Mundo: 'Engarrafamento na zona da morte' do Everest mata oito alpinistas - PressFrom - Brasil

Mundo'Engarrafamento na zona da morte' do Everest mata oito alpinistas

22:50  24 maio  2019
22:50  24 maio  2019 Fonte:   veja.abril.com.br

Mais dois alpinistas morrem no Everest

Mais dois alpinistas morrem no Everest Mais dois alpinistas morrem no Everest

Quatro alpinistas morreram nesta semana no Monte Everest , o que eleva para oito o total de vítimas durante escaladas na montanha mais alta do planeta Autoridades locais alertam nesta sexta-feira, 24, que o grande fluxo de alpinistas gera perigosos engarrafamentos na chamada “ zona da morte ”

Zona da Mata . Dois alpinistas morreram no pico do Everest neste sábado (25), elevando para 10 o número de mortos nesta temporada de escalada da região, segundo a agência de notícias Reuters. "Permanecer muito tempo na zona da morte aumenta os riscos de congelamento, de sofrer o mal da

'Engarrafamento na zona da morte' do Everest mata oito alpinistas© Handout / Project Possible/AFP Congestionamento: fila no trecho de maior risco na escalada dos 8.848 metros - 22/05/2019

Quatro alpinistas morreram nesta semana no Monte Everest, o que eleva para oito o total de vítimas fatais durante escaladas na montanha mais alta do planeta na atual temporada. Autoridades locais alertam nesta sexta-feira, 24, que o grande fluxo de alpinistas gera perigosos engarrafamentos na chamada “zona da morte”, a etapa mais próxima do pico, onde o ar é mais rarefeito.

Em 2019, foram registradas cenas de engarrafamentos impressionantes na montanha de 8.848 metros de altitude. Até quinta-feira, quase 550 alpinistas alcançaram o topo do Everest nesta temporada, iniciada no final de abril, de acordo com autoridades nepalesas. Mas dois indianos, um austríaco e um nepalês morreram na montanha nas últimas 48 horas.

Termina temporada de engarrafamentos e mortes no Everest

Termina temporada de engarrafamentos e mortes no Everest As últimas expedições no Everest tentavam chegar ao cume da montanha nesta segunda-feira, ao final de uma temporada mortal, marcada por engarrafamentos na "zona da morte" e por apelos para regulamentar as excursões. Pelo menos quatro das mortes nesta temporada são atribuídas aos engarrafamentos na chamada "zona da morte". Estas paradas forçadas aumentam os riscos de congelamento, exaustão e de doença de altitude. © Gesman TAMANG Grupo de alpinistas no Everest, em 16 de maio de 2018 No final de maio termina a chamada "janela de oportunidade", o período de poucas semanas em que as condições são menos extremas no Everest.

Até quinta-feira, quase 550 alpinistas alcançaram o topo do Everest na temporada, de acordo com dados Os analistas afirmam que o engarrafamento é provocado pela proliferação de permissões de escalada “Permanecer muito tempo na zona da morte aumenta os riscos de congelamento, de

Texto sobre a Zona da Mata , quais são as características desta sub-região do Nordeste, como é a indústria, clima, população da região, etc. É conhecida como Zona da Mata a faixa litorânea da região nordeste do Brasil, paralela ao Oceano Atlântico, que se estende do Rio grande do Norte até a

A indiana Kalpana Das, de 52 anos, chegou ao topo do Everest, mas faleceu na tarde de quinta-feira, no momento da descida. Outro indiano, Nihal Bagwan, 27 anos, também morreu durante o retorno.

“Ele ficou bloqueado no engarrafamento durante mais de 12 horas e estava esgotado. Os guias (sherpas) trouxeram-no para o campo 4, e ele morreu no local”, relatou Keshav Paudel, da agência Peak Promotion.

No lado tibetano da montanha, menos movimentado do que o nepalês, morreu um alpinista austríaco de 65 anos, anunciou um organizador de expedição. Um guia nepalês de 33 anos faleceu em um acampamento-base, depois de ficar doente no campo 3, a 7.158 metros de altitude.

Fotos impactantes divulgadas nos últimos dias mostram uma longa fila de alpinistas, muito próximos uns dos outros, arrastando suas botas de escalada na área entre o cume e o desfiladeiro sul, onde fica o último acampamento na encosta do Nepal.

Temporada de escaladas no Everest registra 11ª morte

Temporada de escaladas no Everest registra 11ª morte Temporada de escaladas no Everest registra 11ª morte

A Zona da Mata é uma grande extensão litorânea banhada pelo Oceano Atlântico. O clima predominante na região é o tropical úmido. Apresenta temperaturas elevadas (média de 25 graus) e grande pluviosidade no outono e no inverno, devido a sua proximidade com o oceano.

Zona da Mata . "Ele ficou bloqueado no engarrafamento durante mais de 12 horas e estava esgotado. Até quinta-feira, quase 550 alpinistas tinham alcançado o topo do Everest na temporada, de acordo com dados divulgados pelas autoridades nepalesas. Na altitude extrema, o oxigênio é mais escasso na atmosfera, e os alpinistas precisam recorrer a garrafas de oxigênio para alcançar o

Os analistas afirmam que o engarrafamento é provocado pela proliferação de permissões de escalada, assim como pelo reduzido número de “janelas” meteorológicas adequadas para chegar ao topo. Desta maneira, todas as expedições iniciam o ataque final ao Everest durante os mesmos dias.

Na altura extrema do Everest, o oxigênio é mais escasso na atmosfera, e os alpinistas precisam recorrer a garrafas de oxigênio para alcançar o topo. Por isso, a altitude de 8.000 metros acima do nível do mar é considerada a “zona da morte”.

“Permanecer muito tempo na zona da morte aumenta os riscos de congelamento, de sofrer o mal da altitude ou mesmo de morte”, explica Ang Tsering Sherpa, ex-presidente da Associação de Alpinistas do Nepal.

Nos dias anteriores, outros dois alpinistas indianos e um americano morreram no Everest. Um montanhista irlandês também teria falecido antes, depois de escorregar e cair de 8.300 metros de altitude. O corpo não foi encontrado.

O desabafo do argentino resgatado do engarrafamento no Everest: "Não se pode fazer fila com 30° abaixo de zero. É a morte"

O desabafo do argentino resgatado do engarrafamento no Everest: O desabafo do argentino resgatado do engarrafamento no Everest: "Não se pode fazer fila com 30° abaixo de zero. É a morte"

“Muitos alpinistas sem qualquer experiência escalam o Everest todo ano e as empresas costumam usar equipamentos de má qualidade para baratear os RESISTÊNCIA Liu Lei (acima), um dos turistas que chegou ao cume do Everest : risco alto e equipamentos de má qualidade (Crédito:SUMAN

O nível do oxigênio na Zona da Morte é apenas um terço encontrado ao nível do mar, o que em termos simples significa que o corpo usa as suas Jamais foi feito nenhum estudo sobre as causas de morte no Everest , sobre o que faz com que pessoas sentem-se e desistam, algumas vezes à

No ano passado, foram registradas cinco mortes na temporada de escalada do Everest, entre o final de abril e o fim de maio.

Desde que as autoridades nepalesas liberaram a escalada no Monte Everest, nos anos 1990, as expedições comerciais aumentaram, assim como o número de alpinistas. Este ano, o Nepal concedeu para esta temporada o recorde de 381 permissões de escalada, ao preço de 11.000 dólares por pessoa, de acordo com os últimos dados disponíveis. A arrecadação, portanto, alcançou 4,2 milhões de dólares.

Cada titular de uma permissão é acompanhado por um guia, o que significa que mais de 750 pessoas estariam na rota da escalada. Ao menos 140 receberam permissões para escalar o Everest a partir do flanco norte, no Tibete. O total, portanto, é de 1.042 pessoas.

O topo do Everest foi alcançado pela primeira vez em 1953 pelo neozelandês Edmund Hillary e pelo nepalês Tenzing Norgay.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

“Estão se matando”, diz primeiro brasileiro a escalar o Everest

“Estão se matando”, diz primeiro brasileiro a escalar o Everest “Estão se matando”, diz primeiro brasileiro a escalar o Everest , afirma que, além da lotação, a falta de preparo e experiência de muitos alpinistas também pode ter levado ao aumento das fatalidades. “Houve um boom da comercialização do Everest desde a década de 1990”, afirma o montanhista de 53 anos. “Muitos dos novos interessados são turistas, e não alpinistas”, completa.

The Zona da Mata is the narrow coastal plain between the Atlantic Ocean and the dry agreste and sertão regions in the northeastern Brazilian states of Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe and Bahia.

Mortes no Everest chegam a 11 em meio a engarrafamento de alpinistas . Compartilhar nas redes sociais "Homem com faca ataca estudantes em rua do Japão e mata 2 pessoas". Mundo. Compartilhar nas redes sociais " Engarrafamento de montanhistas causa ao menos dez mortes no

Vídeo: Restos mortais de vítimas do Holocausto são reenterrados (Reuters)

Cinco corpos são encontrados em busca por alpinistas desaparecidos no Himalaia indiano.
Cinco corpos são encontrados em busca por alpinistas desaparecidos no Himalaia indiano

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 113
Isto é interessante!