Mundo Cidades da Bolívia retomam atividades e temem novas infecções

04:55  02 junho  2020
04:55  02 junho  2020 Fonte:   msn.com

Hospitais do Chile estão quase no limite com casos de coronavírus perto de 70.000

  Hospitais do Chile estão quase no limite com casos de coronavírus perto de 70.000 Hospitais do Chile estão quase no limite com casos de coronavírus perto de 70.000SANTIAGO(Reuters) - O sistema de saúde do Chile está sob pressão e "muito perto do limite", disse o presidente Sebastián Piñera neste domingo, quando o número de infecções confirmadas por coronavírus se aproximava de 70.000 após um rápido aumento nos últimos dias.

Os bolivianos retornaram ao trabalho e o transporte público voltou a operar em várias cidades do país nesta segunda-feira (1), no primeiro dia de relaxamento da quarentena, mas o medo de contrair o coronavírus continua.

O novo treinador celeste, Enderson Moreira, finalmente pôde se encontrar com os jogadores desde que assumiu o cargo, em março. Os trabalhos na Toca II foram suspensos em 17 de março por conta da pandemia do novo coronavírus.

Pessoas usam máscaras em uma estação de teleférico em El Alto, Bolívia, em 1 de junho de 2020 © AIZAR RALDES Pessoas usam máscaras em uma estação de teleférico em El Alto, Bolívia, em 1 de junho de 2020

Os bolivianos retornaram ao trabalho e o transporte público voltou a operar em várias cidades do país nesta segunda-feira (1), no primeiro dia de relaxamento da quarentena, mas o medo de contrair o coronavírus continua.

"Andamos com medo, eu pessoalmente devo admitir que sinto medo", disse Rolando Molina, funcionário público de 40 anos, à AFP.

"Não sei se o cidadão na esquina ou na calçada em frente ou a pessoa que atravessa ao meu lado está doente ou saudável. Não sabemos", acrescenta.

Molina caminha para o trabalho pelo centro de La Paz, ponto de maior fluxo de pedestres. Ele usa máscara e óculos de segurança industrial.

Covid: Nova York, Itália e Espanha só flexibilizaram quarentena mais de um mês após pico de casos

  Covid: Nova York, Itália e Espanha só flexibilizaram quarentena mais de um mês após pico de casos Países mais afetados pela pandemia esperaram pico passar, enquanto Estado de São Paulo anunciou a retomada depois de 15 dias de recordeDiferentemente do Estado de São Paulo, que anunciou retomada de atividades econômicas apenas 15 dias após registrar recorde de novos casos de coronavírus, os países mais afetados pela pandemia esperaram ao menos um mês depois do pico para iniciar a reabertura.

Wuhan, primeira cidade do mundo a ter o novo coronavírus, suspende o confinamento. Aos poucos a cidade volta ao normal. Jornalismo Novo Tempo

Vários shoppings estão retomando as atividades em todo o Brasil. A reabertura é gradual e, em alguns estados, a exigência é seguir protocolos de higiene e

Além de La Paz e El Alto, as cidades de Oruro (oeste), Sucre (sudeste), Cobija (norte) e Cochabamba (centro) também iniciaram o desconfinamento.

As cidades de Santa Cruz (leste) e Trinidad (nordeste), as mais atingidas pela pandemia, decidiram estender a quarentena.

Em La Paz, quase todas as pessoas nas rua usavam máscaras, uma exigência do governo, sob pena de multa.

A vendedora Marcela Gonzallo também diz que sai "com medo" para trabalhar em La Paz.

Protegida com uma máscara e um boné com viseira, a mulher de 39 anos admite ter poucos recursos financeiros e que a ajuda mensal de 500 bolivianos (cerca de US$ 72) concedida pelo governo durante a crise é insuficiente para as necessidades da família.

O governo boliviano deixou para os governos departamentais (estaduais) e prefeitos tomarem medidas para relaxar a quarentena contra o coronavírus, que começou em 17 de março após a notificação dos primeiros casos.

Em SP, 86% das cidades que tiveram alta de casos poderão reabrir comércio

  Em SP, 86% das cidades que tiveram alta de casos poderão reabrir comércio Capital e cidades de grande porte estão liberadas pelo Estado para afrouxar quarentena em junho mesmo com aumento de infecções; especialista vê risco. Governo diz que plano considera múltiplos critérios e promete monitoramentoDas 191 cidades paulistas que registraram alta de novos casos de covid-19 na última semana, 165 delas (86%) serão autorizadas pelo governo do Estado a reabrir o comércio a partir de segunda-feira. Mesmo com o aumento de novas infecções, 124 desses municípios foram incluídos na fase 2 do plano estadual de reabertura, na qual lojas, shoppings centers e imobiliárias, por exemplo, podem funcionar.

TBC 1 | APARECIDA DE GOIÂNIA RECEBE 20 NOVOS RESPIRADORES - Продолжительность: 1:25 TV Brasil Central 8 просмотров.

!Artigos que carecem de notas de rodapé sem indicação de tema . !Páginas a reciclar desde novembro de 2016. Manutenção. Criar página. Páginas novas . Contato. Donativos.

O coronavírus infectou quase 10.000 pessoas e causou mais de 300 mortes na Bolívia, país de 11 milhões de habitantes.

- Alerta contra novas infecções -

Nas cidades, 40% do transporte público voltou a funcionar, além de empresas privadas e públicas.

A rede de teleféricos de La Paz e El Alto opera novamente com metade da capacidade e apenas por 10 horas.

"Estamos tomando todas as medidas de biossegurança (e) no caso de uma pessoa não usar máscara, não vai entrar" ou usar esse sistema de transporte, diz o gerente Jorge Bonadona.

Flexibilizar a quarentena significa um maior movimento de pessoas nas ruas e o temor por novos contágios nos próximos dias.

O representante na Bolívia da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Alfonso Tenorio, diz que o impacto dessas medidas será conhecido em uma ou duas semanas.

Jhonny Camacho, membro do Comitê Científico COVID-19, um órgão consultivo do estado, ressalta que "é um risco muito alto" que "criará problemas em duas semanas".

- Rastreamento casa a casa -

Em Trinidad, capital da região amazônica de Beni, médicos, paramédicos, policiais e militares iniciaram uma operação de casa a casa nesta segunda-feira para detectar casos de COVID-19.

Beni, na fronteira com o Brasil, é o segundo departamento (estado) mais afetado pela pandemia, depois de Santa Cruz, com 1.809 infectados e 92 mortes.

"Mais de 65 brigadas estão em movimento", diz o ministro da Presidência, Yerko Núñez.

str-jac/rb/fj/gma/jc/mvv

Irã exorta população a usar máscaras em meio a temor de nova onda de coronavírus .
Irã exorta população a usar máscaras em meio a temor de nova onda de coronavírusNa semana passada, autoridades de saúde disseram que pode haver uma segunda onda mais forte de infecções de coronavírus se as pessoas ignorarem as regras de distanciamento social.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 0
Isto é interessante!