Mundo Governo francês eleva nível de alerta para máximo após atentado em Nice

15:26  29 outubro  2020
15:26  29 outubro  2020 Fonte:   brasil.rfi.fr

Chelsea tem interesse em contratar Danilo Barbosa, do Nice, diz jornal

  Chelsea tem interesse em contratar Danilo Barbosa, do Nice, diz jornal De acordo com o 'Daily Express', equipe londrina monitora o meio-campista brasileiro, de 24 anos. Jogador voltou a atuar após três meses afastado por causa de uma lesão no joelhoVale destacar que Danilo, de 24 anos, foi das categorias de base do Vasco antes de fechar um acordo com o Braga, em 2014. Com muita regularidade, o brasileiro conseguiu boas atuações na Liga Portuguesa, mas se transferiu por empréstimo ao Valencia na temporada seguinte.

Em um discurso na Assembleia Nacional, nesta quinta-feira (29), o primeiro-ministro francês, Jean Castex, anunciou que o alerta do dispositivo "Vigipirate", para prevenir atentados, será elevado para o nível máximo na França. Ainda nesta quinta-feira, outro ataque ocorreu contra o consulado francês em Jidá na Arábia Saudita, e a polícia matou um homem em Avignon, no sul, que ameaçava pedestres com uma arma.

  Governo francês eleva nível de alerta para máximo após atentado em Nice © AP - Daniel Cole

Diante dos deputados franceses, após ter apresentado as medidas que serão adotadas durante o lockdown nesta sexta-feira (30), o premiê francês denunciou um ataque "bárbaro, que deixa todo o país de luto e atinge em cheio toda a comunidade", declarou. "Toda a nação compartilha sua dor e a imensa emoção", disse Castex, que também elogiou a ação das forças de segurança.

Brasileira é uma das vítimas do atentado à basílica de Nice, na França

  Brasileira é uma das vítimas do atentado à basílica de Nice, na França O Consulado Geral do Brasil em Paris confirmou que uma das vítimas do atentado terrorista na basílica Notre-Dame de Assunção, nesta quinta-feira (29) no centro de Nice, era a brasileira Simone Barreto Silva. Nascida em Salvador (BA), Simone, tinha 44 anos, morava na França há 30 e deixou três filhos. Segundo uma prima que falou com a reportagem da RFI, mas preferiu não se identificar, Simone - que foi feriada a faca e morreu num restaurante quase em frente à catedral, onde tinha tentado se refugiar - estava na França há 30 anos e deixou três filhos. Uma das últimas frases da vítima teria sido: “Diga aos meus filhos que eu os amo”.

Vários dirigentes se manifestaram após o ataque. Entre eles, a chanceler alemã, Angela Merkel, que exprimiu sua "solidariedade", e o premiê britânico, Boris Johnson que disse estar "chocado com o ataque bárbaro na basílica de Notre-Dame em Nice. Nossos pensamentos vão para as vítimas e suas famílias, e o Reino Unido está junto com a França na luta contra o terror e a intolerância", declarou.

O Ministério turco das Relações Exteriores também condenou o atentado em um comunicado. As tensões entre os dois países cresceu desde que o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condenou as declarações do presidente Emmanuel Macron, durante a homenagem ao professor de história e geografia Samuel Paty. O chefe de Estado francês defendeu direito de publicar qualquer tipo de caricatura, incluindo as do profeta Maomé. A reação foi criticada por diversos países islâmicos, entre eles a Turquia.

Migrante tunisiano que matou três pessoas em igreja de Nice carregava três facas, relata procurador

  Migrante tunisiano que matou três pessoas em igreja de Nice carregava três facas, relata procurador O procurador antiterrorista Jean-François Ricard informou que o autor do ataque que deixou três vítimas na manhã desta quinta-feira (29) na basílica Notre-Dame de Nice carregava com ele três facas, um Alcorão e um telefone celular. Segundo o procurador, que deu uma coletiva sobre o caso às 21h de Paris, 17h em Brasília, o tunisiano de 21 anos, gravemente ferido durante a operação policial para sua detenção, foi operado e está com o prognóstico vital comprometido. © AP Photo/Thibault Camus O procurador disse que o agressor, identificado pela imprensa como Brahim Aoussaoui, nascido em 1999 na Tunísia, carregava um documento da Cruz Vermelha italiana.

Ataques em série?

Um saudita foi preso após tentar esfaquear um guarda no consulado francês em Jidá, na Arábia Saudita, também na manhã desta quinta-feira (29). O vigia, empregado de uma empresa de segurança, foi ferido a faca no prédio oficial francês na cidade de Jidá e levado a um hospital. De acordo com o consulado francês no território saudita, o segurança está fora de risco.

A embaixada francesa condenou o atentado em um comunicado à imprensa e pediu para que os franceses na Arábia Saudita aumentem a vigilância contra atos de violência.

Na região de Avignon, também no sul da França, um homem foi morto pela polícia após ameaçar pedestres com uma arma de fogo.

Em Avignon, a polícia informa que nenhuma suspeita está descartada, mas que não há características de que seja um ataque radical islâmico.

As diversas ações violentas realizadas no mesmo dia levantam a suspeita de ataques coordenados. Nesta quinta-feira, dia 29 de outubro, é comemorado no mundo muçulmano o nascimento do profeta Maomé.

Mundo reage com indignação a ataque extremista contra igreja em Nice

  Mundo reage com indignação a ataque extremista contra igreja em Nice O ataque com faca que matou três pessoas em uma igreja em Nice, cidade no sul da França, provocou reprovação e indignação em todo o mundo, e muitos países expressaram sua solidariedade à França. TURQUIA A Turquia condenou "firmemente" o ataque "selvagem" a Nice e manifestou sua "solidariedade", apesar das tensões diplomáticas entre os dois países. EGITOO Ministério das Relações Exteriores do Egito afirmou que o país "está ao lado da França na luta" contra esse tipo de crime "de ódio". O imã da Mesquita de al-Azhar, Ahmed al-Tayeb, denunciou o "ato de ódio e terrorismo" que é "contrário aos ensinamentos do Islã".

Ataque em Nice deixa três mortos

Um homem invadiu a basílica de Notre-Dame, no centro de Nice, e atacou as pessoas no interior com golpes de faca por volta das 9h locais (5h de Brasília). Três pessoas morreram, um homem e duas mulheres.

O prefeito de Nice, Christian Estrosi, afirmou que o agressor "enquanto algemado, pronunciou as palavras Allah Akbar [Allah é  o maior]" e pediu que tudo "fosse feito para eliminar o islamo-fascismo" do país. O ataque será investigado pela divisão antiterrorista.

A Conferência de Bispos da França qualificou o ataque de « inominável” e afirmou que os católicos não podem se tornar “um alvo de morte”.

(Com informações da AFP e Reuters)

Centenas marcham em Nice em homenagem à brasileira morta em atentado .
Uma marcha branca reunindo centenas de pessoas tomou as ruas do centro de Nice, na rivera francesa, na tarde deste sábado (31), para homenagear a brasileira Simone Barreto Silva, uma das três vítimas fatais do atentado terrorista à basílica de Notre-Dame, na quinta-feira (29). Ao final da marcha, na frente da igreja, o grupo fez uma manifestação bradando frases como "Queremos paz" e "Justiça". A marcha partiu da igreja Saint-Pierre d’Arène, em Nice, onde uma cerimônia em homenagem a Simone Barreto Silva foi organizada na tarde deste sábado (31).

usr: 0
Isto é interessante!