Mundo Grupo acusado de ajudar ativistas pró-democracia é preso em Hong Kong

19:05  10 outubro  2020
19:05  10 outubro  2020 Fonte:   msn.com

Polícia de Hong Kong prende dezenas para evitar protestos em feriado da China

  Polícia de Hong Kong prende dezenas para evitar protestos em feriado da China Polícia de Hong Kong prende dezenas para evitar protestos em feriado da ChinaHONG KONG (Reuters) - O batalhão de choque da polícia de Hong Kong que patrulhava a rota de uma marcha antigoverno prendeu dezenas de pessoas nesta quinta-feira, impedindo a multidão de se reunir enquanto a executiva-chefe da cidade, Carrie Lam, louvava a "volta à estabilidade" em meio às comemorações do Dia Nacional da China.

A polícia de Hong Kong prendeu neste sábado (10) nove pessoas acusadas de terem ajudado doze ativistas pró-democracia que tentavam fugir em um barco para Taiwan, e que estão presos há quase duas semanas na China continental.

A polícia monta guarda diante do protesto de familiares de 12 residentes de Hong Kong, que foram interceptados pela guarda costeira chinesa e detidos no continente em agosto depois de serem pegos tentando fugir de Hong Kong para Taiwan. Em 8 de outubro de 2020. © ISAAC LAWRENCE A polícia monta guarda diante do protesto de familiares de 12 residentes de Hong Kong, que foram interceptados pela guarda costeira chinesa e detidos no continente em agosto depois de serem pegos tentando fugir de Hong Kong para Taiwan. Em 8 de outubro de 2020.

Algumas dessas nove pessoas já haviam sido presas no passado por terem participado dos protestos que sacudiram a cidade em 2019, e todas foram detidas por "assistência a infratores".

Protestos e Covid paralisam negócios em arranha-céu de Hong Kong

  Protestos e Covid paralisam negócios em arranha-céu de Hong Kong Há um ditado no mercado imobiliário de Hong Kong que se o homem mais rico da cidade, Li Ka-shing, está vendendo, você não quer ser o comprador.Agora, um grupo de investidores que pagou US$ 5,2 bilhões pela participação de Li no The Center há quase três anos - o que tornou o arranha-céu o mais caro do mundo - descobriu o motivo. Depois de inicialmente obter lucros rápidos com negócios na torre de 73 andares, a combinação de protestos contra o governo, a pandemia de coronavírus e a escalada das tensões EUA-China fez com que a taxa de vacância aumentasse, os aluguéis caíssem e os negócios secassem.

Um porta-voz da polícia explicou aos jornalistas que os presos "possuem o barco" em que os ativistas tentaram fugir, e que forneceram "ajuda financeira, um alojamento antes da viagem, e um transporte para o cais" e que também os ajudariam quando chegassem a Taiwan.

A Guarda Costeira prendeu em 23 de agosto 12 ativistas que tentavam chegar a Taiwan a bordo de uma embarcação.

Nos últimos tempos, e com a intensificação da repressão na antiga colônia britânica por parte da China, Taiwan tem se tornado um refúgio para os hongkoneses que desejam fugir, muitos sendo investigados por atividades relacionadas com as manifestações do ano passado.

A China afirma que o grupo de doze fugitivos foi preso por tentar cruzar a fronteira ilegalmente, mas existem suspeitas de que na realidade estariam sendo processados por crimes contra a segurança nacional, que podem levá-los a serem condenados a prisão perpétua ou pena de morte.

yz/gle/at/jhd/jvb/zm/gf

Batalhão de Choque dispersa manifestantes pró-democracia em Bangcoc .
A polícia tailandesa dispersou, nesta sexta-feira (16), em Bangcoc, centenas de manifestantes que voltaram a desafiar a proibição de protestarem e foram mais uma vez às ruas pedir reformas democráticas no país. Na quinta-feira, cerca de 10.000 pessoas desafiaram a proibição de aglomeração, manifestando-se no centro de Bangcoc. - Segurança nacional -Segundo o decreto de emergência promulgado para tentar impedir o movimento que sai às ruas há vários meses, as concentrações políticas de mais de quatro pessoas e as mensagens na Internet consideradas "contra a segurança nacional" estão proibidas.

usr: 1
Isto é interessante!