Mundo Após ataque em Nice, Lampedusa pede mudança em gestão migratória

21:50  29 outubro  2020
21:50  29 outubro  2020 Fonte:   ansabrasil.com.br

Chelsea tem interesse em contratar Danilo Barbosa, do Nice, diz jornal

  Chelsea tem interesse em contratar Danilo Barbosa, do Nice, diz jornal De acordo com o 'Daily Express', equipe londrina monitora o meio-campista brasileiro, de 24 anos. Jogador voltou a atuar após três meses afastado por causa de uma lesão no joelhoVale destacar que Danilo, de 24 anos, foi das categorias de base do Vasco antes de fechar um acordo com o Braga, em 2014. Com muita regularidade, o brasileiro conseguiu boas atuações na Liga Portuguesa, mas se transferiu por empréstimo ao Valencia na temporada seguinte.

(ANSA) - O prefeito de Lampedusa, Totò Martello, comentou nesta quinta-feira (29) a notícia de que o autor do atentado em uma igreja de Nice, na França, chegou à Europa através de um barco de migrantes que desembarcou na ilha italiana de Lampedusa.

Segundo o político italiano, caso seja confirmada a informação, é a certeza de que a gestão dos fluxos migratórios precisa ser compartilhada entre todos os países da União Europeia.

"O ataque de Nice é um ataque à Europa. As notícias da imprensa sobre o caminho percorrido pelo agressor antes de chegar à França confirmam que todo o mecanismo de gestão dos fluxos migratórios necessita de regras partilhadas a nível comunitário e, evidentemente, de verificações mais profundas", disse.

França em alerta máximo após ataque com faca em igreja de Nice que deixou três mortos

  França em alerta máximo após ataque com faca em igreja de Nice que deixou três mortos Três pessoas morreram, uma delas degolada, e várias ficaram feridas nesta quinta-feira (29) em um ataque com uma faca em uma igreja no centro da cidade de Nice, na região sudeste da França, descrito pelo presidente Emmanuel Macron como "ataque terrorista islamita" em um país que está em alerta máximo. Além do ataque em Nice, um guarda do consulado francês da cidade saudita de Jidá foi ferido em outro ataque e um afegão foi detido na cidade francesa de Lyon por portar uma faca, tudo isso no mesmo dia.

De acordo com fontes de segurança do governo italiano, o jovem de 21 anos teria chegado na Itália no dia 20 de setembro e se registrado no centro de Migrantes de Bari no dia 9 de outubro como Brahim Aoussaoui.

"O agressor teria passado pelo centro de acolhimento de Lampedusa, e é bom reiterar que a administração municipal da ilha não tem qualquer função na gestão do centro", acrescentou Martello.

O prefeito de Lampedusa ainda explicou que as autoridades competentes estão verificando os passos do autor do ataque, que deixou três mortos na Basílica de Notre-Dame de Nice.

"O caso é um assunto que deve levar as instituições italianas e europeias a refletirem profundamente sobre o que aconteceu, e sobre a necessidade de tratar de uma forma diferente de fazer a gestão dos fluxos migratórios", disse ele.

Brasileira é uma das três vítimas do atentado em Nice

  Brasileira é uma das três vítimas do atentado em Nice Consulado brasileiro em Paris afirma que uma das pessoas assassinadas em ataque a basílica no sul da França era uma baiana de 44 anos, residente no país europeu há três décadas. Itamaraty confirma nacionalidade. © Daniel Cole/AP/picture alliance Ataque em Nice é o terceiro a atingir o país em apenas um mês Uma brasileira está entre as três vítimas do atentado com faca ocorrido na cidade francesa de Nice nesta quinta-feira (29/10), segundo confirmou o Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

Martello defendeu que não se pode descarregar todo o peso da hospitalidade nos territórios fronteiriços. "Lampedusa não pode ser acusada de nada, seria um erro grave e perigoso contar esta história com simplificações que correm o risco de anular o empenho e os sacrifício da nossa comunidade na frente humanitária".

Apesar disso, todas as autoridades de Agrigento estão trabalhando para reconstruir os passos dados pelo autor do atentado.

Salvini - O ex-ministro do Interior da Itália e líder da extrema direita Matteo Salvini, conhecido principalmente por sua política anti-imigração, comentou o caso e disse que, se for confirmado que o agressor entrou mesmo na Europa pela ilha de Lampedusa, a atual ministra do Interior, Luciana Lamorgese, deve ser demitida. (ANSA)

Centenas marcham em Nice em homenagem à brasileira morta em atentado .
Uma marcha branca reunindo centenas de pessoas tomou as ruas do centro de Nice, na rivera francesa, na tarde deste sábado (31), para homenagear a brasileira Simone Barreto Silva, uma das três vítimas fatais do atentado terrorista à basílica de Notre-Dame, na quinta-feira (29). Ao final da marcha, na frente da igreja, o grupo fez uma manifestação bradando frases como "Queremos paz" e "Justiça". A marcha partiu da igreja Saint-Pierre d’Arène, em Nice, onde uma cerimônia em homenagem a Simone Barreto Silva foi organizada na tarde deste sábado (31).

usr: 0
Isto é interessante!