Mundo Biden e Trudeau querem reconstruir laços EUA-Canadá em reunião virtual

17:48  23 fevereiro  2021
17:48  23 fevereiro  2021 Fonte:   afp.com

Biden assina o maior número de decretos em início de mandato desde 1945

  Biden assina o maior número de decretos em início de mandato desde 1945 Foram 29 ordens executivas. Em 20 dias de presidência. Coloca em risco legislaçõesOs decretos são medidas que dispensam a discussão do assunto dentro do Congresso, ou seja, apenas a assinatura do presidente pode alterar uma política ou legislação. Desde que não desrespeite uma lei ou viole a Constituição, o texto precisa ser respeitado pelos Estados e municípios.

O presidente americano, Joe Biden, e o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, traçarão, nesta terça-feira (23), um "roteiro" para reconstruir as relações entre Estados Unidos e Canadá em sua primeira reunião bilateral, afirmou um alto funcionário, embora o cancelamento do oleoduto Keystone possa apresentar um obstáculo.

O presidente americano Joe Biden e o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau terão sua primeira reunião bilateral como líderes de seus países © SAUL LOEB O presidente americano Joe Biden e o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau terão sua primeira reunião bilateral como líderes de seus países

Após as turbulências da presidência de Donald Trump, Biden espera usar suas conhecidas habilidades de conexão pessoal em um encontro presencial com o líder do aliado-chave do Norte.

Biden vai ao coração dos EUA em busca de apoio para seu grande plano econômico

  Biden vai ao coração dos EUA em busca de apoio para seu grande plano econômico Centenas de focas, tanto adultas como filhotes, se espalham pelo litoral norte da França, brincando na maré baixa perto de cidade de Marck, para onde começam a retornar.

A reunião, no entanto, será virtual devido à pandemia de coronavírus, deixando que os Estados vizinhos tentem se apoiar em seus valores comuns de longe em vez de pessoalmente, disse um alto funcionário do governo americano na véspera do primeiro evento bilateral de Biden como presidente.

"Acredito que o resultado mais importante da viagem, ou da reunião, será essencialmente (...) um roteiro para revitalizar a colaboração entre Estados Unidos e Canadá", afirmou o funcionário na segunda-feira.

Os anúncios sobre os "próximos passos" envolverão múltiplas áreas como a diplomacia, transporte, infraestrutura e combate à covid-19, afirmou o funcionário.

- Prioridades mútuas -

Biden e Trudeau abordarão várias prioridades mútuas, incluindo o combate à mudança climática, a aceleração da economia da América do Norte, o Ártico e as ameaças à democracia em Mianmar e Venezuela.

Biden marca diferenças para Trump em primeiro mês de governo

  Biden marca diferenças para Trump em primeiro mês de governo Do estilo a pautas importantes, democrata fez mudanças profundas    "Eu sou um democrata orgulhoso, mas vou trabalhar como um presidente americano. Vamos acabar com a demonização nos Estados Unidos, acabar com a recusa de democratas e republicanos de trabalhar junto porque isso é uma escolha. E se podemos escolher não cooperar, podemos também escolher cooperar", disse Biden em seu discurso inicial.

"Estando na mesma sintonia em vários assuntos, como a mudança climática ou a reativação econômica, podemos fazer mais juntos", disse o gabinete de Trudeau, mencionando tópicos similares.

Mas os dois também entrarão na espinhosa questão das "práticas econômicas injustas" da China, seu histórico de direitos humanos e a contínua detenção de dois cidadãos canadenses em Pequim, segundo o alto funcionário americano.

O ex-diplomata Michael Kovrig e o empresário Michael Spavor foram presos na China em 2018 no que se considerou uma provável represália pela prisão da executiva da Huawei, Meng Wanzhou, naquele ano por uma ordem dos Estados Unidos.

"Certamente esperamos que o primeiro-ministro o mencione e o presidente está pronto para discuti-lo", disse o funcionário.

O funcionário não abordou como os laços entre Estados Unidos e Canadá podem ter sido prejudicados durante os quatro anos do governo Trump, optando por ressaltar os diversos "interesses compartilhados" entre os dois países.

Um ponto crítico que provavelmente surgirá é a decisão de Biden de cancelar a permissão para o oleoduto Keystone XL, um projeto ao qual os ambientalistas se opõem ferozmente, mas que conta com o apoio de Ottawa.

Biden anulou a permissão com uma ordem executiva emitida em seu primeiro dia no cargo, cumprindo com um compromisso de campanha, e "a decisão não será reconsiderada", garantiu o funcionário.

A cúpula começa com uma reunião bilateral a portas fechadas de 45 minutos com Biden, a vice-presidente Kamala Harris, o secretário de Estado Antony Blinken e o assessor de segurança nacional Jake Sullivan, junto com seus homólogos canadenses.

Depois, será aberta para uma discussão bilateral mais ampla.

mlm/to/leg/ad/yow/aa

México deposita esperança em divisão de vacinas com EUA após meta de 100 dias de Biden .
México deposita esperança em divisão de vacinas com EUA após meta de 100 dias de BidenEmbora não se tenha chegado a um acordo, López Obrador afirmou que ele e Biden combinaram que equipes dos dois países estudarão as possibilidades de dividir vacinas com México.

usr: 1
Isto é interessante!