Mundo Vacina AstraZeneca/Oxford induz 'resposta imunológica promissora'

17:56  26 outubro  2020
17:56  26 outubro  2020 Fonte:   msn.com

Autoridades criticam Bolsonaro por veto à compra da vacina chinesa

  Autoridades criticam Bolsonaro por veto à compra da vacina chinesa Acordo previa 46 milhões de doses. Vacina é desenvolvida pela SinovacA reportagem do Poder360 apurou que Bolsonaro enviou mensagens a ministros com o seguinte teor: “Alerto que não compraremos vacina da China. Bem como meu governo não mantém diálogo com João Doria sobre covid-19“. O presidente e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), são desafetos políticos.

O laboratório farmacêutico britânico AstraZeneca anunciou nesta segunda-feira (26) que sua vacina em desenvolvimento contra a covid-19 induz uma reposta imunológica promissora em jovens adultos e idosos.

(Arquivo) Sede da AstraZeneca em Macclesfield, Cheshire © Paul ELLIS (Arquivo) Sede da AstraZeneca em Macclesfield, Cheshire

"É promissor observar as respostas imunológicas semelhantes entre idosos e jovens adultos", disse um porta-voz  da AstraZeneca, que trabalha na vacina em colaboração com a Universidade de Oxford.

"Os resultados comprovam as evidências sobre a segurança e a resposta imunológica da vacina", destacou disse o grupo.

A Universidade de Oxford destacou que os dados procedem dos primeiros testes clínicos, que são conhecidos como fase 2.

Morre voluntário brasileiro de testes de Oxford; empresa não diz se ele tomou vacina ou placebo

  Morre voluntário brasileiro de testes de Oxford; empresa não diz se ele tomou vacina ou placebo Homem não resistiu a complicações da covid; Anvisa diz que comitê internacional de segurança recomendou que estudos continuemSÃO PAULO - Um voluntário brasileiro da pesquisa da vacina contra a covid desenvolvida em parceria pela Universidade de Oxford com a farmacêutica AstraZeneca morreu por complicações da covid-19. Não se sabe ainda se o homem havia recebido, de fato, a vacina em teste ou o placebo.

A vacina está atualmente na fase de ensaios clínicos mais amplos, denominados de fase 3, a etapa anterior à autorização pelas autoridades.

Os ensaios clínicos também foram retomados nos Estados Unidos, o único país onde estava suspenso desde que o um participante ficou enfermo há mais de seis semanas, anunciou a AstraZeneca na sexta-feira.

Os resultados do ensaio do projeto, um dos mais avançados do mundo, são esperados para este ano.

É um dos 10 que estão sendo testados em dezenas de milhares de voluntários em um ensaio de fase 3, ao lado de projetos americanos, chineses e um russo.

Esta vacina é uma das que gera mais expectativas. O grupo farmacêutico vendeu com antecedência centenas de milhões de doses em vários continentes e estabeleceu parcerias com outros produtores para que as doses sejam produzidas localmente.

A demanda estimada alcança bilhões de doses.

No Reino Unido, o ministro da Saúde Matt Hancock afirmou à rádio BBC 4 que "a maior parte da implementação" de uma vacina contra o coronavírus pode ocorrer antes do próximo verão europeu (inverno no Brasil).

Ele não descartou a possibilidade de algumas pessoas já poderem recebê-la antes do Natal.

jbo/oaa/aa

A vacina de Oxford é realmente tão promissora? .
Projeto da empresa de biotecnologia Vaccitech desenvolvido pela farmacêutica AstraZeneca e a universidade britânica é com frequência citado como avançado. Mas ele também desperta questionamentos. © Schott Embora ainda não esteja claro se a vacina será aprovada, vários governos já encomendaram dezenas de milhões de doses Hoje há mais de 200 projetos de vacina contra o coronavírus em andamento em todo o mundo. Deles, nove são considerados pelos observadores como favoritos por já estarem em estágio avançado de testes.

usr: 0
Isto é interessante!