Mundo Charges da esposa de Kim Jong-un irritam Coreia do Norte

14:44  30 junho  2020
14:44  30 junho  2020 Fonte:   msn.com

Quem é a influente irmã de Kim Jong-un

  Quem é a influente irmã de Kim Jong-un Trata-se de Kim Yo-jong. Será sucessora do ditadorA irmã mais nova do líder norte-coreano e vice-diretora do Departamento da Frente Unida (um poderoso organismo do partido único que gere as relações com o Sul) vinha defendendo a ruptura com o país vizinho e autorizou o Exército a tomar as medidas necessárias.

Kim Jong - un ordena exército a ficar de prontidão para 'atacar a qualquer momento'. O líder da Coreia do Norte Kim Jong - un instruiu nas últimas semanas os seus diplomatas para aumentares a pressão sobre os Estados Unidos, a fim de desistam da exigência pela Charges . Infográficos.

No governo de Kim Jong -Il, a Coreia do Norte avançou a passos largos seu programa nuclear. Já havia suspeitas de que o país desenvolvia um programa Há relatos de execuções de oficiais de alto escalão do governo e das forças armadas do país. Jong - un também é suspeito de ter encomendado

O dirigente norte-coreano Kim Jong Un e a esposa, Ri Sol Ju © KCNA VIA KNS O dirigente norte-coreano Kim Jong Un e a esposa, Ri Sol Ju

A indignação de Pyongyang em Seul é alimentada por charges "sujas e ofensivas" contra a mulher do líder norte-coreano, Kim Jong-un - disse o embaixador russo na Coreia do Norte, Alexandre Matsegora, à agência de notícias pública TASS.

Nas últimas semanas, o regime norte-coreano multiplicou os ataques verbais a Seul, criticando, principalmente, a propaganda enviada por dissidentes norte-coreanos que vivem no sul. Folhetos são enviados por eles em balões para o norte.

Isso causou um crescente atrito, e a Coreia do Norte deu um passo adiante. Em meados de junho, destruiu o escritório de ligação aberto em setembro de 2018, ameaçando adotar retaliação militar. O local simbolizava a distensão na península.

Coreia do Norte está pronta para enviar milhões de panfletos ao Sul

  Coreia do Norte está pronta para enviar milhões de panfletos ao Sul O governo da Coreia do Norte anunciou nesta segunda-feira (22) que tem milhões de panfletos de propaganda para enviar ao Sul em balões, em um aumento da retórica contra Seul depois de destruir um escritório de relações entre os países. Nas últimas semanas, a Coreia do Norte fez uma série de críticas à Coreia do Sul devido aos folhetos que os desertores norte-coreanos instalados no Sul enviam através da fronteira, geralmente presos a balões. Pyongyang afirma que congelará as relações com Seul.

Desde o final de 2010, Kim Jong - un é visto como herdeiro da liderança da Coreia do Norte , e após a morte do pai, a mídia estatal referiu-se a ele norte -coreano, que mais fotos foram tiradas de Kim , tiradas quando ele frequentava a escola na Suíça.[54] A primeira imagem oficial dele como adulto foi

O líder norte -coreano Kim Jong - un pode não ser tão poderoso como parece. Ultimamente, cada vez mais especialistas da vizinha Coréia do Sul proclamam que a meia-irmã do líder norte -coreano, Kim Sul-song, poderia realmente ser a única que tem poder real no país.

As charges enviadas em 31 de maio constituem "uma forma particularmente repugnante de propaganda contra a esposa do líder norte-coreano, Kim Jong-un", Ri Sol-ju, o que provocou a "grave indignação" da Coreia do Norte, disse o embaixador russo à TASS.

Esses desenhos foram "a gota d'água" para Pyongyang, acrescentou.

As relações intercoreanas se deterioraram no ano passado, após o fracasso da segunda reunião entre Kim e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em fevereiro de 2019, em Hanói.

Na mesma entrevista, Matsegora negou os rumores de que Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano, seja uma potencial herdeira do regime desde que, há semana, tornou-se o pilar da estratégia norte-coreana de ruptura com o vizinho ao sul.

Apesar de sua "sólida experiência em política e política externa", Kim Yo-jong, nascida em 1988, é "muito jovem", e "não há razão para falar sobre isso", completou.

"Ninguém ousa se chamar 'número dois' naquele país. Existe apenas um 'número um' (...). Acho que se eu perguntasse à camarada Kim Yo-jong se ela se considera 'número dois', ela responderia categoricamente que não". acrescentou o diplomata.

sh/tbm/alf/af/zm/tt

Kim Jong-un celebra ‘sucesso brilhante’ da Coreia do Norte contra covid-19 .
Não há dados de infectados no país . No Sul, são 12. 967 casos. Presidente exalta 'perspicácia'. Diz que 1 surto poderia ser fatal à regiãoEm pronunciamento na 5ª feira (2.jul.2020), o líder disse que o país –que fechou suas fronteiras e colocou em quarentena qualquer pessoa com sintomas à medida que o vírus se espalhou pelo mundo– “impediu a invasão do vírus maligno e manteve uma situação estável“, informou a BBC.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 60
Isto é interessante!