Mundo ‘Golpe na imagem de Bolsonaro’: o que mídia internacional disse sobre dinheiro nas nádegas de senador

19:30  16 outubro  2020
19:30  16 outubro  2020 Fonte:   bbc.com

DEM pede ao STF acesso a inquérito que apura caso do senador com dinheiro na cueca

  DEM pede ao STF acesso a inquérito que apura caso do senador com dinheiro na cueca Para analisar "eventual desrespeito". Por parte do senador contra o partido“O ato tem como objetivo analisar eventual desrespeito aos princípios éticos do Democratas, previstos estatutariamente, pelo senador Chico Rodrigues”, justificou o partido em nota.

O dinheiro encontrado entre as nádegas de um aliado do presidente Jair Bolsonaro foi um "golpe" na imagem anticorrupção que ele tenta transmitir. Essa foi a mensagem que acompanhou a repercussão da notícia em diversos jornais estrangeiros na quinta (15/10) e na sexta (16/10).

© Reprodução "Polícia encontra dinheiro escondido entre nádegas de aliado de Bolsonaro", no Guardian

O flagra do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (DEM-RR) foi reproduzido pela imprensa em todo o mundo, com títulos destacando a situação inusitada e textos críticos lembrando outros casos de corrupção do governo Bolsonaro.

Políticos lamentam morte do senador Arolde de Oliveira

  Políticos lamentam morte do senador Arolde de Oliveira Estava internado com covid-19. Congressista morreu aos 83 anosO presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), decretou luto oficial na Casa. “Que Deus o receba em sua misericórdia e console sua família neste momento de dor“, escreveu em seu perfil no Twitter.

Os jornais também destacaram a frase dita pelo líder brasileiro disse na semana passada, de que havia acabado com a Lava Jato "porque não tem mais corrupção no governo".

Rodrigues, aliado de Bolsonaro, foi alvo de uma operação para apurar desvios de verbas destinadas ao combate da pandemia do coronavírus em Roraima.

Na quinta-feira, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso determinou seu afastamento por 90 dias. O senador disse ter um "passado limpo" e confiar na Justiça para esclarecer o ocorrido. Já Bolsonaro afirmou que Rodrigues, vice-líder de seu governo até a manhã de quinta, não faz parte do governo. "Querer vincular o fato de ele ser vice-líder à corrupção do governo não tem nada a ver."

© Reprodução "Escândalo no Brasil: Polícia encontra R$ 30 mil na cueca de um senador bolsonarista", diz La Nación

O diário britânico The Guardian publicou em seu site uma reportagem com o título "Polícia encontra dinheiro escondido entre as nádegas de aliado de Bolsonaro".

Fórum dos Leitores

  Fórum dos Leitores Cartas de leitores selecionadas pelo jornal O Estado de S. Paulo.Contra o povo

Publicado na quinta, o texto começa afirmando que os esforços de Bolsonaro "para se apresentar como um 'paladino' anticorrupção sofreram outro golpe" depois de uma apreensão de notas de dinheiro "entre as nádegas cerradas de um de seus aliados".

"Brasileiros compartilharam a notícia com a hashtag viral #PropinaNaBunda. Muitos sugeriram que o caso seria lembrado 'nos anais da história'", diz o texto.

Em seguida, a reportagem destaca como Bolsonaro foi eleito em 2018 prometendo erradicar a corrupção. E termina: "Seu governo tem sido afetado por escândalos, incluindo suspeitas de que um de seus filhos políticos, Flávio, comandou uma rede de corrupção. Flávio Bolsonaro negou essas acusações".

O jornal argentino La Nación publicou reportagens no site e na versão impressa desta sexta. "Golpe para Bolsonaro: encontram dinheiro oculto de um aliado", diz o título do jornal.

Barroso determina afastamento de senador da cueca por 90 dias

  Barroso determina afastamento de senador da cueca por 90 dias Chico Rodrigues foi alvo da PF. Era vice-líder do governo no Senado. Senado vai definir se ele deixa o cargoEis a íntegra da decisão (238 KB).

'Quase uma união estável', resumiu o então deputado federal Jair Bolsonaro sobre sua relação com o colega Chico Rodrigues © Presidência da República 'Quase uma união estável', resumiu o então deputado federal Jair Bolsonaro sobre sua relação com o colega Chico Rodrigues

"Um escândalo atinge a base de Jair Bolsonaro no Congresso Brasileiro. Chico Rodrigues, vice-líder do governo no Senado, escondeu R$ 30 mil na cueca durante uma operação da Polícia Federal", diz o texto.

"O episódio gera comoção dias depois de Bolsonaro garantir que a operação Lava Jato acabou porque em seu governo 'não há corrupção'. O governo brasileiro abandonou gradativamente a agenda anticorrupção como eixo de governo após a saída do ex-juiz Sergio Moro", escreve o diário argentino. A reportagem também destaca como Rodrigues mantém um "relacionamento próximo" com o presidente.

O americano Washington Post reproduziu texto da Associated Press, com o título: "Aliado de líder do Brasil suspenso após 'jackpot' de dinheiro na cueca". O termo "jackpot" refere-se a um prêmio acumulado, especialmente em jogos de azar.

© Reprodução "Brasil: maços de notas encontrados na cueca de um senador", no Le Figaro

No site do francês Le Figaro, "Brasil: Maços de notas encontradas na cueca de um senador". E no alemão Der Spiegel, "Dinheiro suspeito de ser desviado encontrado 'entre as nádegas'". "O Brasil está sendo gravemente afetado pelo coronavírus. No entanto, o aliado de Bolsonaro, Francisco Rodrigues, aparentemente desviou fundos destinados ao combate ao coronavírus - para suas cuecas", diz o texto publicado pelo jornal.

O dinheiro destinado à pandemia que teria sido desviado também foi o destaque na notícia veiculada pelo site da revista semanal americana Newsweek.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

https://www.youtube.com/watch?v=T-ov3fIBH9U

https://www.youtube.com/watch?v=7C_1vmhvLMA

https://www.youtube.com/watch?v=zLj7OG8ER_k

Partidos pedem perda do mandato de Chico Rodrigues no Senado .
Representação ao Conselho de Ética. Autores: Rede e Cidadania. Senador foi alvo da Polícia Federal“No caso, o abuso de poder é evidente, na medida em que há a alegação de malversação de verbas públicas que só tangenciam o parlamentar pelo fato de ser senador”, justificam os partidos no documento. Eis a íntegra (365 KB).

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 7
Isto é interessante!