Mundo Rússia propõe novo regime de verificação de mísseis aos EUA após fim de tratado

17:51  26 outubro  2020
17:51  26 outubro  2020 Fonte:   reuters.com

EUA rejeitam proposta russa para prorrogar por 1 ano pacto sobre armas nucleares

  EUA rejeitam proposta russa para prorrogar por 1 ano pacto sobre armas nucleares EUA rejeitam proposta russa para prorrogar por 1 ano pacto sobre armas nuclearesMOSCOU/WASHINGTON (Reuters) - As perspectivas de prorrogação do mais recente tratado que limita a mobilização de armas nucleares estratégicas de Estados Unidos e Rússia pareciam desanimadoras nesta sexta-feira, depois que o governo norte-americano rejeitou uma proposta russa de renovação incondicional de um ano por considerá-la "inviável".

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin propôs nesta segunda-feira que a Rússia e os Estados Unidos concordem em não instalar certos mísseis terrestres na Europa e adotem medidas mútuas de verificação para criar confiança após o fim do tratado de controle de armas nucleares INF.

Componentes de um míssil SSC-8/9M729 © Reuters/MAXIM SHEMETOV Componentes de um míssil SSC-8/9M729

Os EUA se desfiliaram do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário de 1987 no ano passado, acusando Moscou de violá-lo --uma acusação refutada pelo Kremlin.

A arquitetura global de controles de armas nucleares se tensionou ainda mais desde então, já que os ex-inimigos da Guerra Fria não conseguiram acertar um substituto para o Novo Start, outro grande pacto de controle de armas que vence em fevereiro de 2021.

Candidatos pelo País têm propostas de transferência de renda

  Candidatos pelo País têm propostas de transferência de renda Há promessas em ao menos nove capitais, vindas de 30 representantes de todos os lados do espectro político; economistas ouvidos pelo 'Estadão' levantam dúvidas sobre a eficácia desses programas em nível municipal . Além disso, dizem os analistas, a queda de arrecadação na maioria das prefeituras, agravada pela pandemia, coloca em xeque a viabilidade das promessas. © Wilton Júnior/Estadão Fila de pessoas para receber o auxílio emergencial do governo federal A covid-19 fez com que índices de renda e empregabilidade piorassem nos últimos meses.

Também nesta segunda-feira, o Kremlin sugeriu medidas de "distensão", como permitir que a Rússia realize inspeções do sistema norte-americano Aegis Ashore na Europa e que os EUA verifiquem os mísseis russos 9M729 presentes em instalações no enclave de Kaliningrado.

"Propomos que todos os lados interessados cogitem opções concretas para medidas mútuas de verificação para remover preocupações existentes", disse o Kremlin em um comunicado publicado em seu site.

O pacto INF proibia mísseis terrestres com um alcance de cerca de 500 a 5.500 mil quilômetros, o que reduzia a capacidade dos dois países de lançar um ataque subitamente.

(Por Maria Kiselyova)

Azerbaijão acusa Armênia de matar 21 civis em ataque com mísseis .
O Azerbaijão acusou nesta quarta-feira (28) a Armênia de ter matado 21 civis e ferido várias dezenas em ataques com mísseis contra Barda, perto de Nagorno Karabakh, as piores vítimas civis em um mês de combates naquela região separatista. A Armênia negou ter realizado o ataque, o segundo em dois dias que matou civis na região de Barda, e acusou as forças do Azerbaijão de terem bombardeado áreas povoadas de Nagorno Karabakh. Esses ataques e acusações mútuas decorrem do fracasso de um cessar-fogo assinado sob a égide dos Estados Unidos, que deveria entrar em vigor na segunda-feira, mas foi rompido quase após sua entrada em vigor.

usr: 0
Isto é interessante!