Mundo Papa condena o ataque na França e 'reza pelas vítimas'

15:31  29 outubro  2020
15:31  29 outubro  2020 Fonte:   msn.com

Papa usa máscara pela primeira vez em público

  Papa usa máscara pela primeira vez em público Papa usa máscara pela primeira vez em públicoROMA (Reuters) - O papa Francisco usou uma máscara em público pela primeira vez nesta terça-feira quando ele e outros líderes religiosos participaram de um culto de orações pela paz ao redor do mundo.

O papa Francisco condenou "o terrorismo e a violência que nunca podem ser aceitos" e "reza pelas vítimas", após o ataque nesta quinta-feira com faca que deixou três mortos na cidade francesa de Nice.

O papa Francisco durante a oração do Angelus na Praça de São Pedro em 13 de setembro de 2020 © Vincenzo PINTO O papa Francisco durante a oração do Angelus na Praça de São Pedro em 13 de setembro de 2020

"É um momento de dor, um momento de confusão. O terrorismo e a violência nunca podem ser aceitos. O ataque de hoje semeou a morte em um lugar de amor e consolo, como a casa do Senhor", disse em um comunicado o porta-voz do papa, Matteo Bruni, que destacou que o pontífice "reza pelas vítimas e seus familiares".

Papa diz que homossexuais devem ser protegidos por leis de união civil

  Papa diz que homossexuais devem ser protegidos por leis de união civil Papa diz que homossexuais devem ser protegidos por leis de união civilROMA (Reuters) - O papa Francisco afirmou, em um filme lançado nesta quarta-feira, que os homossexuais devem ser protegidos pelas leis de união civil, em uma das linguagens mais claras já usadas pelo pontífice sobre os direitos dos gays.

Três pessoas morreram, ao menos uma delas com a garganta cortada, e várias ficaram feridas em um ataque com faca perto da basílica de Notre-Dame no coração de Nice.

O autor foi detido.

O ataque ocorre menos de duas semanas após o assassinato por decapitação de um professor perto de Paris, por ter mostrado caricaturas do profeta Maomé em uma aula sobre liberdade de expressão.

O chefe do governo italiano Giuseppe Conte condenou também o "ataque vil" e pediu a consolidação de uma "frente comum" em defesa dos valores da "liberdade e da paz", escreveu em um tuíte.

"Nossas certezas são mais fortes que o fanatismo, o ódio e o terror", afirmou.

kv/mar/aa

Vaticano explica posição do papa sobre as uniões homossexuais .
O Vaticano explicou em uma nota interna a posição do papa Francisco sobre as uniões homossexuais após a controvérsia provocada pelo documentário "Francesco" e reiterou que o matrimônio católico acontece entre um homem e uma mulher, informaram fontes religiosas nesta segunda-feira. Um documento, emitido pela Secretaria de Estado do Vaticano - comandada pelo número dois da Santa Sé, o cardeal Pietro Parolin - e enviado às nunciaturas ou embaixadas em todo o mundo, aborda o tema delicado após mais de uma semana de silêncio, devido ao escândalo provocado pelas palavras do pontífice no documentário do americano de origem russa Yevgeny Afineevsky.

usr: 0
Isto é interessante!