Mundo Facebook elimina contas chinesas falsas com conteúdo relacionado às eleições americanas

03:05  23 setembro  2020
03:05  23 setembro  2020 Fonte:   msn.com

Fluxos de investimento EUA-China caem para mínima de 9 anos com aumento das tensões comerciais

  Fluxos de investimento EUA-China caem para mínima de 9 anos com aumento das tensões comerciais Fluxos de investimento EUA-China caem para mínima de 9 anos com aumento das tensões comerciaisO investimento, tanto feito diretamente por empresas quanto fluxos de capital de risco, entre os dois países caiu 16,2% para 10,9 bilhões de dólares entre janeiro e junho em relação ao mesmo período do ano anterior - também afetado pela pandemia de coronavírus, de acordo com dados da consultoria Rhodium Group.

Crie uma conta ou entre no Facebook . Conecte-se com amigos, familiares e outras pessoas que você conheça. Compartilhe fotos e vídeos, envie mensagens e

Perfil das Lojas Americanas . Novidades, Lançamentos e Promoções Exclusivas. O Facebook está mostrando informações para ajudar você a entender melhor o propósito de uma Página. Veja as ações das pessoas que administram e publicam conteúdo .

O Facebook anunciou nesta terça-feira que eliminou contas, grupos e páginas falsas da China que publicavam conteúdo relacionado às eleições presidenciais americanas © Lionel BONAVENTURE O Facebook anunciou nesta terça-feira que eliminou contas, grupos e páginas falsas da China que publicavam conteúdo relacionado às eleições presidenciais americanas

O Facebook anunciou nesta terça-feira que eliminou contas, grupos e páginas falsas da China que publicavam conteúdo relacionado às eleições presidenciais americanas de novembro.

"Eliminamos 155 contas, 11 páginas, nove grupos e seis contas do Instagram, por violarem nossas regras contra a interferência de pessoas ou governos estrangeiros", informou Nathaniel Gleicher, chefe da política de segurança do Facebook.

NBA: Marcus Smart e Jaylen Brown discutiram e precisaram ser separados após derrota do Boston Celtics, diz site

  NBA: Marcus Smart e Jaylen Brown discutiram e precisaram ser separados após derrota do Boston Celtics, diz site NBA: Marcus Smart e Jaylen Brown discutiram e precisaram ser separados após derrota do Boston Celtics, diz siteCom a vantagem de 2 a 0 no duelo, o Miami Heat enfrenta o Boston Celtics no jogo 3 neste sábado às 21h30 (de Brasília) com transmissão ao vivo da ESPN e do ESPN App além de tempo real com VÍDEOS no ESPN.com.

Perfil das Lojas Americanas . Novidades, Lançamentos e Promoções Exclusivas. Veja primeiro aqui! Siga-nos no Instagram Atenção, pessoal! Estamos recebendo muitos avisos de páginas com vagas falsas !

Relacionar -se é um grande desafio para o qual a maioria de nós não está preparado. Fazer o que gosta ou gostar do que faz. As respostas às perguntas do vídeo podem ser enviadas para gilberto.nunes@ relacionando -se.com.br.

O Facebook não conectou a campanha ao governo chinês e indicou que sua investigação encontrou vínculos com pessoas na província chinesa de Fujian. A atividade fora da China concentrou-se principalmente nas Filipinas e no Sudeste Asiático em geral, e um pouco nos Estados Unidos, segundo Gleicher.

As publicações referiam-se principalmente à atividade naval no Mar da China Meridional, incluindo as embarcações da Marinha americana, informou o Facebook. Os donos das contas teriam usado técnicas para driblar o firewall da China, que proíbe o uso da rede social americana.

Segundo Gleicher, as pessoas que controlavam as páginas fingiram ser cidadãos locais nos locais que visavam, e tentaram ocultar sua localização usando um software de rede privada virtual. A rede publicou no Sudeste Asiático sobre o interesse de Pequim no Mar da China Meridional, a situação em Hong Kong, e em apoio ao presidente filipino, Rodrigo Duterte, informou o Facebook.

A rede estava ativa desde 2018 e passou recentemente a publicar conteúdo tanto em favor quanto contra o presidente americano, Donald Trump, e seu rival, o democrata Joe Biden, segundo Gleicher.

dho/lo/dax/mps/rsr/lb

O inventor do método dos 13 fatores que 'sempre' acerta o vencedor da eleição dos EUA .
O historiador Allan Lichtman e o sismólogo russo Vladimir Keilis-Borok desenvolveram um método que adivinha o resultado da corrida à Casa Branca desde 1984. O que o modelo diz desta vez?Vlaidmir Keilis-Borok havia dedicado sua carreira na hoje extinta União Soviética (URSS) ao desenvolvimento de um método que permitisse antecipar quando um terremoto ocorreria e queria testar sua validade também para prever com sucesso o resultado de eleições.

usr: 3
Isto é interessante!