Mundo Bolsonaro: Forças Armadas jamais aceitariam caminho diferente da democracia

04:22  22 janeiro  2021
04:22  22 janeiro  2021 Fonte:   poder360.com.br

A política externa de Bolsonaro tem causado grande estrago econômico

  A política externa de Bolsonaro tem causado grande estrago econômico Para o especialista em política internacional, o Brasil não terá uma relação bilateral produtiva com os EUA de Joe Biden sem uma mudança brusca na retórica brasileira — o que parece improvável devido às pretensões eleitorais de Bolsonaro.DINHEIRO – Qual a sua análise sobre o que está acontecendo nos EUA, depois da derrota de Donald Trump?

Bolsonaro se manifesta sobre liminar de ministro do SFT que define papel das Forças Armadas - Продолжительность: 2:34 Jornal da Record 945 986 просмотров. Ministro Luís Roberto Barroso comenta papel das Forças Armadas na República atual - Продолжительность: 1:05 Roda Viva 471

Bolsonaro critica TSE e diz que Forças Armadas não aceitam 'julgamento político' para cassar chapa eleita. Nós jamais cumpriríamos ordens absurdas, mas nós também jamais aceitaríamos um julgamento político para destituir um presidente democraticamente eleito”, disse Bolsonaro .

O presidente Jair Bolsonaro na rampa do Palácio do Planalto; na 2ª feira, disse que as Forças Armadas decidem se © Sérgio Lima/Poder360/13.out.2020 O presidente Jair Bolsonaro na rampa do Palácio do Planalto; na 2ª feira, disse que as Forças Armadas decidem se

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta 5ª feira (21.jan.2021) que as Forças Armadas jamais aceitariam um “convite” de um presidente da República para “enviesar por um caminho diferente da liberdade e da democracia”. A declaração foi feita em transmissão ao vivo na página oficial do mandatário nas redes sociais.

“Aqui no Brasil nós temos Forças Armadas comprometidas com a democracia e com a liberdade”, reafirmou Bolsonaro.

Na 2ª feira (18.jan), ao criticar o governo de Nicolás Maduro, o presidente brasileiro disse que “quem decide se o povo vai viver uma democracia ou uma ditadura são as suas Forças Armadas”.

Bolsonaro volta a dizer que Forças Armadas decidem se povo vive em democracia ou ditadura

  Bolsonaro volta a dizer que Forças Armadas decidem se povo vive em democracia ou ditadura Bolsonaro volta a dizer que Forças Armadas decidem se povo vive em democracia ou ditadura“Nós, militares, somos o último obstáculo para o socialismo. Quem decide se um povo vai viver na democracia ou na ditadura são as suas Forças Armadas. Não tem ditadura onde as Forças Armadas não a apoiam. No Brasil, temos liberdade ainda, se nós não reconhecemos o valor desses homens ou mulheres que estão lá, tudo pode mudar", disse ele, em transmissão feita pelas redes sociais.

Forças Armadas são verdadeiras guardiãs da democracia ", diz Bolsonaro SITE: www.LisboaeuApoio.com.br Seja o meu patrão nesta Luta

Em conversa com apoiadores, Bolsonaro afirmou que as Forças Armadas foram sucateadas nos últimos 20 anos porque os militares são "o último obstáculo para o socialismo". Apesar da declaração de Bolsonaro , muitos dos novos equipamentos e armamentos que começam a chegar ao país, como

Assista à live presidencial (59min58s):

Na live, voltou a comentar a situação da Venezuela. “Nas vezes que eu encontrei o presidente americano anterior [Donald Tump], por duas vezes, conversamos bastante, demoradamente, sobre esta questão”, disse. “Nós sentimos muito o que está acontecendo, porque os nossos irmãos lá perderam a liberdade, perderam o poder aquisitivo, grande parte vive numa miséria enorme, e inclusive fogem para o Brasil”.

“A gente gostaria que tudo se solucionasse lá. Mas a gente sabe que uma ditadura, uma vez instalada, dificilmente se desfaz”, declarou Bolsonaro.

“Então um grande pilar são as nossas Forças Armadas, que jamais aceitariam um convite de uma autoridade de plantão, no caso do presidente da República, a enviesar por um caminho diferente da liberdade e da democracia”, disse.

Mourão diz que democracia fica comprometida se Forças Armadas forem 'indisciplinadas ou ideológicas'

  Mourão diz que democracia fica comprometida se Forças Armadas forem 'indisciplinadas ou ideológicas' Vice minimizou declaração de Bolsonaro de que as Forças Armadas seriam as responsáveis por decidir se há democracia ou ditadura num país"O presidente (Bolsonaro) já tocou nesse assunto várias vezes e, é óbvio, se tiver Forças Armadas indisciplinadas ou comprometidas com projetos ideológicos, a democracia fica comprometida”, disse em conversa com jornalistas na chegada ao Palácio do Planalto nesta manhã. "Não é o caso aqui do Brasil, obviamente, mas nós temos nosso vizinho, a Venezuela, que vive uma situação dessas.

As Forças Armadas jamais vão entrar numa aventura. O povo está dividido, o Brasil quer que cada No final da pantomima, Bolsonaro repetiu a referência às Forças Armadas : “Vocês sabem o povo está conosco, as Forças Armadas estão ao lado da lei, da ordem, da democracia e da liberdade

As Forças Armadas aceitam compartilhar o poder e passam a viver na ambiguidade. Nos 30 anos de democracia , os militares fizeram uma trincheira A atual geração de oficiais generais aceitou o risco de misturar-se ao governo Bolsonaro . O presidente usa a ideia de que as Forças Armadas estão ao

EUA

O ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) participou da live presidencial ao lado de Bolsonaro. Um jornalista escolhido para participar da live perguntou ao chanceler sobre a posse de Joe Biden nos Estados Unidos. Antes da reposta, o presidente brasileiro disse ao chanceler: “Acho que não é o caso de entrar na política externa de outros países, mas fala alguma coisa, mas sem interferir”.

“Tem tudo para ser uma boa relação, temos muita coisa em comum com os Estados Unidos”, disse Ernesto. “Trabalhar juntos no meio ambiente. Por que não? Assinamos um memorando de cooperação ambiental em novembro, esperamos manter”.

Fórum dos Leitores .
Cartas de leitores selecionadas pelo jornal O Estado de S. PauloCresce a rejeição

usr: 0
Isto é interessante!