Mundo: Prédio onde brasileiros morreram no Chile não tinha selo de acreditação para instalação de gás - - PressFrom - Brasil

MundoPrédio onde brasileiros morreram no Chile não tinha selo de acreditação para instalação de gás

23:50  23 maio  2019
23:50  23 maio  2019 Fonte:   estadao.com.br

Desabamento de prédio deixa 7 mortos em Xangai

Desabamento de prédio deixa 7 mortos em Xangai Desabamento de prédio deixa 7 mortos em Xangai

23 de maio de 2019 | 16h42. SANTIAGO - A Superintendência de Eletricidade e Combustível (SEC) do Chile informou nesta quinta-feira, 23, que o edifício onde seis turistas brasileiros morreram nesta quarta, 22 - provavelmente intoxicados por monóxido de carbono - não tinha o selo verde que

A Superintendência de Eletricidade e Combustível (SEC) do Chile informou nesta quinta-feira, 23, que o edifício onde seis turistas brasileiros morreram nesta quarta, 22 - provavelmente intoxicados por monóxido de carbono - não tinha o selo verde que acredita que as instalações de gás estejam

A Superintendência de Eletricidade e Combustível (SEC) do Chile informou nesta quinta-feira, 23, que o edifício onde seis turistas brasileiros morreram nesta quarta, 22 - provavelmente intoxicados por monóxido de carbono - não tinha o selo verde que acredita que as instalações de gás estejam funcionando de maneira correta. As informações foram dadas pelo órgão à agência de notícias AFP.

Também nesta quinta-feira, a plataforma de aluguéis temporários AirBnb confirmou que o apartamento havia sido alugado por meio do site e ressaltou que são os anfitriões (locadores) que "devem se certificar que seguem as leis e regulações locais".

Seis brasileiros morrem na capital do Chile por vazamento de gás

Seis brasileiros morrem na capital do Chile por vazamento de gás Seis brasileiros morrem na capital do Chile por vazamento de gás

A Superintendência de Eletricidade e Combustível (SEC) do Chile informou nesta quinta-feira, 23, que o edifício onde seis turistas brasileiros morreram nesta quarta, 22. - provavelmente intoxicados por monóxido de carbono - não tinha o selo verde que acredita que as instalações de gás estejam

Seis turistas brasileiros – quatro adultos e dois adolescentes – morreram nesta quarta-feira, 22, em um apartamento em Santiago, no Chile , depois de terem inalado gás Agentes do Corpo de Bombeiros fizeram a evacuação imediata do prédio – ruas adjacentes também foram interditadas.

Os turistas estavam de férias e haviam alugado um apartamento em região próxima ao centro de Santiago. Eles estavam havia quatro dias na cidade. Em mensagens de áudio enviadas a familiares na quarta-feira, uma das vítimas pede ajuda para salvar a família.

Em nota, o Airbnb afirmou à AFP que lamenta o acidente e que "está acompanhando de perto a situação e trabalhando com urgência para dar apoio às famílias dos hóspedes nesse momento tão difícil".

A empresa disse ainda ter um programa gratuito de entrega de detectores de fumaça e de monóxido de carbono aos anfitriões interessados. Ressaltou ainda que nos mais de 500 milhões de aluguéis por meio do Airbnb, "os incidentes negativos são extremamente raros".

A companhia americana afirmou também que, se um hóspede reserva um espaço onde o anfitrião não informou ter detectores de fumaça e monóxido de carbono, a plataforma fornece essa informação para que o hóspede esteja ciente e tome as precauções necessárias.

Em áudio, vítima pede ajuda para salvar família que inalou gás no Chile

Em áudio, vítima pede ajuda para salvar família que inalou gás no Chile Em áudio, vítima pede ajuda para salvar família que inalou gás no Chile

Pelo menos seis brasileiros morreram na tarde desta quarta-feira no centro da capital chilena Os socorristas disseram à imprensa que o infeliz acontecimento foi registrado em um prédio localizado na rua Santo Domingo, a cerca de doze quarteirões do Palácio de La Moneda, sede do Executivo.

Bombeiros chilenos suspeitam que um vazamento de gás tenha causado as mortes. O prédio , que fica no Centro da capital chilena, foi Uma das vítimas também estava de férias. Família morreu em apartamento em Santiago, no Chile — Foto: Noemi Fortunato Nascimento/Arquivo Pessoal.

A SEC abriu uma investigação para apurar a origem do ocorrido com foco em três equipamentos a gás que estavam em funcionamento no apartamento: uma caldeira, um aquecedor e um fogão a gás.

Vídeo: O drama da prostituição em um país devastado pelo ebola (BBC News)

Leia Mais

Intoxicação por monóxido de carbono causou morte de família brasileira no Chile.
Intoxicação por monóxido de carbono causou morte de família brasileira no Chile

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!