Mundo Cafeicultores de Honduras enfrentam desafios após furacões

20:50  01 dezembro  2020
20:50  01 dezembro  2020 Fonte:   bloomberg.com

Pelo menos 13 mortos em dois massacres na Colômbia

  Pelo menos 13 mortos em dois massacres na Colômbia Pelo menos 13 pessoas morreram em dois novos massacres relatados neste domingo (22) por autoridades em diferentes regiões da Colômbia. Cinco delas eram cafeicultores. Os crimes ocorreram nos departamentos de Antioquia (noroeste) e Cauca (sudoeste), os mais afetados pela onda de massacres que o país vive este ano. No município de Betania, Antioquia, cinco catadores e outros três trabalhadores foram mortos em um ataque a uma fazenda ocorrido na noite de sábado para domingo. "Cerca de dez homens fortemente armados (...

Conforme as perdas da safra de café em Honduras , o maior produtor e exportador da América Central, podem aumentar para quase 10% depois que os O dilúvio no mês passado devido aos furacões Iota e Eta acelerou a maturação dos grãos de café, ea força de trabalho foi afetada pela pandemia de

Melhorar a gestão, desenvolver novas máquinas e equipamentos e reduzir os custos produção. Encontrar soluções para esses desafios foi o trabalho que grupos

(Bloomberg) -- As perdas da safra de café em Honduras, o maior produtor e exportador da América Central, podem aumentar para quase 10% depois que furacões danificaram grandes extensões da infraestrutura do país, disse uma associação do setor.

“O maior risco que temos agora é quanto tempo as autoridades levarão para reparar o acesso às regiões cafeeiras”, disse por e-mail Miguel Pon, diretor executivo da Adecafeh, a principal associação de exportação. “Estima-se que mais de 15% das malhas rodoviárias de café foram afetadas e, se em 30 dias não forem consertadas, podemos perder outras 460 mil sacas.”

O dilúvio no mês passado devido aos furacões Iota e Eta acelerou a maturação dos grãos de café, e a força de trabalho foi afetada pela pandemia de coronavírus. O Instituto Hondurenho do Café disse que a produção pode encolher até 2,5%, ou 160 mil sacas, e alertou para mais perdas.

Recorde de mais de 1,5 milhão de casos de covid-19 nas Américas na última semana

  Recorde de mais de 1,5 milhão de casos de covid-19 nas Américas na última semana A Organização Panamericana da Saúde (Opas) disse nesta quarta-feira (25) que o continente americano registrou mais de 1,5 milhão de casos de covid-19 na última semana, um recorde desde que se declarou a pandemia em março. "Desde a nossa coletiva de imprensa na semana passada, foram registrados mais de 1,5 milhão de casos nas Américas, o número semanal mais alto desde o início da pandemia", destacou Jarbas Barbosa, subdiretor da Opas, escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS).O rápido aumento das infecções nos Estados Unidos foi um fator importante para este número, mas os casos também cresceram no restante das subregiões do continente.

De acordo com o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês), o ciclone avançava com ventos de 150 quilômetros por hora e se esperava um lento enfraquecimento nos Nas Bahamas entendem que enfrentam o pior, mas ainda não sabem sequer qual é a magnitude desse desastre.

No Desafio de Eliminação dessa semana, os chefs precisaram fazer sobremesas com ingredientes salgados. Na hora da degustação, eles se enfrentaram em duelos

Honduras production dealt new blow by hurricanes amid low prices © Bloomberg Honduras production dealt new blow by hurricanes amid low prices

O Iota, tempestade mais forte do Atlântico em um ano turbulento, provocou até 800 milímetros de chuva em algumas regiões de cultivo depois dos cerca de 500 milímetros trazidos pelo Eta. Os futuros do café arábica em Nova York deram um salto de 18% em novembro em meio aos problemas climáticos da América Central e às condições adversas da safra no Brasil, o maior produtor de grãos premium.

Depois da passagem do Iota, danos em pontes e estradas foram relatados em 185 municípios de 14 províncias produtoras, disse Pon, da Adecafeh. Muitos agricultores perderam suas casas e moinhos foram destruídos.

“Vemos uma perspectiva incerta em relação às exportações para 2020-21”, disse Pon, após estimativa inicial de 6,2 milhões de sacas. “No momento, há muito pouco movimento nas diferentes áreas de recebimento em comparação com os anos anteriores, exatamente quando nos aproximamos do pico da colheita.”

O Iota atingiu 4,3 mil hectares, reduzindo a safra em 120 mil sacas, disse Pon.

A produção em Honduras caiu em relação a níveis recordes nesta década em meio à queda dos preços do café. Cerca de 1 milhão de pessoas foram contratadas no pico da temporada para a colheita.

Honduras, Guatemala e Nicarágua devem responder por 12% da produção global de arábica na temporada 2020-21, segundo previsões do Departamento de Agricultura dos EUA.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

©2020 Bloomberg L.P.

Honduras pede aos EUA extensão de benefícios aos migrantes após furacões .
Honduras pediu aos Estados Unidos nesta sexta-feira (4) a extensão do benefício de trabalho a seus migrantes que está prestes a expirar, conhecido como TPS, devido à crise que atinge o país após a passagem de dois furacões. “Diante dos desastres gerados no país pelas tempestades tropicais Eta e Iota, o chanceler Lisandro Rosales apresentou em Washington um novo pedido oficial de Status de Proteção Temporária (TPS, na sigla em inglês)”, informou a chancelaria em nota.O pedido foi feito ao secretário interino do Departamento de Segurança Interna (DHS), Chad Wolf. O TPS distribuiu autorizações de trabalho a cerca de 44.

usr: 1
Isto é interessante!