Mundo Suspeito de ataque com faca em Paris queria vingança por charges de Maomé

18:42  28 setembro  2020
18:42  28 setembro  2020 Fonte:   reuters.com

Ataque perto da antiga sede do Charlie Hebdo deixa 2 feridos em Paris

  Ataque perto da antiga sede do Charlie Hebdo deixa 2 feridos em Paris 2 suspeitos foram detidos pela polícia. Motivação ainda é desconhecidaSegundo o jornal francês Le Monde, as vítimas, 1 homem e 1 mulher, são colaboradores da produtora audiovisual Premières Lignes e estão em estado grave.

Policial francês monitora região próxima à Ópera da Bastilha, onde suspeito de ataque foi preso © Reuters/GONZALO FUENTES Policial francês monitora região próxima à Ópera da Bastilha, onde suspeito de ataque foi preso

Por Richard Lough e Asif Shahzad

PARIS/ISLAMABAD (Reuters) - A polícia da França está estudando um vídeo em que um homem suspeito de atacar pessoas com um cutelo na sexta-feira diz que cometerá um ato de "resistência" depois da republicação de charges que zombam do profeta Maomé em uma revista satírica.

O suspeito, que é paquistanês, foi preso pouco depois de duas pessoas serem feridas diante da antiga sede da revista Charlie Hebdo. Autoridades disseram que suas roupas estavam salpicadas de sangue.

Ataque com faca perto da antiga sede do "Charlie Hebdo" deixa dois feridos

  Ataque com faca perto da antiga sede do Um suspeito é detido. Caso é investigado como possível ataque terrorista. Redação do semanário foi alvo de atentado de militantes islamistas há cinco anos, e um processo judicial está em andamento. © A. Jocard/AFP/Getty Images Suspeito foi detido, mas sua identidade não foi divulgada Duas pessoas foram esfaqueadas nesta sexta-feira (25/09) nas imediações da antiga sede do semanário satírico Charlie Hebdo, em Paris, segundo a polícia da capital francesa. O jornal foi alvo de um ataque de militantes islamistas há cinco anos. Os dois feridos estão em estado grave, mas a vida deles não está em risco.

O vídeo foi encontrado no celular do suspeito, noticiou a mídia francesa. A Reuters não conseguiu autenticar a gravação de maneira independente. Uma fonte da polícia confirmou que um vídeo está sendo examinado.

No vídeo, o suspeito se identifica como Zeheer Hassan Mehmood e diz ser oriundo de Mandi Bahauddin, uma província do Punjab. Ele começa a soluçar e depois recita poesia em louvor ao profeta Maomé.

"Se pareço emotivo, permitam-me explicar: aqui, na França, as caricaturas do profeta Maomé foram feitas", diz ele em urdu. "Farei um (ato de) resistência hoje, 25 de setembro."

Seu pai o elogiou.

"Meu coração está cheio de felicidade", disse Arshad Mehmood ao site de notícias Naya Pakistan na casa da família. "Posso sacrificar todos os meus cinco filhos para proteger a honra do profeta."

Suspeito de ataque com faca em Paris confessa que agiu contra Charlie Hebdo

  Suspeito de ataque com faca em Paris confessa que agiu contra Charlie Hebdo Um dia após o ataque com faca em Paris em frente à antiga sede do Charlie Hebdo, o principal suspeito "assumiu seu ato", que vinculou à republicação das caricaturas do profeta Maomé por parte do semanário satírico, indicaram neste sábado (26) fontes próximas à investigação. Detido pela polícia na Praça da Bastilha pouco depois do ataque com uma faca de açougueiro que deixou dois feridos graves, este homem de 18 anos nascido no Paquistão "assumiuDetido pela polícia na Praça da Bastilha pouco depois do ataque com uma faca de açougueiro que deixou dois feridos graves, este homem de 18 anos nascido no Paquistão "assumiu seu ato, que está no contexto da republicação das caricaturas, as quais não suportou", segundo uma dessas

"Ele nos ligou... e disse que o profeta de Deus o escolheu e o encarregou de matar os blasfemos."

As charges foram publicadas pela primeira vez pelo Charlie Hebdo em 2006 e levaram militantes islâmicos a atacarem a redação da revista em 2015 com um atentado que deixou 12 mortos e foi reivindicado pela Al Qaeda.

O semanário, que se mudou para um local secreto após o ataque, republicou as charges no início deste mês para assinalar o começo do julgamento de 14 pessoas com supostos laços com os assassinos do Charlie Hebdo.

Para os muçulmanos, qualquer representação do profeta é blasfema.

Usando uma túnica comprida, o suspeito disse ser guiado espiritualmente por Ilyas Qadri, clérigo sunita e fundador do Dawat-e-Islami, uma organização não-violenta que atua em todo o globo.

Qadri diz que uma pessoa que comete uma blasfêmia deveria ser entregue à polícia, mas que se outro individuo for levado pelas emoções a matar o blasfemo, a lei não deveria ser aplicada.

Suspeito de ataque com faca em Paris mirava Charlie Hebdo, diz fonte

  Suspeito de ataque com faca em Paris mirava Charlie Hebdo, diz fonte Suspeito de ataque com faca em Paris mirava Charlie Hebdo, diz fontePARIS (Reuters) - O homem suspeito de ter realizado ataques com uma faca de açougueiro que feriram duas pessoas na sexta-feira está cooperando com a polícia e disse que tinha como alvo a revista semanal de humor Charlie Hebdo, disse uma fonte policial à Reuters.

O Dawat-e-Islami não respondeu de imediato a um pedido de comentário.


Video: Ataque com faca deixa feridos em Paris; 2 suspeitos foram presos (Reuters)

Autor de ataque a faca em Paris é indiciado por 'tentativa de assassinato' .
O homem que feriu duas pessoas em um ataque a faca na sexta-feira passada em frente à antiga sede da revista semanal "Charlie Hebdo", em Paris, foi indiciado nesta terça-feira por "tentativa de assassinato" terrorista, anunciou a procuradoria nacional antiterrorista à AFP. Após quatro dias sob custódia, o suspeito compareceu diante de um juiz de instrução, que o indiciou por "tentativa de assassinato em conexão com uma empresa terrorista" eApós quatro dias sob custódia, o suspeito compareceu diante de um juiz de instrução, que o indiciou por "tentativa de assassinato em conexão com uma empresa terrorista" e "associação criminosa terrorista", informou a instituição.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!