr). A Itália é o país com maior número de óbitos: 18.849. Em seguida aparecem EUA (18.777) e Espanha (16.081).

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!