Mundo 'Corram, corram... tem gente morta!', garçom narra os minutos de pânico após ataque em Nice

16:16  29 outubro  2020
16:16  29 outubro  2020 Fonte:   msn.com

Chelsea tem interesse em contratar Danilo Barbosa, do Nice, diz jornal

  Chelsea tem interesse em contratar Danilo Barbosa, do Nice, diz jornal De acordo com o 'Daily Express', equipe londrina monitora o meio-campista brasileiro, de 24 anos. Jogador voltou a atuar após três meses afastado por causa de uma lesão no joelhoVale destacar que Danilo, de 24 anos, foi das categorias de base do Vasco antes de fechar um acordo com o Braga, em 2014. Com muita regularidade, o brasileiro conseguiu boas atuações na Liga Portuguesa, mas se transferiu por empréstimo ao Valencia na temporada seguinte.

"Corram, corram (...) tem gente morta!". Daniel Conilh, garçom de uma cafeteria próxima à igreja da cidade francesa de Nice onde um homem matou três pessoas em um ataque com faca, contou à AFP os minutos após o ataque.

Policiais e socorristas em frente à Basílica Notre-Dame de Nice após o ataque © Valery HACHE Policiais e socorristas em frente à Basílica Notre-Dame de Nice após o ataque

"Eu estava lá, estava servindo. Aconteceu entre as 8h50 e as 9h00", disse Daniel Conilh, de 32 anos, funcionário do Grand Café de Lyon, localizado a 50 metros da Basílica de Notre-Dame da Assunção, onde ocorreu o ataque.

O agressor, ferido durante a intervenção policial e levado ao hospital, invadiu a igreja armado com uma faca e matou três pessoas.

Três mortos e vários feridos em ataque com faca na cidade francesa de Nice

  Três mortos e vários feridos em ataque com faca na cidade francesa de Nice Três pessoas morreram, ao menos uma delas degolada, e várias ficaram feridas nesta quinta-feira em um ataque com uma faca em uma igreja no centro da cidade de Nice, na região sudeste da França, país que foi cenário da decapitação de um professor por um islamita há duas semanas. O agressor, com idade por volta de 30 anos, ferido durante a intervenção da polícia, foi levado para o hospital. Ele invadiu às 9H00 locais (5H00 de Brasília), armado com uma faca, a basílica Notre-Dame,  no coração desta cidade da Riviera Francesa de pouco mais de 500.000 habitantes, que há quatro anos foi cenário de um atentado que deixou 86 vítimas fatais.

O ataque ocorreu em uma das áreas mais comerciais do centro desta cidade da Riviera Francesa. Muitos moradores faziam as últimas compras antes do início do confinamento nesta quinta-feira meia-noite, disseram à AFP.

"Todo mundo saiu correndo, houve disparos. Uma senhora veio diretamente da igreja e nos disse 'Corram, corram, alguém atacou (com faca), vão ter disparos, tem gente morta'", continuou Daniel Conilh.

"Por volta das 9h10, um monte de carros, incluindo os da brigada de bombeiros, cercaram a área, ouvimos muitos disparos", acrescentou.

A porta-voz da Polícia, Florence Gavello, disse à imprensa nesta manhã no local do ataque que a situação estava "sob controle". "Não devemos entrar em pânico. As detonações que ouvimos são causadas pelos serviços de desminagem", alertou.

Migrante tunisiano que matou três pessoas em igreja de Nice carregava três facas, relata procurador

  Migrante tunisiano que matou três pessoas em igreja de Nice carregava três facas, relata procurador O procurador antiterrorista Jean-François Ricard informou que o autor do ataque que deixou três vítimas na manhã desta quinta-feira (29) na basílica Notre-Dame de Nice carregava com ele três facas, um Alcorão e um telefone celular. Segundo o procurador, que deu uma coletiva sobre o caso às 21h de Paris, 17h em Brasília, o tunisiano de 21 anos, gravemente ferido durante a operação policial para sua detenção, foi operado e está com o prognóstico vital comprometido. © AP Photo/Thibault Camus O procurador disse que o agressor, identificado pela imprensa como Brahim Aoussaoui, nascido em 1999 na Tunísia, carregava um documento da Cruz Vermelha italiana.

"Houve uma onda de pânico, os clientes saíram sem pagar, tiveram medo. Eu fiquei, é o meu trabalho administrar o estabelecimento. Vi um movimento da multidão, pedi para que por favor mantivessem a calma", conta o garçom, com um tom tranquilo.

"Já vivi o 14 de julho (2016). Sei o que é, trabalhava ao lado", suspirou Conilh.

Nice foi alvo de um ataque em 14 de julho de 2016, no qual morreram 86 pessoas. Mohamed Lahouaiej-Bouhlel, um tunisino de 31 anos, atropelou com um caminhão uma multidão de crianças, famílias e turistas que comemoravam a festa nacional francesa, antes que a polícia o matasse a tiros.

Este novo ataque ocorre duas semanas após a decapitação, em 16 de outubro, de um professor de história e geografia por um refugiado de 18 anos de origem russa-chechena, por ter mostrado caricaturas do profeta Maomé em aula.

vxm-cla/meb/mar/aa/cc

Padre ortodoxo é ferido a tiros em igreja na França .
Ataque em Lyon ocorre três dias após homem matar três pessoas a facadas em basílica de Nice. Agressor consegue fugir. Ato homenageia brasileira morta em atentado. © Maxime Jegat/dpa/picture alliance Templo religioso ortodoxo em Lyon: padre foi baleado quando fechava a igreja Um padre ortodoxo foi baleado neste sábado (31/10) em um templo religioso no centro da cidade de Lyon, na França. O responsável pelo ataque conseguiu fugir, segundo a imprensa local. O religioso foi atendido e levado do local, que foi cercado pelas forças de segurança, em uma maca.

usr: 0
Isto é interessante!