Mundo Facebook vai restaurar páginas de notícias na Austrália

15:27  23 fevereiro  2021
15:27  23 fevereiro  2021 Fonte:   afp.com

A briga da Austrália com o Facebook que provocou 'apagão' de notícias na rede social

  A briga da Austrália com o Facebook que provocou 'apagão' de notícias na rede social Rede social bloqueia conteúdo do seu feed de notícias no país em reação a projeto de lei que obriga plataformas digitais a pagar por conteúdo jornalístico.No capítulo mais recente do impasse, o Facebook reagiu à proposta bloqueando o conteúdo do seu feed de notícias no país — e os australianos acordaram nesta quinta-feira (18/2) com os sites de notícias locais e globais indisponíveis na rede social.

O Facebook anunciou nesta terça-feira (23) que suspenderá nos próximos dias o bloqueio na Austrália das páginas de notícias, depois que o governo aceitou fazer emendas à lei que pretende obrigar os gigantes tecnológicos a pagarem os meios de comunicação por seus conteúdos.

Facebook suspenderá nos próximos dias o bloqueio às notícias na Austrália © Josh Edelson Facebook suspenderá nos próximos dias o bloqueio às notícias na Austrália

O ministro australiano das Finanças, Josh Frydenberg, e o diretor-geral do Facebook Austrália, Will Easton, afirmaram que chegaram a um acordo sobre um dos pontos cruciais da lei, a primeira do tipo no mundo e que tem a firme oposição dos gigantes da Internet.

Autoridades de saúde australianas congelam publicidade no Facebook

  Autoridades de saúde australianas congelam publicidade no Facebook O Departamento de Saúde da Austrália anunciou que vai parar de publicar anúncios no Facebook, no mais recente capítulo da batalha entre o governo e o gigante de tecnologia, que continua bloqueando notícias em sua plataforma no país. A decisão coincide com a campanha publicitária, de 20 milhões de dólares, do governo para convencer a população a tomar a vacina e combater as teorias da conspiração sobre a imunização. O ministro da Saúde, GregA decisão coincide com a campanha publicitária, de 20 milhões de dólares, do governo para convencer a população a tomar a vacina e combater as teorias da conspiração sobre a imunização.

"Como resultado das mudanças, agora podemos trabalhar para estimular nosso investimento em jornalismo de interesse público e restabelecer nos próximos dias as notícias no Facebook para os australianos", declarou Easton.

"Estamos felizes de fechar um acordo com o governo australiano e apreciamos as discussões construtivas que tivemos", completou.

Na semana passada, o Facebook bloqueou a publicação de links de notícias e as páginas dos meios de comunicação em todo país.

Várias páginas do Facebook de serviços de emergência também foram afetadas de forma involuntária.

A medida de represália provocou indignação na Austrália e em muitos países. O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, não escondeu sua revolta e acusou o Facebook de ter tomado uma decisão "hostil".

Parte do Texas segue sem energia

  Parte do Texas segue sem energia Apagão começou na 2ª feira. 7 de 254 condados no escuroNo domingo (14.fev.2021), o Texas foi atingido por uma massa de ar polar, que fez com as temperaturas ficassem fortemente negativas, oscilando entre -2ºC e -22ºC.

O Facebook tem entre 16 e 18 milhões de usuários no país de 25 milhões de habitantes, segundo a imprensa local.

O anúncio significa que Facebook e Google não serão penalizados desde que alcancem acordos com os grupos de imprensa em troca do uso de seus conteúdos.

Um prazo adicional de dois meses foi concedido para a negociação dos compromissos.

- "Feliz" -

"Chegamos a um acordo que nos permitirá apoiar os grupos de imprensa que escolhemos, incluindo os pequenos e os locais", declarou o vice-presidente do Facebook responsável por associações de notícias globais, Campbell Brown.

Desde o início, as grandes empresas do setor de tecnologia insistiram na oposição a esta lei que pretende regulamentar as relações entre a mídia tradicional, que enfrenta grandes dificuldades financeiras, e os gigantes que dominam a Internet.

As "big tech" não queriam que as negociações com os grupos de imprensa fossem obrigações e que, em caso de conflito, um árbitro independente australiano fosse o responsável por uma decisão.

A Africa Twin tem uma irmã gêmea chinesa: Hengjian Dahaidao 500

  A Africa Twin tem uma irmã gêmea chinesa: Hengjian Dahaidao 500 Os chineses mais uma vez demonstram seu talento para copiar com esta motocicleta que mais parece uma replica da famosa Honda CRF 1000L Africa Twin, só que, em um formato O conteúdo A Africa Twin tem uma irmã gêmea chinesa: Hengjian Dahaidao 500 aparece primeiro em Carro e motos.

As empresas temiam um precedente que ameace seu modelo econômico.

De acordo com as autoridades australianas de concorrência, o Google capta 53% da publicidade no país, e o Facebook, 28%, enquanto o restante é distribuído entre outros personagens do mercado, como empresas de mídia, algo insuficiente para financiar o jornalismo de qualidade.

A crise da imprensa se agravou com a crise econômica provocada pela pandemia do coronavírus. Na Austrália, dezenas de jornais fecharam, e centenas de jornalistas perderam o emprego.

Ao contrário do Facebook, o Google, que em um determinado momento ameaçou suspender sua ferramenta de buscas na Austrália, aceitou na semana passada pagar "quantias significativas" em contrapartida aos conteúdos de grupos de imprensa, incluindo a News Corp. de Rupert Murdoch e a Nine Entertainment.

"Não há nenhuma dúvida de que a Austrália leva adiante uma batalha por procuração para o conjunto do planeta", afirmou Frydenberg.

De fato, o mundo inteiro acompanha de perto a iniciativa australiana. Se Google e Facebook parecem ter chegado a uma solução no país, isto não significa o fim de seus problemas.

União Europeia, Canadá e outros países também examinam a regulamentação do setor.

arb/dm/jah/juf/lch/erl/dga/mar/zm/fp/tt

Naomi Osaka derrota Jennifer Brady e conquista Aberto da Australia .
Vitória representa quarto título do Grand Slam para a japonesa de 23 anosMelbourne - A japonesa Naomi Osaka, número 3 do mundo, venceu o Aberto da Austrália neste sábado, 20, ao derrotar a americana Jennifer Brady (24ª) por 6-4, 6-3, conseguindo assim, aos 23 anos, o quarto título de Grand Slam.

usr: 2
Isto é interessante!