Mundo Chef japonês se suicida após acusações de assédio sexual

21:16  30 setembro  2020
21:16  30 setembro  2020 Fonte:   revistamenu.com.br

Flagra de estupro de criança choca Manaus

  Flagra de estupro de criança choca Manaus Idoso foi pego em flagrante quando estuprava uma menina de 10 anos em um matagal, perto do do shopping Manaus Via Norte. “Um cidadão viu o idoso entrando na mata com uma menina, e acharam estranho aquela cena e decidiram acompanhar”, disse o tenente Ricardo Lima ao portal de notícias Manaus Alerta. “Foi quando ouviram gritos da criança e ao se aproximar notou-se a menina sem roupa, e o homem cometendo os abusos.”O acusado tentou fugir do local, mas acabou sendo detido e e levado à delegacia.

da redação da Menu

Uma das novas estrelas da gastronomia francesa, o chef japonês Taku Sekine se suicidou após ser acusado de assédio sexual por um jornalista especializado. O anúncio da morte de Sekine foi feito por sua família no Twitter, que também disse que as acusações são mentirosas.

+Morre o lendário chef Pierre Troisgros, aos 92 anos, na França

+Rei do espaguete à amatriciana morre aos 87 anos na Itália

+Dona Dega, do restaurante Tordesilhas, morre aos 91 anos

Destaque do Frontale no Campeonato Japonês, Leandro Damião é líder do time em participação de gols

  Destaque do Frontale no Campeonato Japonês, Leandro Damião é líder do time em participação de gols Atacante já marcou nove gols e deu três assistências na competiçãoNa Copa da Liga Japonesa, Damião atuou em três jogos e marcou um gol. No total nesse ano, o atleta jogou 21 partidas e balançou as redes em 10 oportunidades. No Japão desde o ano passado, ele atuou em 59 jogos, anotou 24 tentos e deu 8 assistências.

“(Sekine) cometeu suicídio após uma grave depressão seguida de sua acusação pública comparável a uma verdadeira crueldade”, afirma o comunicado da família. O comunicado ainda destaca que o japonês nunca foi alvo de qualquer denúncia, informa reportagem da agência de notícias France Presse.

Sekine era um dos mais destacados discípulos do chef francês Alain Ducasse e estava à frente de dois restaurantes de Paris: o Dersou, eleito pelo guia Fooding como a “A melhor mesa de 2016”, e o Cheval d’Or, conhecido pela fusão das culinárias francesa e japonesa.

As acusações foram feitas por Franck Pinay-Rabaroust, fundador do site Atabula, que publicou uma reportagem chamada “Violência sexual na cozinha”. Após a morte de Sekine, Pinay-Rabaroust se defendeu e afirmou que as informações são verídicas.

“Fontes diferentes mencionaram o nome de Sekine várias vezes e relataram eventos muito semelhantes. Os fatos em questão se confirmavam cada vez mais”, escreveu Pinay-Rabaroust.

Slimani pede que argelinos esqueçam atletas que optem por outra seleção .
Meio-campista defendeu jogadores como Aouar e Fekir que optaram por jogar pela seleção francesa e pediu mais respeito aos atletas que foram convocados pela ArgéliaEm entrevista para a revista “France Football”, o meio-campista Islam Slimani pediu para que a imprensa e os torcedores argelinos parasse de perseguir atletas que não optem por defender a seleção de seu país. O caso mais recente foi o de Houssem Aouar, atleta do Lyon, que preferiu vestir a camisa da seleção francesa.

usr: 9
Isto é interessante!