Mundo China assume controle de prédio do consulado dos EUA em Chengdu

14:51  27 julho  2020
14:51  27 julho  2020 Fonte:   dw.com

Consulado dos EUA em Chengdu vira atração dominical para chineses

  Consulado dos EUA em Chengdu vira atração dominical para chineses Entre selfies, bandeiras chinesas e medidas de segurança, os habitantes de Chengdu, no sudoeste da China, aproveitavam seu domingo (26) para imortalizar o consulado dos Estados Unidos antes de seu fechamento, ordenado por Pequim em represália a uma medida idêntica de Washington. Na sexta-feira, a China respondeu na mesma moeda e ordenou o fechamento do consulado norte-americano em Chengdu, cidade com 16,5 milhões de habitantes. - Fotos e tensão -Neste domingo, um grande fluxo de curiosos se aglomerou em frente ao consulado para tirar uma foto, em meio às famílias que passeavam com seus filhos.

Os EUA acusam a China de espionagem e alegam que a decisão visa proteger a propriedade intelectual americana e informações privadas de "O lado chinês lamenta e opõe-se firmemente à decisão dos EUA de entrar à força no Consulado Geral da China em Houston", afirmou Pequim em

© Ansa Brasil Fechamento de consulado em Chengdu é resposta ao encerramento das atividades em Houston. O comunicado ainda afirma que Washington "provocou unilateralmente o incidente, pedindo que a China fechasse de repente o consulado geral de Houston, em uma grave violação do

Retomada do edifício ocorre após Pequim ordenar o fechamento da representação diplomática em retaliação à decisão dos EUA de fechar consulado chinês em Houston. Ato eleva tensões entre as duas maiores economias do mundo.

Funcionário retira placa do consulado americano após fechamento da representação diplomática em Chengdu © Getty Images/AFP/N. Celis Funcionário retira placa do consulado americano após fechamento da representação diplomática em Chengdu

Autoridades chinesas assumiram na manhã desta segunda-feira (27/07) o controle do edifício que hospedou o consulado dos Estados Unidos na cidade de Chengdu, sudoeste da China, em meio a crescentes tensões entre as duas maiores economias do mundo.

EUA deixam consulado na China e popular cônsul americano de Chengdu vira inimigo público n° 1

  EUA deixam consulado na China e popular cônsul americano de Chengdu vira inimigo público n° 1 Os funcionários do consulado americano de Chegdu fizeram suas malas e deixaram o local neste sábado (25), um dia depois de receber a ordem de Pequim, decidida em retaliação ao fechamento da missão diplomática chinesa de Houston. A escalada da tensão entre a China e os Estados Unidos, que se acusam mutuamente de espionagem, tem ares de Guerra Fria. O diplomata americano responsável por Chengdu, que era um dos cônsules mais populares da China, é agora considerado inimigo público número 1.

O mês de julho em imagens. China ordena fechamento de consulado americano. A China ordenou o encerramento das atividades do consulado dos Estados Unidos em Chengdu , no sudoeste do país. A medida foi uma retaliação à decisão dos EUA de fechar a representação diplomática chinesa em

Os funcionários do consulado americano de Chegdu fizeram suas malas e deixaram o local neste sábado (25), um dia depois de receber a Funcionário retira a placa americana da fachada do prédio onde funcionava o consulado dos Estados Unidos de Chengdu , neste sábado 25 de julho de 2020.

Na sexta-feira, o regime chinês ordenou que a representação diplomática fosse fechada, em retaliação à decisão dos EUA de fechar o consulado chinês em Houston, no estado do Texas.

Os EUA acusam a China de espionagem e alegam que a decisão visa proteger a propriedade intelectual americana e informações privadas de cidadãos locais. A China, por sua vez, afirma que as "alegações são maliciosas" e têm como único objetivo "difamar a China".

No início da manhã desta segunda-feira, a emissora estatal chinesa CCTV mostrou imagens da bandeira dos EUA sendo baixada em frente ao prédio onde ficava a representação diplomática. Mais tarde, Pequim confirmou que o consulado foi fechado às 10h (horário local). "Posteriormente, as autoridades chinesas entraram pela porta da frente e o assumiram", disse o Ministério do Exterior em comunicado.

China fecha prédio do consulado dos EUA em Chengdu

  China fecha prédio do consulado dos EUA em Chengdu (ANSA) - A China assumiu o controle do prédio que servia como consulado dos Estados Unidos em Chengdu nesta segunda-feira (27) após dar a ordem para o fechamento da representação na última sexta-feira (24). "Às 10h do dia 27 de julho, com base no pedido por parte da China, o consulado em Chengdu foi fechado. Depois, as autoridades chinesas entraram pela entrada principal e tomaram o controle", informou em nota oficial o Escritório Diplomático do Ministério das Relações Exteriores de Pequim.

"Alguns funcionários do consulado dos Estados Unidos de Chengdu se dedicaram a atividades que vão além de suas funções, imiscuindo-se nos assuntos internos da Pessoal com máscaras e luvas retirava do prédio bolsas que eram colocadas em um caminhão de mudança e em outros menores.

A ordem de fechar o consulado de Chengdu , localizado na província de Sichuan, no sudoeste chinês , foi vista como praticamente recíproca em termos de escala e impacto, mantendo a prática chinesa recente de reações equivalentes às ações dos EUA . Pequim havia alertado que retaliaria

O órgão ressaltou que a entrada só foi feita após a saída de todos os diplomatas americanos. No sábado, Pequim acusou agentes dos EUA de forçarem e entrada no consulado de Houston, afirmando se tratar de "propriedade nacional da China". "O lado chinês lamenta e opõe-se firmemente à decisão dos EUA de entrar à força no Consulado Geral da China em Houston", afirmou Pequim em comunicado.

O Departamento de Estado americano expressou "decepção" e lembrou que o consulado em Chengdu "está no centro das relações com o povo do oeste da China, incluindo o Tibete, há 35 anos". "Estamos decepcionados com a decisão do Partido Comunista Chinês e vamos nos esforçar para continuar alcançando as pessoas nesta importante região, por meio de nossos outros postos na China", declarou em nota.

Na manhã desta segunda, após o fechamento da representação diplomática em Chengdu, funcionários chineses retiraram a placa que estava em frente ao prédio e dizia "Consulado Geral dos Estados Unidos da América".

China entra no consulado dos EUA em Chengdu após saída de americanos

  China entra no consulado dos EUA em Chengdu após saída de americanos Após quase cinco décadas, o assassinato de uma mulher de 74 anos de Minnesota, EUA, foi resolvido graças a amostras de DNA. O suspeito, Algene Vossen, de 79 anos, foi preso na quinta-feira (23/7) acusado de assassinato em segundo grau.

Em ‘resposta’ à decisão americana de fechar o consulado chinês em Houston, a China ordenou o fechamento do consulado americano em Chengdu . REPRODUZINDO AGORA: other. China fecha consulado americano em Chengdu .

China acusou agentes dos Estados Unidos de entrarem no consulado em Houston, no Texas, sem autorização. Em Chengdu , no sudoeste da China , a polícia local reforçou a segurança em volta do consulado dos Estados Unidos na cidade após um homem ser detido atirando fogos de artifício

O fechamento iminente do cosnulado em Chengdu atraiu um fluxo constante de espectadores durante o fim de semana, levando a polícia a fechar a rua e a calçada em frente ao prédio e a instalar barreiras de metal.

A China mantém consulados em São Francisco, Los Angeles, Chicago e Nova York, além da embaixada em Washington. Os EUA têm outros quatro consulados na China e uma embaixada em Pequim, assegurando paridade em termos de representações diplomáticas.

O consulado de Chengdu foi aberto em 1985 e contava com quase 200 funcionários. O local ganhou destaque em 2012, quando o chefe da polícia na cidade vizinha de Chongqing se refugiou na represrentação diplomática, precipitando a queda do líder em ascensão de Chongqing, Bo Xilai, no maior escândalo político na China em décadas.

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | App | Instagram | Newsletter

Com tensão EUA-China, dados asiáticos e coronavírus, mercados internacionais têm manhã volátil .
Nas últimas semanas, a China vem, de modo geral, mostrando que se recupera em ritmo mais veloz do que se esperava da pandemia de coronavírus, que teve origem na cidade chinesa de Wuhan . Pesam no sentimento as rixas entre EUA e China, que ganharam um novo capítulo na semana passada, quando Washington ordenou o fechamento do consulado chinês em Houston, no estado americano do Texas. Em retaliação, Pequim mandou que o consulado dos EUA em Chengdu também encerrasse operações, o que foi efetivado nesta segunda. Americanos acusam os chineses de espionagem.

usr: 0
Isto é interessante!