Mundo Chicago proíbe bares e casos de Covid-19 disparam na Flórida conforme pandemia avança nos EUA

03:32  21 julho  2020
03:32  21 julho  2020 Fonte:   msn.com

Disney World reabre as portas em plena expansão da COVID-19 na Flórida

  Disney World reabre as portas em plena expansão da COVID-19 na Flórida Dois parques de entretenimento do complexo Disney World reabriram neste sábado (11) em Orlando depois de quatro meses fechados, em um momento em que a pandemia acelera na Flórida, com o registro diário de milhares de novos casos do novo coronavírus. Nas redes sociais, muitos criticaram a decisão de reabrir o parque enquanto a Flórida experimenta uma expansão da pandemia. O estado do sudeste dos Estados Unidos registrou 10.383 novos casos nas últimas 24 horas, não muito longe do pico alcançado em 4 de julho (11.458) e somou 95 mortes.

A pandemia de COVID - 19 é uma pandemia em curso de COVID - 19 , uma doença respiratória aguda causada pelo coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2). A doença foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubei, República Popular da China

Este artigo documenta os países afetados e as respostas ao Novo Coronavírus (SARS-CoV-2), responsável pela pandemia de COVID - 19 em Wuhan, China e pode não incluir todas as principais respostas e medidas contemporâneas.

. © Reuters/OCTAVIO JONES .

Por Daniel Trotta

(Reuters) - A cidade norte-americana de Chicago restabeleceu restrições por conta do coronavírus nesta segunda-feira, e o Estado da Flórida reportou mais de 10 mil novos casos pelo sexto dia consecutivo, enquanto a pandemia avança pelos Estados Unidos.

Em um raro indicador de esperança, o Estado de Nova York reportou o menor número de hospitalizações pelo coronavírus em quatro meses e a cidade de Nova York iniciou uma nova fase da reabertura nesta segunda-feira. Mas o progresso, na mesma cidade e Estado que já foram o epicentro da crise, foi eclipsado pelas notícias sombrias em praticamente todos os outros cantos do país.

Espanha determina confinamento em parte da Catalunha, enquanto focos de Covid-19 aumentam no mundo

  Espanha determina confinamento em parte da Catalunha, enquanto focos de Covid-19 aumentam no mundo Autoridades da Catalunha (nordeste da Espanha) ordenaram neste domingo (12) que 200.000 habitantes que vivem ao redor da cidade de Lérida retornem ao confinamento obrigatório, enquanto aumenta a preocupação em todo o mundo com novos focos do coronavírus. "A população deverá permanecer em suas residências", anunciou a secretária regional de Saúde, Alba Verges, em uma entrevista coletiva. A zona afetada, ao redor de Lérida, já havia sido isolada do restante da Espanha na semana passada.A Espanha é um dos países mais afetados do mundo pela Covid-19, com 28.400 mortos.

A pandemia do coronavírus afetou a vida de muitas pessoas pelo mundo, forçando cidadãos a encontrar novas formas de sobreviver. A DW foi à capital do Quénia, Nairobi, saber como os quenianos estão a sobreviver neste país, onde o número de infetados deverá aumentar nos próximos meses.

A pandemia do novo coronavírus nos Estados Unidos começou em 21 de janeiro de 2020. Em 25 de fevereiro de 2020, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) confirmaram vários casos de coronavírus nos Estados Unidos.

O Estado de Nova York registrou apenas oito mortes no domingo, enquanto o número total de pessoas hospitalizadas pela doença caiu para 716, o menor desde 18 de março, afirmou o governador Andrew Cuomo.

Mas os números do país como um todo pioraram. Trinta e dois Estados reportaram aumentos recordes em casos de Covid-19 em julho, enquanto 15 Estados informaram aumentos recordes de óbitos. Mortes, hospitalizações e taxas de testes positivos continuam a escalar, com pelo menos 15 Estados reportando recordes de hospitalizações até agora em julho, de acordo com uma contagem da Reuters.

O vírus matou 140 mil pessoas nos Estados Unidos e infectou cerca de 3,7 milhões, ambos os números lideram o cenário mundial.

A Flórida registrou 10.347 novos casos na segunda-feira. Outras 92 pessoas morreram no Estado, aumentando o número de mortos para 5.183.

Florida registra 9.300 novos casos de coronavírus e ultrapassa Nova York .
Florida registra 9.300 novos casos de coronavírus e ultrapassa Nova York(Reuters) - A Flórida se tornou neste domingo o segundo estado norte-americano depois da Califórnia a ultrapassar Nova York, o mais atingido no início do surto do novo coronavírus nos EUA, de acordo com um levantamento da Reuters.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!