Mundo Presidente do Conselho Europeu é criticado por 'sofagate'

17:26  08 abril  2021
17:26  08 abril  2021 Fonte:   ansabrasil.com.br

"SofáGate": líder turco deixa Ursula von der Leyen sem cadeira em reunião oficial e é acusado de machismo

  A reunião de terça-feira (6) entre representantes de Bruxelas e o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, está chamando mais atenção por causa de uma gafe protocolar do que pelo conteúdo discutido no encontro. Um vídeo do evento mostra que, ao receber Charles Michel, presidente do Conselho Europeu, e Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, o líder turco não previu uma cadeira para a chefe o poder Executivo da UE. O episódio, queO episódio, que já está sendo chamado de “SofáGate”, está sendo interpretado como um sinal de desprezo ou até uma demonstração de machismo da parte das autoridades turcas.

(ANSA) - O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, se tornou alvo de críticas por aceitar passivamente o tratamento sexista dispensado pelo mandatário da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, à chefe da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Já apelidado de "sofagate", o caso ocorreu na última terça (6), quando Erdogan recebeu Michel e Von der Leyen para uma reunião no palácio presidencial em Ancara, mas separou uma cadeira apenas para o líder do Conselho Europeu.

Erdogan e Michel se sentaram em frente às bandeiras da Turquia e da União Europeia, enquanto Von der Leyen ficou sem saber para onde ir, até ser acomodada em um sofá, afastada dos outros dois líderes.

Grande polêmica em Bruxelas pelo 'SofáGate' em visita à Turquia

  Grande polêmica em Bruxelas pelo 'SofáGate' em visita à Turquia A União Europeia (UE) foi abalada nesta quarta-feira (7) por uma nova polêmica chamada de "SofáGate" após o desrespeito à presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, durante o encontro do dia anterior com o presidente turco em Ancara. Nas imagens de vídeo vê-se Erdogan recebendo Charles Michel, presidente do Conselho Europeu, e Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, o poder Executivo da UE. Enquanto Erdogan e Michel ocuparam suas cadeiras em frente às respectivas bandeiras, Von der Leyen permaneceu de pé sem saber onde se sentar, até ser colocada em um sofá, situado em frente ao chanceler turco.

O presidente do Conselho Europeu, no entanto, se tornou alvo de críticas em Bruxelas por aceitar esse tratamento a Von der Leyen, que ocupa o cargo mais poderoso no organograma da UE e chefia o equivalente ao poder Executivo do bloco.

"Além das avaliações políticas sobre as relações entre a UE e um país como a Turquia, onde são violados direitos civis, humanos e políticos, o que parece evidente é a clara inadequação do presidente Charles Michel, o qual aceitou passivamente a vergonhosa escolha de Erdogan e do protocolo turco de excluir a presidente [Von der Leyen] da posição que lhe cabia", diz uma carta assinada pelas eurodeputadas italianas Alessandra Moretti e Patrizia Toia, do grupo de centro-esquerda Socialistas e Democratas. (S&D).

Turquia culpa UE por 'SofaGate' e eurodeputados pedem debate parlamentar

  Turquia culpa UE por 'SofaGate' e eurodeputados pedem debate parlamentar A Turquia se defendeu nesta quinta-feira (8) das acusações por descumprimento de protocolo durante a visita a Ancara da presidente da Comissão Europeia, que ficou sem cadeira e acabou em um sofá, imagem que gerou polêmica. Os serviços de cerimonial colocaram a presidente da Comissão Europeia em um sofá nesta terça-feira, durante uma reunião de presidentes das instituições da União Europeia com o chefe de Estado turco, Recep Tayyip Erdogan, em Ancara. Já o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, foi acomodado em uma cadeira ao lado de Erdogan. O caso foi apelidado de "Sofagate".

Sua correligionária Pina Picierno foi ainda mais longe e pediu a renúncia de Michel. "Os atos criminosos de Erdogan foram ignorados durante anos em nome de interesses particulares.

Charles Michel deveria se demitir por isso e não apenas por questões de grosseria institucional", afirmou a europarlamentar no Twitter.

A também italiana Giorgia Meloni, presidente do grupo de extrema direita Reformistas e Conservadores Europeus, afirmou que o comportamento de Michel a deixou "sem palavras". "Ele não fez nada para impedir esse ultraje e se curvou à imposição islamita de Ancara", acrescentou.

O presidente do Conselho Europeu, por sua vez, justificou que a postura de Erdogan com Von der Leyen se deveu a uma "interpretação rigorosa das normas protocolares" e que ele percebeu o caráter "deplorável" da situação, mas preferiu "não agravá-la com um incidente público".

Turquia convoca embaixador italiano após Draghi chamar Erdogan de ditador

  Turquia convoca embaixador italiano após Draghi chamar Erdogan de ditador Premiê italiano criticou postura do turco ao receber Von der Leyen (ANSA) - O governo da Turquia convocou o embaixador italiano em Ancara, Massimo Gaiani, após o primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, criticar o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, a quem definiu como um "ditador". A informação foi divulgada pela agência de notícias turca Anadolu, na tarde desta quinta-feira (8).

Já o porta-voz da Comissão Europeia, Eric Mamer, afirmou que Michel e Von der Leyen tinham de ser tratados do mesmo modo e que o Executivo de Bruxelas vai "analisar o ocorrido para que não aconteça mais".

Protocolo - Em nível institucional, o presidente do Conselho Europeu precede o da Comissão Europeia em termos de representação externa, mas nenhum líder internacional trata os dois de forma diferente.

O próprio Erdogan, ao receber certa vez Jean-Claude Juncker e Donald Tusk, antecessores de Von der Leyen e Michel, respectivamente, ofereceu cadeiras para os dois e se sentou entre eles.

O Conselho Europeu é o órgão que reúne os líderes dos 27 Estados-membros da UE, e seu presidente tem um papel mais cerimonial, de mediador entre os interesses dos países.

Já Von der Leyen chefia o poder Executivo da União Europeia, que reúne mais de 30 mil funcionários e uma equipe de comissários indicados por cada Estado-membro.

Em termos reais, Von der Leyen tem um poder significativamente maior que o de Michel, tanto que o posto de presidente da Comissão Europeia é o mais cobiçado na divisão de cargos entre os membros do bloco. (ANSA).

Erdogan deixa líder da UE sem cadeira em reunião em Ancara .
Von der Leyen ocupa principal posto na hierarquia do blocoErdogan recebeu Von der Leyen e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, em seu palácio na última terça-feira (6), mas o cerimonial separou uma cadeira apenas para o segundo, embora a primeira seja mais importante na hierarquia em Bruxelas.

usr: 0
Isto é interessante!