Mundo Google exclui canais do YouTube da China por desinformação

19:33  06 agosto  2020
19:33  06 agosto  2020 Fonte:   istoedinheiro.com.br

Facebook e Twitter excluem postagens de Trump com 'desinformação nociva sobre covid-19'

  Facebook e Twitter excluem postagens de Trump com 'desinformação nociva sobre covid-19' Conteúdo retirado de contas do presidente reproduzia uma entrevista em que ele afirmou que crianças são 'quase imunes' ao coronavírus.O Facebook excluiu um post, que continha um trecho de entrevista que ele deu ao canal de TV Fox News, argumentando que o conteúdo reproduzia "desinformação nociva sobre a covid".

O Google diz que excluiu mais de 2.500 canais do YouTube vinculados à China como parte de seu esforço para eliminar a desinformação na plataforma. A companhia informou que os canais foram removidos entre abril e junho e que a operação faz parte de uma investigação sobre influências ligadas à China.

De acordo com reportagem do The Guardian, os canais geralmente publicavam conteúdo não político e com spam. No entanto, uma pequena parte da programação debatia cenários políticos. O Google não identificou os canais excluídos.

A nova ordem mundial chinesa

  A nova ordem mundial chinesa Ascensão do gigante asiático a potência mundial já é realidade há muitos anos, mas não está claro até onde vão as pretensões hegemônicas da China, e que papel ela vai reivindicar para si. © picture-alliance/AP Photo/J. Peng Xi Jinping (c) e outros membros do politburo durante o 19º congresso do Partido Comunista, em 2019 Em outubro de 2017, durante o 19º congresso do Partido Comunista Chinês (PCC), o presidente Xi Jinping declarou que uma nova era havia se iniciado para a China, a qual, "dia após dia, se aproxima do centro do palco mundial".

+ Google vai pagar até US$ 12 por furo de segurança no finado Google+

+ Comissão Europeia abre investigação sobre compra da Fitbit pelo Google

O relatório surge em meio a tensões entre os Estados Unidos e a China sobre tecnologia e mídia social. Ontem (05), a Casa Branca disse que está intensificando os esforços para eliminar aplicativos chineses “não confiáveis” do país. Entre os apps que podem ser suspensos estão o TikTok e o aplicativo de mensagens WeChat.

Google transforma smartphones Android em sensores de terremotos .
Google transforma smartphones Android em sensores de terremotosOAKLAND, Califórnia (Reuters) - Os smartphones Android do Google, de propriedade da Alphabet, começaram nesta terça-feira a detectar terremotos em todo o mundo para fornecer dados que poderiam dar a bilhões de usuários preciosos avisos de um tremor próximo, com um recurso de alerta sendo lançado inicialmente na Califórnia.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!