Mundo Argentina estende até 11 de outubro restrições por covid-19

00:37  19 setembro  2020
00:37  19 setembro  2020 Fonte:   msn.com

Expectativas positivas para América Latina, diz FGV/IBRE

  Expectativas positivas para América Latina, diz FGV/IBRE A Argentina lidera o ranking da melhora no Indicador de Clima Econômico (ICE) e, em segundo lugar, está o Brasil. O ICE é construído a partir de informações sobre a avaliação da situação atual (ISA-Indicador da Situação Atual) e das expectativas em relação aos próximos seis meses (IE- Indicador de Expectativas). Em julho para a América Latina, o ISA piorou e o IE melhorou e passou de negativo para positivo. Logo, a situação atual foi considerada mais desfavorável do que em abril e as expectativas melhoram e passaram de desfavorável para favorável.

(3 agosto) Voluntários fazem visitas nos arredores de Buenos Aires para detectar pessoas com sintomas de coronavírus © JUAN MABROMATA (3 agosto) Voluntários fazem visitas nos arredores de Buenos Aires para detectar pessoas com sintomas de coronavírus

O governo argentino decidiu estender até 11 de outubro as medidas de isolamento social para enfrentar a pandemia de covid-19, embora com uma abertura progressiva na área metropolitana de Buenos Aires onde o número de casos se estabilizou.

A Argentina começou o confinamento em 20 de março e cada província vem abrandando ou aumentando as restrições, dependendo da velocidade das infecções.

Argentina e Venezuela pagam auxílio emergencial e Cuba cobre salários durante a pandemia

  Argentina e Venezuela pagam auxílio emergencial e Cuba cobre salários durante a pandemia Publicações compartilhadas milhares de vezes em redes sociais desde meados de setembro asseguram que Cuba, Argentina e Venezuela não possuem qualquer subsídio financeiro para ajudar sua população durante a pandemia de covid-19, ao contrário do auxílio emergencial brasileiro. No entanto, todos estes países implementaram alguma garantia: na Argentina e na Venezuela, paga-se um bônus e em Cuba, o governo garante o pagamento de salários. “Auxílio Emergencial. Cuba: 00,00. Argentina: 00,00. Venezuela: 00,00. Brasil: 600,00. Onde estão os socialistas tão ‘preocupados’ com os pobres????”, diz o texto compartilhado mais de 6.

Em Buenos Aires, que registra em média 1.100 casos por dia, a atividade gastronômica em pátios e varandas, as obras em fase de conclusão e os atendimentos médicos não urgentes em hospitais serão liberados a partir de segunda-feira.

As aulas e os shows continuarão suspensos. As fronteiras serão mantidas fechadas, exceto para repatriações.

Durante os primeiros meses, os casos de coronavírus se concentraram em Buenos Aires, mas por várias semanas a doença se espalhou para as províncias.

Jujuy, Mendoza, Río Negro, Santa Cruz, Tierra del Fuego e Santa Fe são os que mais aumentam nos últimos 15 dias.

A Argentina acumula mais de 600.000 infecções e ultrapassa 12.000 mortes por covid-19.

nn/gfe/cc

Clubes ingleses temem ausência de público nos estádios até novembro .
Governo britânico está preocupado com recente aumento do número de casos de Covid-19 e podem adiar retorno dos fãs aos estádios de futebol, previstos para o dia 1º de outubroNas últimas semanas, os casos do novo coronavírus cresceram no Reino Unido, o que preocupou o primeiro-ministro Boris Johnson. Sofrendo críticas, o maior nome do governo britânico tenta impor medidas mais restritivas em algumas regiões do país. O futebol não escapa disso, apesar da pressão das equipes para comportar até 30% da capacidade das arenas com os fãs.

usr: 1
Isto é interessante!